Introdução


Quando administramos um cluster de virtualização com muitas vms, as vezes temos que controlar se as vms do cluster estão nos nós certos ou talvez devido a uma manutenção precisamos migra-las para outro nó, também precisamos controlar outras propriedades relacionadas as configurações de cluster da vm, neste post vamos ter uma overview de como gerenciar o cluster utilizando Powershell, para nossos exemplos utilizaremos um cluster de Hyper-V 2.0.

O Modulo


Quando instalamos a feature de FailOverCluster é instalado também o modulo de Powershell para o mesmo, podemos invocar esse modulo com o comando

Import-Module FailOverClusters

Esse modulo nos adiciona alguns cmdlets para gerenciarmos o cluster, podemos listá-los.

Get-Command -Module Failoverclusters

Live Migration


A Live migration é um recurso muito utilizado quando queremos mover as maquinas entre nós sem que o usuário perceba, na versão 2.0 só é permitida uma live migration por vez e ela possui alguns requisitos em nível de configuração de cluster.

O cmdlet utilizado para efetuar a migração dos grupos do Cluster para outro nó é o Move-ClusterVirtualMachineRole

A utilização dele é simples, passamos o cluster, o nome do grupo da vm e o nó de destino.

Move-ClusterVirtualMachineRole -Name “VM01” -Cluster “CLUSTER01” -Node “Hypervisor01”

Isso move a vm VM01 para o nó Hypervisor01.

Quick Migration


O recurso de quick migration funciona de uma maneira diferente, ele salva a VM e religa ela no outro nó, o downtime vai ser relativo para cada VM dependendo dos recursos da maquina.

A quick migration via powershell vem desabilitada por padrão, para habilitarmos ela para uma VM executamos

Get-ClusterGroup “VM01” | Get-ClusterResource | Set-ClusterParameter OfflineAction 1

Isso nos permite executarmos a quick migration pelo Powershell, para movermos a VM para outro nó utilizamos o cmdlet, Move-ClusterGroup.

Move-ClusterGroup -Name "RHRDS01" -Node "HV2"

Configurando Nó preferencial


Renomeando


Configurando Failback Windows


Referencias


O conteúdo desse artigo foi baseado no conhecimento adquiro com a experiência em administração de FailOverCluster de Hyper-V 2.0

Este artigo foi originalmente escrito por:
Matheus Kamphorst
blog: http://howtoserver.com
hit counter