Segue um passo a passo do Oracle Linux.

O Oracle é homologado pela Microsoft dentro do Azure.

Fique por dentro do licenciamento pois se você tiver licenciado para um ambiente Onpremissess você precisa estar atualizando sua licença para utilizar no Azure.

Outro ponto, levante com seu parceiro o suporte com o Azure em caso de problemas na máquina com suporte ao Azure.

Quando estamos falando de Oracle sempre verifique detalhadamente a parte de licenciamento pois você pode não ter suporte se algum ponto não for acordado no contrato de licenciamento.

O Oracle é cobrado como Overage, um licenciamento a parte dentro do Azure. Se você tiver um nivel de licenciamento e acesso ao Azure ele virá como Overage como um licenciamento a parte do Azure.

Neste caso nós iremos só tratar de colocar a máquina em provisionamento e entregar ao DBA.

Então vamos lá.

Escolha o Oracle Linux 7.

Acima as configurações do host da máquina e serviço de nuvem, usuário senha, modelo da máquina e escolhemos uma máquina simples para laboratório.
Já sabemos que ambiente de Oracle sabemos que não existe ambiente pequeno pois a maioria é usado para ambientes de performance.

Aqui como nos posts anteriores escolheremos o serviço de nuvem que é automático, região onde será hospedado.


Aqui seguimos só o padrão existente para esta máquina virtual.

Máquina virtual sendo provisionada. Vamos aguardar.

Pronto!! Ambiente provisionado, então vamos acessar a máquina virtual na porta 22.

Acesse através do aplicativo putty.

Oracle Linux entregue.

Lembrando que o Oracle Linux é baseado em Distribuição Redhat e tem pacotes de atualização voltados para o banco de dados Oracle.

Ao instalar um banco de dados Oracle todo o processo de instalação e atualização de pacote facilitam o trabalho pois todo binário é puxado de servidores da Oracle, diferente de Distribuições homologadas como Suse Enterprise e Redhat.