none
distribuir windows 7 por disco de imagem do sistema

    Question

  • Pessoal, estava formatando alguns PCs com windows 7 e me veio a cabeça em usar a imagem de backup do 7, instalei tudo e configurei, os PCs são iguais e funcionou, tenho licenças do SO por volume.

    Se eu tivesse instalado  a chave e validado, iria funcionar nos outros PC?

    Se eu colocar essa imagem em outro PC diferente, vai funcionar?


    se sabe, então porque pergunta? não atrapalhe, ajude!!!

    Sunday, June 17, 2012 11:12 PM

Answers

  • Bom Dia Danilo,

    A imagem vai funcionar se o Hardware for idêntico.
    O problema é que quando instala o Windows ele gera um SID de instalação e este vai ficar sendo replicado nas outras instalações.

    O correto seria desvincular o OS dos drivers com o Sysprep antes de aplicar esta imagem em outros PCS para desvincular o SID somente:
    Podem para capturar estas imagens desvinculadas vai precisar fazer o uso do WinPE ou outro spoftware de terceitos que rode o sysprep antes de criar a imagem.

    Segue um tutorial bem bacana sobre a aplicação do Sysprep de nosso aigo e colaborador Jorge Barata.
    http://www.jorgebarata.eti.br/sysprep-o-que-e-quando-usar



    Sysprep: O que é e quando usar.

    Muitos usuários, assim como eu, já passaram pela seguinte situação: criar uma VM e após duplicar (copiar/colar) a mesma, promove uma das cópias para Domain Controller e, ao tentar colocar a VM no dimínio recém criado, acontece um erro de SID duplicado. Então, como resolver o problema? Criar uma VM exclusiva para o DC. Desse modo, teríamos outro problema que seria o espaço em disco, ou melhor, a falta de espaço em disco (apesar da relação Mb/Real ter diminuido muito, ainda não é tão viável adquirir um storage exclusivo para VM’s) e do tempo dispendido para a criação das VM’s do zero. E esse exemplo é um dos motivos! E qual seria a solução mais prática? A resposta é simples: usando o comando Sysprep!

    Antes de partirmos para um exemplo prático do uso do Sysprep, este artigo vai abordar um pouco sobre este comando, ainda, pouco conhecido e alguma de suas características.

    Vamos lá!

    O que é o Sysprep?

    A ferramenta System Preparation (Sysprep) prepara uma instalação do Windows para duplicação (o exemplo acima), auditoria e para entrega ao cliente. Como assim “entrega ao cliente”? Quando, após uma instalação limpa, se instala os drivers adicionais e aplicações e usa o Sysprep para preparar uma imagem para ser entregue ao cliente. Os computadores que vem com o Windows instalado e customizado pelo fabricante (OEM). Duplicação, também chamado de imagem, permite você capturar uma imagem do Windows personalizada que pode ser reutilizada em toda a organização. O modo de auditoria permite que você adicione drivers de dispositivos adicionais ou aplicações para uma instalação do Windows. Este artigo abordará, mais adiante, cada um desses cenários onde o Sysprep pode ser utilizado, bem como seus benefícios e algumas de suas limitações.

    Vamos falar sobre os cenários, ou os modos, que se pode utilizar o sysprep.

    1) Criação Build-to-Plan (BTP) de uma imagem do Windows:

    Neste cenário, se pode criar uma única imagem de referência do Windows para instalar em computadores que utilizem a mesma configuração de hardware. Pode-se, ainda, personalizar uma instalação única do Windows, instalando o Windows e em seguida, incluir drivers e aplicativos adicionais. Após o procedimento anterior, captura-se a imagem do Windows e a usa para instalar em seus computadores. Não é preciso fazer mais modificações adicionais nesta imagem.

    Passo-a-passo para a utilização deste cenário:

    1) Instala-se o Windows em um computador de referência;

    2) Depois de finalizar a instalação, você reboota o computador e instala os drivers ou aplicações;

    3) Depois de atualizar a instalação do Windows, você executa o comando sysprep / oobe / generalize. A opção / generalize instrui o Sysprep para remover dados específicos do sistema do Windows instalado. As informações específicas do sistema incluem: os logs de evento (Event Viewer), o identificador único de segurança (SIDs) e outras informações exclusivas. Após as informações do sistema original forem removidas, o computador é desligado. A opção / oobe instrui a instalação do Windows para executar o Windows Welcome na próxima vez que o computador for inicializado;

    4) Após o computador reiniciar, você pode efetuar o boot normalmente;

    Exemplo:  
    Sysprep_01
    Sysprep_02
    Sysprep_03
    Sysprep_04

    Neste exemplo, o Sysprep foi executado em uma VM do Windows 7 RTM que servirá de disco diferencial. Ao finalizar, a VM será desligada. Agora é só usar esta imagem como disco diferencial e toda vez que iniciar uma VM nova, gastarei menos de 10 minutos até que tenha uma máquina nova que poderá executar qualquer função de servidor, inclusive um DC.  
    É uma ótima técnica para quem, como eu, não possui muito espaço livre para VMs de teste e não quer gastar muito tempo criando uma VM nova.   

    2) Criação Build-to-Order (BTO) de uma imagem do Windows:

    No cenário BTO, você começa com uma imagem de referência do Windows. Depois de instalar esta imagem de referência, você faz atualizações adicionais para as instalações do Windows que são únicas para o computador que você está instalando. Em geral, estes aplicativos ou atualizações são solicitados pelo cliente. Ao iniciar em modo de auditoria, Você pode instalar dispositivos adicionais e aplicações específicas para o computador.

    A diferença entre os cenários BTP para o BTO é que as alterações adicionais que você faz às instalações de referência do Windows são únicas para o computador.

    Passo-a-passo para a utilização deste cenário:

    1) Você inicia com uma imagem de referência do Windows que deseja aplicar a todos os computadores de sua empresa;

    2) Instala em um computador uma imagem de referência do Windows que deverá ser entregue ao cliente;

    3) Depois de finalizar a instalação, você executa o comando sysprep / audit / generalize / shutdown para configurar o Windows a bootar no modo de auditoria.

    4) Use a nova imagem de referência do Windows para instalar em outro computador. A imagem será aplicada no computador e o Windows executará o boot pelo modo de auditoria;

    5) Você pode instalar aplicações adicionais ou outros updates baseados nas solicitações do cliente. Você pode, também, testar o computador para verificar se todos os componentes estão funcionando corretamente;

    6) Depois que você atualizar a instalação do Windows, você executará o comando sysprep / oobe / shutdown.

    7) O computador estará pronto para ser entregue ao cliente e, quando ele executar o Windows, irá aparecer a tela Windows Welcome.

    Bootando pelo modo de auditoria

    O modo de auditoria habilita que empresas OEM possam customizar rapidamente suas instalações Windows. No modo de auditoria você pode instalar aplicações, adicionar drivers de dispositivos, executar scripts, testar e validar a instalação do Windows. O modo de auditoria não requer que as configurações do Windows Welcome sejam aplicadas.

    Tipicamente, o Windows iniciará o Windows Welcome imediatamente após a instalação. Entretanto, para bootar pelo modo de auditoria, teremos que bypassar pelo Windows Welcome e bootar diretamente para o desktop. Isso possibilita você a iniciar o seu processo de customização o mais rápido possível.

    Além disso, com o modo de auditoria habilitado, você pode verificar se seu computador encontra-se funcional antes de entregar ao cliente. Você pode verificar se a primeira experiência do usuário executará como esperado, e as costumizações OEM e as informações sobre as opções de suporte da sua empresa estarão presentes.

    Existem muitas maneiras de bootar pelo modo de auditoria:

    • Para instalações assisitidas, na tela do Windows Welcome, pressione as teclas CTRL + SHIFT + F3;
    • Em uma instalação desassistida, adicione o componente Microsoft-Windows-Deployment à configuração oobeSystem. Na configuração Reseal | Mode, especifique Audit. Quando o Windows completar a instalação, o computador reiniciará no modo de auditoria. Para mais informações sobre esta configuração, leia Unattended Windows Setup Reference;
    • Execute sysprep /audit no prompt de comando.

    Para mais informações sobre o modo de auditoria, veja [http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc722413(WS.10).aspx]

    Depois que você fizer as configurações na instalação do Windows, você pode preparar o computador para ser entregue ao cliente, executando o comando sysprep /oobe. A opção /oobe instrui o Windows a executar o Windows Welcome na próxima vez que o computador bootar.

    Citarei, logo abaixo, algumas limitações do Sysprep que acho importantes:

    • O Sysprep não deverá ser adotado como opção para upgrade de SO. Somente para imagem em instalações limpas do Windows;
    • Os dispositivos plug-and-play dos computadores de referência e destino, devem ser instalados antes de gerar a imagem;
    • O relógio para ativação iniciará na primeira vez que o Windows iniciar. Você poderá usar o Sysprep três vezes, no máximo, para resetar o relógio do Windows Product Activation. Após a terceira vez, o relógio não resetará mais;
    • O Sysprep executará somente em um computador membro de um grupo de trabalho. Não em um membro do domínio. Se o computador já estiver adicionado ao domínio, após executar o Sysprep, ele removerá o computador do domínio;
    • Não execute o Sysprep em partições, ou volumes, NTFS em que as pastas e arquivos esteja criptografados, pois estas pastas ou arquivos ficarão completamente ilegíveis ou corrompidas;

      Para maiores informações, veja no paper [http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc721940(WS.10).aspx].


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Monday, June 18, 2012 11:03 AM
  • Complementando.

    Artigo para criar o WinPE.
    Com ele vai poder aplicar suas imagens desvinculadas do SID.

    http://athiago.wordpress.com/2011/02/06/windows-pe-imagex-capturando-e-criando-uma-imagem-personalizada-do-windows-7/

    Windows PE + ImageX – Capturando e criando uma imagem personalizada do Windows 7

    Olá caro leitor!

    Seguindo a linha de artigos anteriores, vou falar agora sobre o uso do Windows PE e ImageX para se obter uma imagem de instalação personalizada do Windows 7.

    Nos últimos meses percebi uma grande procura por este tipo de procedimento e publiquei vários artigos sobre o assunto com base em algumas ferramentas da Microsoft.

    É fato também que a grande maioria dos artigos que contemplam este tipo de procedimento estão nativamente no idioma inglês e que muitos leitores não se sentem confortáveis em executar procedimentos não escritos em nosso idioma.

    Pensando nisto, resolvi escrever este breve How Do I sobre como utilizar o Windows PE e o ImageX com a finalidade de capturar uma imagem personalizada o Windows 7.

    Vamos aos itens que precisamos:

    • Windows AIK instalado. Se não o tiver, faça o download aqui: Windows AIK para Windows 7
    • Um computador de referência com o Windows 7 e todas as alterações, aplicativos e drivers instalado – uma máquina virtual pode ser utilizada também.
    • Um CD e/ou Pendrive para armazenar o Windows PE e ImageX.
    • O DVD e/ou imagem ISO contendo os bits de instalação do Windows 7.

    Tendo obtido os itens necessários, vamos aos passos a serem executados para nosso objetivo, ter uma imagem personalizada do Windows 7.

    Precisamos primeiramente trabalhar com o Windows AIK para criarmos uma imagem do Windows PE com o Imagex integrado.

    Para isso abra Iniciar > Todos os Programas > Microsoft Windows AIK > Deployment Tools Command Prompt – clique com o botão direito e escolha Executar como administrador.

    Na janela do Command Prompt execute o comando copype.cmd {Arquitetura} {Destino} – copype.cmd x86 C:\WinPE_x86. A imagem abaixo mostra o comando e seu resultado:

    Windows PE Resources Copy

    O comando anterior simplesmente copia os bits nativos do Windows PE para D:\WinPE_x86. Este procedimento é utilizado para mantermos a imagem nativa em seu local padrão e manipularmos os bits em outro local de acordo com a nossa necessidade.

    Verifique corretamente a plataforma de hardware, se x86 ou x64, que possui e faça o uso da versão do Windows PE correta. Substitua no comando anterior o item {Arquitetura} pelo diretório correto.

    Para este exemplo vou utilizar a plataforma x86 do Windows PE para os comandos posteriores.

    Retomando, após copiarmos os bits do Windows PE, vamos começar a manipular a imagem.

    Podemos manipular uma imagem .WIM tanto com o ImageX quanto pelo DISM. Ambos os utilitários estão presentes no Windows AIK, porém, o DISM já está presente nativamnte no Windows 7.

    Execute o comando a seguir para montarmos a imagem do Windows PE:

    DISM /Mount-WIM /WIMFile:D:\WinPE_x86\winpe.wim /Index:1 /MountDir:D:\WinPE_x86\mount.

    Windows PE Mounted

    Agora que temos o Windows PE montado no diretório D:\WinPE_x86\Mount ou o diretório de destino que utilizou, vamos copiar o utilitário do ImageX para dentro da imagem montada.

    Use o seguite comando:

    copy “C:\Program Files\Windows AIK\Tools\x86\imagex.exe” D:\WinPE_x86\mount\Windows\System32

    Copy Imagex to Windows PE

    Nosso próximo passo é criar um arquivo de exclusão para orientar o ImageX que ignore determinados arquivos que podem causar uma falha no processo de captura se estiverem bloqueado por uso.

    É importante mencionar que o arquivo wimscript.ini é opcional e o não uso do mesmo não irá interferir no resultado de sua imagem.

    Por padrão, o ImageX já ignora determinados arquivos no processo de captura da imagem.

    O arquivo é uma recomendação da Microsoft e permite que o ImageX utilize-o para a exclusão de diretórios e/ou arquivo determinados pelo profissional que está contruindo a imagem.

    No momento que o ImageX é invocado pelo Windows PE, ele verifica a existência do arquivo Wimscript.ini em seu diretório e o lê para determinar o que precisa ser ignorado.

    Abra o Bloco de notas e cole o conteúdo abaixo:

    [ExclusionList]
    ntfs.log
    hiberfil.sys
    pagefile.sys
    “System Volume Information”
    RECYCLER
    Windows\CSC

    [CompressionExclusionList]
    *.mp3
    *.zip
    *.cab
    \WINDOWS\inf\*.pnf

    Neste momento, caso houverem outros tipos de arquivos e/ou diretórios a serem excluídos, inclua no corpo do arquivo.

    Salve o arquivo no mesmo diretório em que copiou o ImageX anteriormente, em meu caso, D:\WinPE_x86\mount\Windows\System32 com o nome Wimscript.ini.

    Neste momento já possuimos o necessário para capturarmos nossa imagem do Windows 7, o Windows PE e o ImageX. Precisamos agora desmontar a imagem do Windows PE e efetivar as alterações.

    Utilize o comando:

    DISM /UnMount-WIM /MountDir:D:\WinPE_x86\mount /Commit

    Windows PE Unmounted and Commited

    Agora vamos copiar o arquivo winpe.wim do Windows PE que acabamos de manipular e integrar o ImageX. Utilize o comando:

    copy D:\WinPE_x86\winpe.wim D:\WinPE_x86\ISO\sources\boot.wim /y

    Copy Windows PE

    Precisamos neste momento gerar uma imagem .ISO inicializável do Windows PE para gravarmos em um CD e/ou Pendrive.

    Utilizaremos o utilitário OSCDIMG com o comando:

    oscdimg -n -h -bD:\WinPE_x86\etfsboot.com D:\WinPE_x86\ISO D:\WinPE_x86\WinPE_x86.iso

    Building Windows PE ISO Image

    Agora é necessário gravar a imagem WinPE_x86.iso em um CD e/ou Pendrive para podermos iniciar o computador de referência.

    Antes de aplicarmos o SysPrep no computador de referência é importante realizarmos algumas ações no sistema operacional de referência:

    1. Limpar os temporários do Internet Explorer.
    2. Remover arquivos e diretórios criados manualmente.
    3. Executar uma Limpeza de Disco.

    Um outro detalhe importante no próximo passo é que o processo de instalação da imagem personalizada irá solicitar a criação de um novo usuário. Isto pode significar a criação de uma conta de usuário desnecessária.

    Recomendação: Ative a conta Built-in Administrator do Windows 7 e exclua sua conta de usuário. Após efetuar o processo de instalação, crie normalmente sua conta de usuário e efetue o logon com ela.

    É possível automatizar o processo de instalação do Windows 7 e que deve ser feito somente após ter sua imagem capturada.

    Se você desejar, utilize este outro artigo para ter um processo de instalação não assistido (unattended): Windows AIK – Criando uma imagem de instalação autonoma do Windows 7

    No computador de referência, devidamente configurado e com suas aplicações instaladas, abra o Prompt de Comando elevando seus privilégios, Execute então o comando sysprep /oobe /generalize /reboot.

    OBS: Se ocorrer algum tipo de erro no processo do SysPrep referente acesso negado e/ou arquivos em uso, verifique os seguintes locais onde os logs da ferramenta são criados para identificar os motivos: C:\Windows\System32\Sysprep\Panther e C:\Windows\Panther.

    Neste momento, insira o CD ou Pendrive onde gravou o Windows PE + ImageX para que ao reiniciar seu sistema possa efetuar o boot com ele.

    Aguarde o SysPrep executar seus procedimentos, reiniciar o Windows 7 e colocá-lo no estado necessários para ser feita a captura da imagem.

    Sysprep /oobe /generalize /reboot
    Após efetuar o boot com o Windows PE e aguardar o processo de inicialização do mesmo, você irá a seguinte interface com o Prompt de Comando aberto:
    Windows PE loaded

    O que você precisa fazer agora é listar os volumes de discos existentes para determinar qual é o volume que será capturado e qual o volume será o destino da imagem capturada.

    Você pode armazenar sua imagem no mesmo disco a ser capturado, em um disco externo, uma segunda partição, um segundo disco ou em um local em rede devidamente mapeado.

    Para este exemplo, eu tenho um segundo volume local onde armazenarei minha imagem personalizada. Vamos agora utilizar o DISKPART para listarmos os volumes existentes. Digite os seguintes comandos:

    1. diskpart
    2. list disk
    3. select disk 0
    4. list volume

    Com estes quatro comandos anteriores iremos verificar a letra atribuída aos volumes que precisamos utilizar pelo Windows PE. Na imagem abaixo podemos verificar que o volume do Windows 7 é o F e o volume que irei utilizar para armazenar a imagem, DEPLOY, possui a letra D.

    DiskPart Tool

    Digite exit para sair do diskpart para iniciarmos a captura da imagem personalizada do Windows 7.

    Execute o comando a seguir para capturarmos a imagem do Windows 7:

    imagex /capture Source: Destination:\Install.wim “Windows 7 Ultimate Custom” “Windows 7 Ultimate + Microsoft Office 2010 Professional Plus + Adobe Reader + ESET Smart Security” /compress maximum /flags “ULTIMATE”

    ImageX Capture

    Neste momento você precisará esperar o processo de captura que levará vários minutos. Vamos aproveitar para entender as partes do comando utilizado anteriormente:

    • ImageX – chama o utilitário
    • /Capture – informa que faremos a captura de um volume
    • Source: – letra atribuída ao volume a ser capturado
    • Destination:\Install.wim – local de destino e arquivo que será criado contendo a imagem personalizada
    • “Windows 7 Ultimate” – nome da imagem a ser colocado no arquivo de informação da imagem
    • “Windows 7 Ultimate +…+ ESET Smart Security” – descrição da imagem
    • /compress maximum - informa ao imagex que comprima ao máximo a imagem final
    • /flags “ULTIMATE” – informação sobre a versão a ser colocado no arquivo de informado da imagem

    Se o processo for concluído com sucesso, você receberá a mensagem abaixo:

    ImageX Capture Sucessfully

    Digite exit para sair do Windows PE e reinicializar seu computador. Aguarde que o processo de inicialização seja feito e as etapas para criar seu usuário, informações de localização, chave de produto, nome do computador, etc. serem concluídas.

    Concluímos o processo de captura da imagem, precisamos agora copiar o conteúdo do DVD ou ISO de instalação do Windows 7 para um diretório em seu computador. Copie para onde desejar, por exemplo, C:\Windows7.

    Após terminar de copiar os arquivos de instalação do Windows 7, iremos precisar do arquivo que criamos no processo de captura da imagem, em meu caso, D:\install.wim. Copie o arquivo do local que informou no processo para o diretório \sources dentro do diretório que criou para armazenar os bits de instalação do Windows 7.

    Não se preocupe com a mensagem de que já existe um arquivo com o mesmo nome, sobre escreva o arquivo nativo pelo arquivo que capturamos anteriormente.

    Já temos o que precisamos para criar uma imagem de instalação personalizada. Agora vamos para a etapa final, criarmos uma imagem ISO inicializável personalizada do Windows 7.

    Abra novamente o atalho Iniciar > Todos os Programas > Microsoft Windows AIK > Deployment Tools Command Prompt – clique com o botão direito e escolha Executar como administrador.

    Antes de criarmos a imagem, verifique o tamanho final do arquivo Install.wim que criou. Se o tamanho do arquivo for superior a 4,5GB será necessário informar a ordem de inicialização dos arquivos necessários para o boot da imagem.

    Se o tamanho for superior a 4,5GB, abra o Bloco de notas, copie o conteúdo abaixo e cole no mesmo. Salve o arquivo no C:\ com o nome Bootorder.txt.

    bootmgr
    boot\bcd
    boot\boot.sdi
    boot\bootfix.bin
    boot\bootsect.exe
    boot\etfsboot.com
    boot\memtest.efi
    boot\memtest.exe
    boot\en-us\bootsect.exe.mui
    boot\fonts\chs_boot.ttf
    boot\fonts\cht_boot.ttf
    boot\fonts\jpn_boot.ttf
    boot\fonts\kor_boot.ttf
    boot\fonts\wgl4_boot.ttf
    sources\boot.wim

    Digite o comando:

    oscdimg -m -n -yoC:\Bootorder.txt -bD:\Windows7\boot\etfsboot.com D:\Windows7 D:\Temp\Windows7Custom.iso -l”Windows 7 Custom”

    Caso não possua uma imagem superior a 4,5GB, remova o conjunto -yoC:\Bootorder.txt do comando anterior.

    Grave a imagem resultante do comando anterior em um DVD e/ou Pendrive e utilize-a em uma máquina virtual, pore exemplo, para validar o resultado final: uma imagem personalizada tal como a que capturou no inicio.

    Uma observação importante neste processo quando atingimos um tamanho superior a 4.5GB no arquivo install.wim é que após gerar a imagem ISO com o utilitário OSCDIMG, ao efetuar uma instalação o processo podemos receber uma falha tendo como resultado uma mensagem de erro informando que o arquivo install.wim está corrompido.

    Este problema está ligado ao padrão ISO 9660 utilizado no processo de criação da imagem ISO que limita o tamanho de um arquivo a 4GB.

    Se você receber algum tipo de erro no processo de instalação referente ao arquivo install.wim e possuir uma imagem superior a 4GB minha recomendação é que seja criado um DVD estendido de instalação.

    Como criar este DVD estendido? É simples caro leitor!

    Você precisará efetuar os seguintes passos tendo como referência um arquivo install.wim com tamanho de 6GB:

    1. Crie os diretórios C:\DVD1, C:\DVD2 e C:\TEMP.
    2. Copie o conteúdo do DVD de instalação do Windows 7 para ambos os diretórios C:\DVD1 e C:\DVD2.
    3. Crie o diretório C:\Custom e armazene o arquivo install.wim gerado na captura da imagem personalizada.
    4. Abra o utilitário Deployment Tools Command Prompt com privilégios elevados.
    5. Execute o comando a seguir: ImageX /Split C:\Custom\Install.wim C:\Custom\Install.swm 3072 – este comando irá quebrar o arquivo install.wim em partes com tamanhos de 3GB ou menores de nomes install.swm, install1.swm,…, installN.swm.
    6. Exclua o arquivo C:\DVD1\sources\install.wim e C:\DVD2\sources\install.wim.
    7. Copie o arquivo C:\Custom\install.swm para C:\DVD1\sources.
    8. Copie o arquivo C:\Custom\install1.swm para C:\DVD2\sources.
    9. Execute novamente o utilitário OSCDIMG em ambos os diretório DVD1 e DVD2: oscdimg -m -n -yoC:\Bootorder.txt -bC:\DVD1\boot\etfsboot.com C:\DVD1 C:\TEMP\Windows7Custom_DVD1.iso. Em seguida o segundo comando: oscdimg -m -n -yoC:\Bootorder.txt -bC:\DVD2\boot\etfsboot.com C:\DVD2 C:\TEMP\Windows7Custom_DVD2.iso.
    10. Grave a imagem Windows7Custom_DVD1.iso em um DVD e a imagem Windows7Custom_DVD2.iso em outro DVD.
    11. Inicie o processo de instalação do Windows 7 com o primeiro DVD e aguarde pela solicitação do segundo DVD.

    O Windows Setup iniciará o processo de instalação identificando que o arquivo usado, install.swm, é parte de outro arquivo estendido e automaticamente solicitará os DVD necessários.

    A criação dos diretório DVD1, DVD2,…,DVDN serão definidos de acordo com o número de arquivos resultantes do comando ImageX /Split. Se obtiver três (3) arquivo .swm deverá criar os diretórios DVD1, DVD2 e DVD3 e assim em diante.

    Retornando agora ao assunto do artigo, é indispensável citar aqui que não é necessário desabilitar a conta Built-in Administrator que ativamos no inicio. O SysPrep realiza esta ação por default em seu processo de preparação da imagem.

    Um detalhe de suma importância também já que estamos próximos do lançamento do Service Pack 1 para o Windows 7 é que o processo que realizamos aqui serve para integrarmos o mesmo a imagem.

    Faça a instalação do SP1 e refaça todos os passos aqui indicados. Lembrem-se também que agora vocês já podem aplicar os passos para criar uma instalação não assistida como citei no inicio.


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Monday, June 18, 2012 11:05 AM
  • Bom dia Danilo AC,

    Além da dica do Wagner, que é muito válida e interessante, uma outra alternativa seria de criar um arquivo de resposta. (Unnatended) ou instalação não assistida do windows.

    Um arquivo de resposta é um arquivo onde você deixa pré configurado todas as perguntas que o Windows faria pra você na hora da instalação, Ex: Nome da maquina, serial e etc, você colocaria tudo isso em um arquivo de resposta padrão e poderia fazer a instalação com mais comodidade e em múltiplas maquinas ao mesmo tempo sem a necessidade de interação com a maquina

    Passo a passo: Criar um arquivo de resposta simples

    Essa orientação descreve como criar um arquivo de resposta simples. Um arquivo de resposta simples inclui as configurações básicas da Instalação do Windows e as personalizações mínimas do Boas-vindas do Windows. Este exemplo não importa nenhum driver, aplicativo ou pacote especial. Ao término dessa orientação, você pode executar a Instalação do Windows com esse arquivo de resposta, para criar uma instalação autônoma.

    Pré-requisitos

    Para concluir essa orientação, você precisa do seguinte:

    • Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows (Windows SIM) instalado no computador de um técnico. Para obter mais informações, consulte Criando um computador de referência.
    • Uma cópia autorizada do DVD do Windows Vista.
    • Mídia removível, como disquete ou uma unidade flash USB (UFD).

    Etapa 1: Criar um novo arquivo de resposta

    Nesta etapa, você criará um catálogo e um novo arquivo de resposta em branco. Um arquivo de catálogo (.clg) é um arquivo binário que contém o estado de todas as configurações e pacotes de uma imagem do Windows.

    1. No computador do técnico, insira o DVD do Windows Vista na unidade de DVD-ROM local.
    2. Na área de trabalho do computador de referência, navegue para o diretório \Sources no DVD-ROM. Copie o arquivo Install.wim do DVD do Windows para um local no computador.
    3. Abra o Windows SIM. Na área de trabalho do computador, clique em Iniciar, aponte para Programas, Microsoft Windows OPK (ou Windows AIK) e clique em Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows.
    4. No menu Arquivo, clique em Selecionar Imagem do Windows.
    5. Na caixa de diálogo Selecionar Imagem do Windows, vá para o local onde você salvou o arquivo Install.wim e clique em Abrir.
      noteObservação
      Um aviso de que não existe um arquivo .clg aparecerá. Clique em OK para criar um arquivo .clg. Se houver mais de uma imagem do Windows no arquivo .wim, você receberá uma solicitação para selecionar aquela que deverá ser aberta.

    6. No menu Arquivo, clique em Novo Arquivo de Resposta.

    Continue lendo esse Post em : http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc749317(v=ws.10).aspx 

    espero ter contribuído com sua solução


    Renne Augusto Baraçal Cardoso

    Monday, June 18, 2012 12:09 PM
  • Bom Dia Danilo,

    - Quando falamos em instalações únicas, são instalações que foram liberadas de um outro SID que acompanha uma imagem criada, por isto o Sysprep é executado antes de criar a imagem.

    - Dependento da fase do processo pode-se copiar pelo ambiente gráfico, porem não vejo porque, todo o processo de criação não é demorado.
    - A versão X86 Server sim para aplicar imagens em 64.
    - O WAIK pode ser instalado em qualquer hardware, o que é levado em consideração é a versão dele para o Sistema operacional que está instalando.
    - O Sysprep pode ser executado tanto pelo ambiente gráfico como pelo prompt que é o caso do comando mencionado.

    Qualquer dúvida continue postando.
    Grande Abraço


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Wednesday, June 20, 2012 2:03 PM
  • Boa Tarde Danilo,

    Leia mais sobre o assunto, para que possa executar as tarefas com segurança.

    O Windows WAIK é uma Ferramenta para que você monte algumas tarefas administrativas a partir dele.

    O arquivo de respostas para instalação do Windows, que faz uma instalação automatizada é um deles.

    O Sysprep tem outra função, que em conjunto com o WAIK vai complementar. O Sysprep remove o vinculo de instalação o SID e pode desvincular o Hardware também, ou não.

    São produtos diferentes, podem se complementam.

    Grande Abraço, qualquer dúvida continue postando...

    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Friday, June 22, 2012 6:08 PM
  • Fala Danilo

    Isso mesmo, a solução de Wagner atende a sua necessidade, com o sysprep /genaralize antes da captura da imagem vc poderá instala-la em qq computador compatível com Windows 7 independente do hardware, com a instalação normal só que "A Gosto", perssonalizada.

    Wagner, excelente post, show de bola, só tenho algo a acrescenter quanto a parte de instalação pós captura da imagem. Essa imagem é do mesmo tipo utilizada para a instalação padrão do Windows 7, então fica mais simples fazer o seguinte:  

        - Com o arquivo *.WIM criado, faça a instalação normal do Windows 7, substituindo pelo original do DVD de instalação na pasta Source\install.wim, e grave o DVD modificado. Recomendo a utilização de o software editor de *.ISO, assim vc pega iso do DVD do Windows 7 e faz a substituição com o velho copiar e colar, grava o DVD com a iso motificada e pronto. Seu Windows 7 perssonalizado pronto para instalar em qq computador.

         - Mais interessante ainda é instalar a pela rede, coloque o conteúdo do DVD personalizado em um compartilhamento da rede, tenho o Windows PE para dar o boot no computador a ser instalado, mapei a unidade de rede onde esta o conteúdo do DVD e execute o Setup.exe na raiz. Pronto, a instalação normal do Windows 7 acontece.

    Sunday, June 24, 2012 2:01 AM
  • Bom Dia Alison,

    Sua idéia é interessante, se ele pretende trabalhar somente com uma imagem de instalação.

    Com a mídia do WinPe, ele pode ter um DVD com várias imagens, pode ser até uma para cada setor por exemplo.

    o que pode ser depois aplicado a um software de deployment como o WDS ou MDT o que tonar-se mais flexível.

    Abs

    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Monday, June 25, 2012 10:57 AM

All replies

  • Bom Dia Danilo,

    A imagem vai funcionar se o Hardware for idêntico.
    O problema é que quando instala o Windows ele gera um SID de instalação e este vai ficar sendo replicado nas outras instalações.

    O correto seria desvincular o OS dos drivers com o Sysprep antes de aplicar esta imagem em outros PCS para desvincular o SID somente:
    Podem para capturar estas imagens desvinculadas vai precisar fazer o uso do WinPE ou outro spoftware de terceitos que rode o sysprep antes de criar a imagem.

    Segue um tutorial bem bacana sobre a aplicação do Sysprep de nosso aigo e colaborador Jorge Barata.
    http://www.jorgebarata.eti.br/sysprep-o-que-e-quando-usar



    Sysprep: O que é e quando usar.

    Muitos usuários, assim como eu, já passaram pela seguinte situação: criar uma VM e após duplicar (copiar/colar) a mesma, promove uma das cópias para Domain Controller e, ao tentar colocar a VM no dimínio recém criado, acontece um erro de SID duplicado. Então, como resolver o problema? Criar uma VM exclusiva para o DC. Desse modo, teríamos outro problema que seria o espaço em disco, ou melhor, a falta de espaço em disco (apesar da relação Mb/Real ter diminuido muito, ainda não é tão viável adquirir um storage exclusivo para VM’s) e do tempo dispendido para a criação das VM’s do zero. E esse exemplo é um dos motivos! E qual seria a solução mais prática? A resposta é simples: usando o comando Sysprep!

    Antes de partirmos para um exemplo prático do uso do Sysprep, este artigo vai abordar um pouco sobre este comando, ainda, pouco conhecido e alguma de suas características.

    Vamos lá!

    O que é o Sysprep?

    A ferramenta System Preparation (Sysprep) prepara uma instalação do Windows para duplicação (o exemplo acima), auditoria e para entrega ao cliente. Como assim “entrega ao cliente”? Quando, após uma instalação limpa, se instala os drivers adicionais e aplicações e usa o Sysprep para preparar uma imagem para ser entregue ao cliente. Os computadores que vem com o Windows instalado e customizado pelo fabricante (OEM). Duplicação, também chamado de imagem, permite você capturar uma imagem do Windows personalizada que pode ser reutilizada em toda a organização. O modo de auditoria permite que você adicione drivers de dispositivos adicionais ou aplicações para uma instalação do Windows. Este artigo abordará, mais adiante, cada um desses cenários onde o Sysprep pode ser utilizado, bem como seus benefícios e algumas de suas limitações.

    Vamos falar sobre os cenários, ou os modos, que se pode utilizar o sysprep.

    1) Criação Build-to-Plan (BTP) de uma imagem do Windows:

    Neste cenário, se pode criar uma única imagem de referência do Windows para instalar em computadores que utilizem a mesma configuração de hardware. Pode-se, ainda, personalizar uma instalação única do Windows, instalando o Windows e em seguida, incluir drivers e aplicativos adicionais. Após o procedimento anterior, captura-se a imagem do Windows e a usa para instalar em seus computadores. Não é preciso fazer mais modificações adicionais nesta imagem.

    Passo-a-passo para a utilização deste cenário:

    1) Instala-se o Windows em um computador de referência;

    2) Depois de finalizar a instalação, você reboota o computador e instala os drivers ou aplicações;

    3) Depois de atualizar a instalação do Windows, você executa o comando sysprep / oobe / generalize. A opção / generalize instrui o Sysprep para remover dados específicos do sistema do Windows instalado. As informações específicas do sistema incluem: os logs de evento (Event Viewer), o identificador único de segurança (SIDs) e outras informações exclusivas. Após as informações do sistema original forem removidas, o computador é desligado. A opção / oobe instrui a instalação do Windows para executar o Windows Welcome na próxima vez que o computador for inicializado;

    4) Após o computador reiniciar, você pode efetuar o boot normalmente;

    Exemplo:  
    Sysprep_01
    Sysprep_02
    Sysprep_03
    Sysprep_04

    Neste exemplo, o Sysprep foi executado em uma VM do Windows 7 RTM que servirá de disco diferencial. Ao finalizar, a VM será desligada. Agora é só usar esta imagem como disco diferencial e toda vez que iniciar uma VM nova, gastarei menos de 10 minutos até que tenha uma máquina nova que poderá executar qualquer função de servidor, inclusive um DC.  
    É uma ótima técnica para quem, como eu, não possui muito espaço livre para VMs de teste e não quer gastar muito tempo criando uma VM nova.   

    2) Criação Build-to-Order (BTO) de uma imagem do Windows:

    No cenário BTO, você começa com uma imagem de referência do Windows. Depois de instalar esta imagem de referência, você faz atualizações adicionais para as instalações do Windows que são únicas para o computador que você está instalando. Em geral, estes aplicativos ou atualizações são solicitados pelo cliente. Ao iniciar em modo de auditoria, Você pode instalar dispositivos adicionais e aplicações específicas para o computador.

    A diferença entre os cenários BTP para o BTO é que as alterações adicionais que você faz às instalações de referência do Windows são únicas para o computador.

    Passo-a-passo para a utilização deste cenário:

    1) Você inicia com uma imagem de referência do Windows que deseja aplicar a todos os computadores de sua empresa;

    2) Instala em um computador uma imagem de referência do Windows que deverá ser entregue ao cliente;

    3) Depois de finalizar a instalação, você executa o comando sysprep / audit / generalize / shutdown para configurar o Windows a bootar no modo de auditoria.

    4) Use a nova imagem de referência do Windows para instalar em outro computador. A imagem será aplicada no computador e o Windows executará o boot pelo modo de auditoria;

    5) Você pode instalar aplicações adicionais ou outros updates baseados nas solicitações do cliente. Você pode, também, testar o computador para verificar se todos os componentes estão funcionando corretamente;

    6) Depois que você atualizar a instalação do Windows, você executará o comando sysprep / oobe / shutdown.

    7) O computador estará pronto para ser entregue ao cliente e, quando ele executar o Windows, irá aparecer a tela Windows Welcome.

    Bootando pelo modo de auditoria

    O modo de auditoria habilita que empresas OEM possam customizar rapidamente suas instalações Windows. No modo de auditoria você pode instalar aplicações, adicionar drivers de dispositivos, executar scripts, testar e validar a instalação do Windows. O modo de auditoria não requer que as configurações do Windows Welcome sejam aplicadas.

    Tipicamente, o Windows iniciará o Windows Welcome imediatamente após a instalação. Entretanto, para bootar pelo modo de auditoria, teremos que bypassar pelo Windows Welcome e bootar diretamente para o desktop. Isso possibilita você a iniciar o seu processo de customização o mais rápido possível.

    Além disso, com o modo de auditoria habilitado, você pode verificar se seu computador encontra-se funcional antes de entregar ao cliente. Você pode verificar se a primeira experiência do usuário executará como esperado, e as costumizações OEM e as informações sobre as opções de suporte da sua empresa estarão presentes.

    Existem muitas maneiras de bootar pelo modo de auditoria:

    • Para instalações assisitidas, na tela do Windows Welcome, pressione as teclas CTRL + SHIFT + F3;
    • Em uma instalação desassistida, adicione o componente Microsoft-Windows-Deployment à configuração oobeSystem. Na configuração Reseal | Mode, especifique Audit. Quando o Windows completar a instalação, o computador reiniciará no modo de auditoria. Para mais informações sobre esta configuração, leia Unattended Windows Setup Reference;
    • Execute sysprep /audit no prompt de comando.

    Para mais informações sobre o modo de auditoria, veja [http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc722413(WS.10).aspx]

    Depois que você fizer as configurações na instalação do Windows, você pode preparar o computador para ser entregue ao cliente, executando o comando sysprep /oobe. A opção /oobe instrui o Windows a executar o Windows Welcome na próxima vez que o computador bootar.

    Citarei, logo abaixo, algumas limitações do Sysprep que acho importantes:

    • O Sysprep não deverá ser adotado como opção para upgrade de SO. Somente para imagem em instalações limpas do Windows;
    • Os dispositivos plug-and-play dos computadores de referência e destino, devem ser instalados antes de gerar a imagem;
    • O relógio para ativação iniciará na primeira vez que o Windows iniciar. Você poderá usar o Sysprep três vezes, no máximo, para resetar o relógio do Windows Product Activation. Após a terceira vez, o relógio não resetará mais;
    • O Sysprep executará somente em um computador membro de um grupo de trabalho. Não em um membro do domínio. Se o computador já estiver adicionado ao domínio, após executar o Sysprep, ele removerá o computador do domínio;
    • Não execute o Sysprep em partições, ou volumes, NTFS em que as pastas e arquivos esteja criptografados, pois estas pastas ou arquivos ficarão completamente ilegíveis ou corrompidas;

      Para maiores informações, veja no paper [http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc721940(WS.10).aspx].


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Monday, June 18, 2012 11:03 AM
  • Complementando.

    Artigo para criar o WinPE.
    Com ele vai poder aplicar suas imagens desvinculadas do SID.

    http://athiago.wordpress.com/2011/02/06/windows-pe-imagex-capturando-e-criando-uma-imagem-personalizada-do-windows-7/

    Windows PE + ImageX – Capturando e criando uma imagem personalizada do Windows 7

    Olá caro leitor!

    Seguindo a linha de artigos anteriores, vou falar agora sobre o uso do Windows PE e ImageX para se obter uma imagem de instalação personalizada do Windows 7.

    Nos últimos meses percebi uma grande procura por este tipo de procedimento e publiquei vários artigos sobre o assunto com base em algumas ferramentas da Microsoft.

    É fato também que a grande maioria dos artigos que contemplam este tipo de procedimento estão nativamente no idioma inglês e que muitos leitores não se sentem confortáveis em executar procedimentos não escritos em nosso idioma.

    Pensando nisto, resolvi escrever este breve How Do I sobre como utilizar o Windows PE e o ImageX com a finalidade de capturar uma imagem personalizada o Windows 7.

    Vamos aos itens que precisamos:

    • Windows AIK instalado. Se não o tiver, faça o download aqui: Windows AIK para Windows 7
    • Um computador de referência com o Windows 7 e todas as alterações, aplicativos e drivers instalado – uma máquina virtual pode ser utilizada também.
    • Um CD e/ou Pendrive para armazenar o Windows PE e ImageX.
    • O DVD e/ou imagem ISO contendo os bits de instalação do Windows 7.

    Tendo obtido os itens necessários, vamos aos passos a serem executados para nosso objetivo, ter uma imagem personalizada do Windows 7.

    Precisamos primeiramente trabalhar com o Windows AIK para criarmos uma imagem do Windows PE com o Imagex integrado.

    Para isso abra Iniciar > Todos os Programas > Microsoft Windows AIK > Deployment Tools Command Prompt – clique com o botão direito e escolha Executar como administrador.

    Na janela do Command Prompt execute o comando copype.cmd {Arquitetura} {Destino} – copype.cmd x86 C:\WinPE_x86. A imagem abaixo mostra o comando e seu resultado:

    Windows PE Resources Copy

    O comando anterior simplesmente copia os bits nativos do Windows PE para D:\WinPE_x86. Este procedimento é utilizado para mantermos a imagem nativa em seu local padrão e manipularmos os bits em outro local de acordo com a nossa necessidade.

    Verifique corretamente a plataforma de hardware, se x86 ou x64, que possui e faça o uso da versão do Windows PE correta. Substitua no comando anterior o item {Arquitetura} pelo diretório correto.

    Para este exemplo vou utilizar a plataforma x86 do Windows PE para os comandos posteriores.

    Retomando, após copiarmos os bits do Windows PE, vamos começar a manipular a imagem.

    Podemos manipular uma imagem .WIM tanto com o ImageX quanto pelo DISM. Ambos os utilitários estão presentes no Windows AIK, porém, o DISM já está presente nativamnte no Windows 7.

    Execute o comando a seguir para montarmos a imagem do Windows PE:

    DISM /Mount-WIM /WIMFile:D:\WinPE_x86\winpe.wim /Index:1 /MountDir:D:\WinPE_x86\mount.

    Windows PE Mounted

    Agora que temos o Windows PE montado no diretório D:\WinPE_x86\Mount ou o diretório de destino que utilizou, vamos copiar o utilitário do ImageX para dentro da imagem montada.

    Use o seguite comando:

    copy “C:\Program Files\Windows AIK\Tools\x86\imagex.exe” D:\WinPE_x86\mount\Windows\System32

    Copy Imagex to Windows PE

    Nosso próximo passo é criar um arquivo de exclusão para orientar o ImageX que ignore determinados arquivos que podem causar uma falha no processo de captura se estiverem bloqueado por uso.

    É importante mencionar que o arquivo wimscript.ini é opcional e o não uso do mesmo não irá interferir no resultado de sua imagem.

    Por padrão, o ImageX já ignora determinados arquivos no processo de captura da imagem.

    O arquivo é uma recomendação da Microsoft e permite que o ImageX utilize-o para a exclusão de diretórios e/ou arquivo determinados pelo profissional que está contruindo a imagem.

    No momento que o ImageX é invocado pelo Windows PE, ele verifica a existência do arquivo Wimscript.ini em seu diretório e o lê para determinar o que precisa ser ignorado.

    Abra o Bloco de notas e cole o conteúdo abaixo:

    [ExclusionList]
    ntfs.log
    hiberfil.sys
    pagefile.sys
    “System Volume Information”
    RECYCLER
    Windows\CSC

    [CompressionExclusionList]
    *.mp3
    *.zip
    *.cab
    \WINDOWS\inf\*.pnf

    Neste momento, caso houverem outros tipos de arquivos e/ou diretórios a serem excluídos, inclua no corpo do arquivo.

    Salve o arquivo no mesmo diretório em que copiou o ImageX anteriormente, em meu caso, D:\WinPE_x86\mount\Windows\System32 com o nome Wimscript.ini.

    Neste momento já possuimos o necessário para capturarmos nossa imagem do Windows 7, o Windows PE e o ImageX. Precisamos agora desmontar a imagem do Windows PE e efetivar as alterações.

    Utilize o comando:

    DISM /UnMount-WIM /MountDir:D:\WinPE_x86\mount /Commit

    Windows PE Unmounted and Commited

    Agora vamos copiar o arquivo winpe.wim do Windows PE que acabamos de manipular e integrar o ImageX. Utilize o comando:

    copy D:\WinPE_x86\winpe.wim D:\WinPE_x86\ISO\sources\boot.wim /y

    Copy Windows PE

    Precisamos neste momento gerar uma imagem .ISO inicializável do Windows PE para gravarmos em um CD e/ou Pendrive.

    Utilizaremos o utilitário OSCDIMG com o comando:

    oscdimg -n -h -bD:\WinPE_x86\etfsboot.com D:\WinPE_x86\ISO D:\WinPE_x86\WinPE_x86.iso

    Building Windows PE ISO Image

    Agora é necessário gravar a imagem WinPE_x86.iso em um CD e/ou Pendrive para podermos iniciar o computador de referência.

    Antes de aplicarmos o SysPrep no computador de referência é importante realizarmos algumas ações no sistema operacional de referência:

    1. Limpar os temporários do Internet Explorer.
    2. Remover arquivos e diretórios criados manualmente.
    3. Executar uma Limpeza de Disco.

    Um outro detalhe importante no próximo passo é que o processo de instalação da imagem personalizada irá solicitar a criação de um novo usuário. Isto pode significar a criação de uma conta de usuário desnecessária.

    Recomendação: Ative a conta Built-in Administrator do Windows 7 e exclua sua conta de usuário. Após efetuar o processo de instalação, crie normalmente sua conta de usuário e efetue o logon com ela.

    É possível automatizar o processo de instalação do Windows 7 e que deve ser feito somente após ter sua imagem capturada.

    Se você desejar, utilize este outro artigo para ter um processo de instalação não assistido (unattended): Windows AIK – Criando uma imagem de instalação autonoma do Windows 7

    No computador de referência, devidamente configurado e com suas aplicações instaladas, abra o Prompt de Comando elevando seus privilégios, Execute então o comando sysprep /oobe /generalize /reboot.

    OBS: Se ocorrer algum tipo de erro no processo do SysPrep referente acesso negado e/ou arquivos em uso, verifique os seguintes locais onde os logs da ferramenta são criados para identificar os motivos: C:\Windows\System32\Sysprep\Panther e C:\Windows\Panther.

    Neste momento, insira o CD ou Pendrive onde gravou o Windows PE + ImageX para que ao reiniciar seu sistema possa efetuar o boot com ele.

    Aguarde o SysPrep executar seus procedimentos, reiniciar o Windows 7 e colocá-lo no estado necessários para ser feita a captura da imagem.

    Sysprep /oobe /generalize /reboot
    Após efetuar o boot com o Windows PE e aguardar o processo de inicialização do mesmo, você irá a seguinte interface com o Prompt de Comando aberto:
    Windows PE loaded

    O que você precisa fazer agora é listar os volumes de discos existentes para determinar qual é o volume que será capturado e qual o volume será o destino da imagem capturada.

    Você pode armazenar sua imagem no mesmo disco a ser capturado, em um disco externo, uma segunda partição, um segundo disco ou em um local em rede devidamente mapeado.

    Para este exemplo, eu tenho um segundo volume local onde armazenarei minha imagem personalizada. Vamos agora utilizar o DISKPART para listarmos os volumes existentes. Digite os seguintes comandos:

    1. diskpart
    2. list disk
    3. select disk 0
    4. list volume

    Com estes quatro comandos anteriores iremos verificar a letra atribuída aos volumes que precisamos utilizar pelo Windows PE. Na imagem abaixo podemos verificar que o volume do Windows 7 é o F e o volume que irei utilizar para armazenar a imagem, DEPLOY, possui a letra D.

    DiskPart Tool

    Digite exit para sair do diskpart para iniciarmos a captura da imagem personalizada do Windows 7.

    Execute o comando a seguir para capturarmos a imagem do Windows 7:

    imagex /capture Source: Destination:\Install.wim “Windows 7 Ultimate Custom” “Windows 7 Ultimate + Microsoft Office 2010 Professional Plus + Adobe Reader + ESET Smart Security” /compress maximum /flags “ULTIMATE”

    ImageX Capture

    Neste momento você precisará esperar o processo de captura que levará vários minutos. Vamos aproveitar para entender as partes do comando utilizado anteriormente:

    • ImageX – chama o utilitário
    • /Capture – informa que faremos a captura de um volume
    • Source: – letra atribuída ao volume a ser capturado
    • Destination:\Install.wim – local de destino e arquivo que será criado contendo a imagem personalizada
    • “Windows 7 Ultimate” – nome da imagem a ser colocado no arquivo de informação da imagem
    • “Windows 7 Ultimate +…+ ESET Smart Security” – descrição da imagem
    • /compress maximum - informa ao imagex que comprima ao máximo a imagem final
    • /flags “ULTIMATE” – informação sobre a versão a ser colocado no arquivo de informado da imagem

    Se o processo for concluído com sucesso, você receberá a mensagem abaixo:

    ImageX Capture Sucessfully

    Digite exit para sair do Windows PE e reinicializar seu computador. Aguarde que o processo de inicialização seja feito e as etapas para criar seu usuário, informações de localização, chave de produto, nome do computador, etc. serem concluídas.

    Concluímos o processo de captura da imagem, precisamos agora copiar o conteúdo do DVD ou ISO de instalação do Windows 7 para um diretório em seu computador. Copie para onde desejar, por exemplo, C:\Windows7.

    Após terminar de copiar os arquivos de instalação do Windows 7, iremos precisar do arquivo que criamos no processo de captura da imagem, em meu caso, D:\install.wim. Copie o arquivo do local que informou no processo para o diretório \sources dentro do diretório que criou para armazenar os bits de instalação do Windows 7.

    Não se preocupe com a mensagem de que já existe um arquivo com o mesmo nome, sobre escreva o arquivo nativo pelo arquivo que capturamos anteriormente.

    Já temos o que precisamos para criar uma imagem de instalação personalizada. Agora vamos para a etapa final, criarmos uma imagem ISO inicializável personalizada do Windows 7.

    Abra novamente o atalho Iniciar > Todos os Programas > Microsoft Windows AIK > Deployment Tools Command Prompt – clique com o botão direito e escolha Executar como administrador.

    Antes de criarmos a imagem, verifique o tamanho final do arquivo Install.wim que criou. Se o tamanho do arquivo for superior a 4,5GB será necessário informar a ordem de inicialização dos arquivos necessários para o boot da imagem.

    Se o tamanho for superior a 4,5GB, abra o Bloco de notas, copie o conteúdo abaixo e cole no mesmo. Salve o arquivo no C:\ com o nome Bootorder.txt.

    bootmgr
    boot\bcd
    boot\boot.sdi
    boot\bootfix.bin
    boot\bootsect.exe
    boot\etfsboot.com
    boot\memtest.efi
    boot\memtest.exe
    boot\en-us\bootsect.exe.mui
    boot\fonts\chs_boot.ttf
    boot\fonts\cht_boot.ttf
    boot\fonts\jpn_boot.ttf
    boot\fonts\kor_boot.ttf
    boot\fonts\wgl4_boot.ttf
    sources\boot.wim

    Digite o comando:

    oscdimg -m -n -yoC:\Bootorder.txt -bD:\Windows7\boot\etfsboot.com D:\Windows7 D:\Temp\Windows7Custom.iso -l”Windows 7 Custom”

    Caso não possua uma imagem superior a 4,5GB, remova o conjunto -yoC:\Bootorder.txt do comando anterior.

    Grave a imagem resultante do comando anterior em um DVD e/ou Pendrive e utilize-a em uma máquina virtual, pore exemplo, para validar o resultado final: uma imagem personalizada tal como a que capturou no inicio.

    Uma observação importante neste processo quando atingimos um tamanho superior a 4.5GB no arquivo install.wim é que após gerar a imagem ISO com o utilitário OSCDIMG, ao efetuar uma instalação o processo podemos receber uma falha tendo como resultado uma mensagem de erro informando que o arquivo install.wim está corrompido.

    Este problema está ligado ao padrão ISO 9660 utilizado no processo de criação da imagem ISO que limita o tamanho de um arquivo a 4GB.

    Se você receber algum tipo de erro no processo de instalação referente ao arquivo install.wim e possuir uma imagem superior a 4GB minha recomendação é que seja criado um DVD estendido de instalação.

    Como criar este DVD estendido? É simples caro leitor!

    Você precisará efetuar os seguintes passos tendo como referência um arquivo install.wim com tamanho de 6GB:

    1. Crie os diretórios C:\DVD1, C:\DVD2 e C:\TEMP.
    2. Copie o conteúdo do DVD de instalação do Windows 7 para ambos os diretórios C:\DVD1 e C:\DVD2.
    3. Crie o diretório C:\Custom e armazene o arquivo install.wim gerado na captura da imagem personalizada.
    4. Abra o utilitário Deployment Tools Command Prompt com privilégios elevados.
    5. Execute o comando a seguir: ImageX /Split C:\Custom\Install.wim C:\Custom\Install.swm 3072 – este comando irá quebrar o arquivo install.wim em partes com tamanhos de 3GB ou menores de nomes install.swm, install1.swm,…, installN.swm.
    6. Exclua o arquivo C:\DVD1\sources\install.wim e C:\DVD2\sources\install.wim.
    7. Copie o arquivo C:\Custom\install.swm para C:\DVD1\sources.
    8. Copie o arquivo C:\Custom\install1.swm para C:\DVD2\sources.
    9. Execute novamente o utilitário OSCDIMG em ambos os diretório DVD1 e DVD2: oscdimg -m -n -yoC:\Bootorder.txt -bC:\DVD1\boot\etfsboot.com C:\DVD1 C:\TEMP\Windows7Custom_DVD1.iso. Em seguida o segundo comando: oscdimg -m -n -yoC:\Bootorder.txt -bC:\DVD2\boot\etfsboot.com C:\DVD2 C:\TEMP\Windows7Custom_DVD2.iso.
    10. Grave a imagem Windows7Custom_DVD1.iso em um DVD e a imagem Windows7Custom_DVD2.iso em outro DVD.
    11. Inicie o processo de instalação do Windows 7 com o primeiro DVD e aguarde pela solicitação do segundo DVD.

    O Windows Setup iniciará o processo de instalação identificando que o arquivo usado, install.swm, é parte de outro arquivo estendido e automaticamente solicitará os DVD necessários.

    A criação dos diretório DVD1, DVD2,…,DVDN serão definidos de acordo com o número de arquivos resultantes do comando ImageX /Split. Se obtiver três (3) arquivo .swm deverá criar os diretórios DVD1, DVD2 e DVD3 e assim em diante.

    Retornando agora ao assunto do artigo, é indispensável citar aqui que não é necessário desabilitar a conta Built-in Administrator que ativamos no inicio. O SysPrep realiza esta ação por default em seu processo de preparação da imagem.

    Um detalhe de suma importância também já que estamos próximos do lançamento do Service Pack 1 para o Windows 7 é que o processo que realizamos aqui serve para integrarmos o mesmo a imagem.

    Faça a instalação do SP1 e refaça todos os passos aqui indicados. Lembrem-se também que agora vocês já podem aplicar os passos para criar uma instalação não assistida como citei no inicio.


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Monday, June 18, 2012 11:05 AM
  • Bom dia Danilo AC,

    Além da dica do Wagner, que é muito válida e interessante, uma outra alternativa seria de criar um arquivo de resposta. (Unnatended) ou instalação não assistida do windows.

    Um arquivo de resposta é um arquivo onde você deixa pré configurado todas as perguntas que o Windows faria pra você na hora da instalação, Ex: Nome da maquina, serial e etc, você colocaria tudo isso em um arquivo de resposta padrão e poderia fazer a instalação com mais comodidade e em múltiplas maquinas ao mesmo tempo sem a necessidade de interação com a maquina

    Passo a passo: Criar um arquivo de resposta simples

    Essa orientação descreve como criar um arquivo de resposta simples. Um arquivo de resposta simples inclui as configurações básicas da Instalação do Windows e as personalizações mínimas do Boas-vindas do Windows. Este exemplo não importa nenhum driver, aplicativo ou pacote especial. Ao término dessa orientação, você pode executar a Instalação do Windows com esse arquivo de resposta, para criar uma instalação autônoma.

    Pré-requisitos

    Para concluir essa orientação, você precisa do seguinte:

    • Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows (Windows SIM) instalado no computador de um técnico. Para obter mais informações, consulte Criando um computador de referência.
    • Uma cópia autorizada do DVD do Windows Vista.
    • Mídia removível, como disquete ou uma unidade flash USB (UFD).

    Etapa 1: Criar um novo arquivo de resposta

    Nesta etapa, você criará um catálogo e um novo arquivo de resposta em branco. Um arquivo de catálogo (.clg) é um arquivo binário que contém o estado de todas as configurações e pacotes de uma imagem do Windows.

    1. No computador do técnico, insira o DVD do Windows Vista na unidade de DVD-ROM local.
    2. Na área de trabalho do computador de referência, navegue para o diretório \Sources no DVD-ROM. Copie o arquivo Install.wim do DVD do Windows para um local no computador.
    3. Abra o Windows SIM. Na área de trabalho do computador, clique em Iniciar, aponte para Programas, Microsoft Windows OPK (ou Windows AIK) e clique em Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows.
    4. No menu Arquivo, clique em Selecionar Imagem do Windows.
    5. Na caixa de diálogo Selecionar Imagem do Windows, vá para o local onde você salvou o arquivo Install.wim e clique em Abrir.
      noteObservação
      Um aviso de que não existe um arquivo .clg aparecerá. Clique em OK para criar um arquivo .clg. Se houver mais de uma imagem do Windows no arquivo .wim, você receberá uma solicitação para selecionar aquela que deverá ser aberta.

    6. No menu Arquivo, clique em Novo Arquivo de Resposta.

    Continue lendo esse Post em : http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc749317(v=ws.10).aspx 

    espero ter contribuído com sua solução


    Renne Augusto Baraçal Cardoso

    Monday, June 18, 2012 12:09 PM
  • Vlw pessoal pela a atenção,

    na 2 opção de uso do sysprep, faz referênça a instalações únicas para o computador, que instalações são essas? programas comuns como office e pdf por exemplo?

    os montes de comando que se faz no prompt de comando , principalmente para copiar arquivos, não pode ser feito com copiar/colar?

    a versão do winPE x86 serve apenas para personalização de windows 32 e a pasta amd64 para personalização de windows 64bits?

    é no WAIK que consigo fazer a instalação genérica, para qualquer hardware né? sysprep apenas apaga o ID do hardware(mesmo sendo PCs iguais) para distribuição em PCs de mesmo hardware, certo?

    antes de usar o winPE+ImageX, foi ditado o comando: sysprep /oobe /generalize /reboot, se eu chamar o Sysprep.exe via explorer, vai fazer a mesma coisa, certo?


    se sabe, então porque pergunta? não atrapalhe, ajude!!!

    Tuesday, June 19, 2012 10:06 PM
  • Bom Dia Danilo,

    - Quando falamos em instalações únicas, são instalações que foram liberadas de um outro SID que acompanha uma imagem criada, por isto o Sysprep é executado antes de criar a imagem.

    - Dependento da fase do processo pode-se copiar pelo ambiente gráfico, porem não vejo porque, todo o processo de criação não é demorado.
    - A versão X86 Server sim para aplicar imagens em 64.
    - O WAIK pode ser instalado em qualquer hardware, o que é levado em consideração é a versão dele para o Sistema operacional que está instalando.
    - O Sysprep pode ser executado tanto pelo ambiente gráfico como pelo prompt que é o caso do comando mencionado.

    Qualquer dúvida continue postando.
    Grande Abraço


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Wednesday, June 20, 2012 2:03 PM
  • é no WAIK que consigo fazer a instalação genérica, para qualquer hardware né? sysprep apenas apaga o ID do hardware(mesmo sendo PCs iguais) para distribuição em PCs de mesmo hardware, certo?

    - O WAIK pode ser instalado em qualquer hardware, o que é levado em consideração é a versão dele para o Sistema operacional que está instalando.

    não perguntei onde posso instala-lo, mas sim o resultado do WAIK, se é com o uso dele que a instalação do win7, pode ser instalado em quauqer hardware. Com o uso do sysprep só pode instalar o win em hardware igual né!!!


    se sabe, então porque pergunta? não atrapalhe, ajude!!!

    Friday, June 22, 2012 5:52 PM
  • Boa Tarde Danilo,

    Leia mais sobre o assunto, para que possa executar as tarefas com segurança.

    O Windows WAIK é uma Ferramenta para que você monte algumas tarefas administrativas a partir dele.

    O arquivo de respostas para instalação do Windows, que faz uma instalação automatizada é um deles.

    O Sysprep tem outra função, que em conjunto com o WAIK vai complementar. O Sysprep remove o vinculo de instalação o SID e pode desvincular o Hardware também, ou não.

    São produtos diferentes, podem se complementam.

    Grande Abraço, qualquer dúvida continue postando...

    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Friday, June 22, 2012 6:08 PM
  • Bom Dia Alison,

    Sua idéia é interessante, se ele pretende trabalhar somente com uma imagem de instalação.

    Com a mídia do WinPe, ele pode ter um DVD com várias imagens, pode ser até uma para cada setor por exemplo.

    o que pode ser depois aplicado a um software de deployment como o WDS ou MDT o que tonar-se mais flexível.

    Abs

    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    Monday, June 25, 2012 10:57 AM
  • Podem ter certeza que não vou me contentar só com as dicas e o tutorial colocado aqui na postagem.

    Vlw mesmo pessoal pela força, acho que está tão bem informado e rico o tópico, que vai servir para muitos, pelo menos a queles que não tem problema com leitura.

    por enquanto tá bem bom, mas quem tiver mais a acrescentar, agradecemos.


    se sabe, então porque pergunta? não atrapalhe, ajude!!!

    Monday, June 25, 2012 2:33 PM