none
Justificativas para continuar utilizando o MS SQL Server RRS feed

  • Discussão Geral

  • Estou com um problema, embora não tenha duvida que hoje o melhor banco de dados seja o MS SQL Server 2008.

    Estou tralhando em uma  empresa pública e devido a um decreto “nada inteligente”, somos obrigados a passar todos os sistemas e bancos de dados para software livre.

    Estou precisando de justificativas (documentos) que provem que o SQL Server é melhor que o Postgre e MySQL.

    Se alguém conhecer algum link com materiais desse tipo.... favor se manifestar.

     

    Obrigado.

     

    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 13:29

Todas as Respostas

  • Tulio,

    Acesse:


    http://www.microsoft.com/brasil/servidores/sql/default.mspx

    http://blogs.technet.com/sqlserverbrasil/
    Pedro Antonio Galvão Junior - MVP - Windows Server System - SQL Server/Coordenador de Projetos/DBA
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 15:40
    Moderador
  • Tulio,

    Acesse:


    http://www.microsoft.com/brasil/servidores/sql/default.mspx

    http://blogs.technet.com/sqlserverbrasil/
    Pedro Antonio Galvão Junior - MVP - Windows Server System - SQL Server/Coordenador de Projetos/DBA
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 15:40
    Moderador
  • Olá Túlio,

    Não há como provar que o SQL Server Server é melhor que o Postgre e o MySQL. Não é possível provar simplesmente porque ele não é.
    Não estou dizendo que o MySQL e o Postgre sejam superiores ao SQL Server, mas também não estou afirmando o contrário.

    Sem analisar o seu cenário, suas condições, suas aplicações, seu TCO e seu ROI é simplesmente impossível afirmar que o SQL Server é superior. Imagine se você estivesse numa infra onde a esmagadora maioria das aplicações rode em Linux e PHP ? O SQL Server é bom, mas será que ele se adequa melhor que o MySQL em um ambiente desses ? E o Postgree ? Em um Windows 2008 será que ele roda melhor que o SQL Server 2008 ?

    O fato é que procurar um documento que afirme que o SQL Server é melhor que qualquer banco só será encontrado no site do fabricante (da mesma forma que se você for no site da MySQL AB ela dirá que o MySQL é o melhor). É preciso analisar o cenário não para escolher o "melhor" banco, mas sim o melhor para o seu ambiente.

    O que podemos fazer é analisar o seu cenário (se você o descrever) e verificar que vantagens você teria em permanecer no SQL Server. (Só o custo de migração já é uma forte vantagem).

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    A Impedância, o Mapeamento Objeto Relacional e Implementações – Parte II
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!814.entry
    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 17:06
  • Gustavo,

    Entendi o seu ponto de vista, mas não concordo. Trabalho exclusivamente com banco de dados desde 2001, tendo certificações em SQL Server, Oracle e já trabalhei alem desses bancos com o Postgre e MySQL.

    O que estou precisando, independente do cenário.... é justamente o que você mencionou, preciso de estimativas sobre migração do SQL Server para o Postgre, resultado de testes comparando performance, alta disponibilidade e segurança entre os bancos de dados.

    Obrigado por tentar me ajudar.

    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 20:58
  • Tulio,

    Se você uma estimativa entre Oracle e SQL Server talvez você encontra-se mais facilmente, agora SQL Server x Postgre acredito ser mais complicado.

    Agora também dizer quem é o melhor ou mais indicado é uma afirmação que poderá variar em muito.

    Atualmente o melhor não representa aquele se seja o mais caro ou barato, mas sim aquele que se encaixa na sua necessidade.
    Pedro Antonio Galvão Junior - MVP - Windows Server System - SQL Server/Coordenador de Projetos/DBA
    quinta-feira, 3 de dezembro de 2009 11:41
    Moderador
  • Galvão,
    Meu problema esta sendo justo esse "SQL Server X Postgre", devido ao fato de ser uma empresa de grande porte.... o único SGBD livre que poderia dar conta do recado seria o Postgre, e não encontro números comparando os dois SGBD.

    Até agora a minha justificativa esta sendo baseada nos custos (migração, alteração de sistemas e treinamento), precisaria de comparativos relacionados a segurança, alta disponibilidade e performance.

    Valeu pela ajuda.


    Tulio Rosa | http://tuliorosa.blogspot.com
    quinta-feira, 3 de dezembro de 2009 11:54
  • Bom Dia Túlio,

    Eu trabalho com banco de dados a um pouco menos de tempo (desde 2002) e tive a oportunidade de trabalhar com SQL Server (exclusivamente), mas tive contatos com o MySQL e o ORACLE além de estar lado a lado com DBAs DB2 UDB.

    Acho que o SQL Server é formidável e em alguns pontos ele é realemente superior aos seus concorrentes (sobretudo na curva de aprendizado e nos produtos como o SSIS e o SSAS que vem junto com o pacote sem custos adicionais). Ainda assim, não há como negar que embora o SQL Server seja muito bom, ele não pode ser superior ao MySQL e o Postgree em todos os cenários. Haverá cenários mais propícios para o SQL Server, haverá cenários mais propícios para o MySQL e haverá cenários muito propícios para ambos. O SQL Server cresce sim, mas os SGBDs Free também tem excelentes taxas de adoção (http://www.networkworld.com/community/node/31719).

    Tentar encontrar algum documento que diga com todas as letras que o SQL Server é sempre melhor que o postgree ou o MySQL é uma busca infrutífera, pois, haverá cenários em que isso não será verdade. A Microsoft até disponibiliza papers comparando os SGBDs. Não tenho detalhes de como esse estudo foi realizado (empresas pesquisadas, aplicações utilizadas, custos, etc), mas estou certo de que eles representam algo mais sumarizado e genérico e que os resultados não são aplicáveis a todos os casos (ainda que cubram muitos deles).

    Já trabalhei em duas instituições públicas e prestei suporte a outras duas (incluindo ministérios e agências reguladoras) e sei que a bandeira do software livre seduz muitos gestores por conta do custo de licenciamento (mesmo quando o TCO ainda fica mais caro e o ROI menor) e que "decretos" simplesmente aparecem (muitas vezes por fatores políticos e divergentes com o lado técnico e econômico). Até acho que em muitas situações, o software livre é realmente mais indicado, mas não se pode tomar isso como certo. Nem sempre ele traz economia (mesmo de licenciamento).

    Em todas as situações em que tive que justificar o uso do SQL Server, percebi que o melhor caminho não é simplesmente "olhar pra fora" e procurar algo que condene todos os SGBDs e favoreça o SQL Server, mas sim fazer uma análise mais fria do cenário, pois, embora adoremos o SQL Server, o objetivo é o melhor para a organização. Você pode inclusive chegar a conclusão de que nem o SQL Server e nem o MySQL, postgree, etc são os mais adequados. Tive sucesso em algumas dessas situações atacando os seguintes pontos:

    Integração
    Integrar o SQL Server a outras tecnologias Microsoft como o .NET, o AD, o Sharepoint, etc é muito mais fácil do que optar por outro SGBD. Como algumas das instituições tinham forte adoção de produtos MS, o SQL Server levava vantagem nesse quesito em relação aos demais SGBDs.

    Migração de plataforma
    Migrar do SQL Server para o banco X envolverá custos adicionais como consultorias e custos de estabilização (downtimes não programados, bugs de funcionamento, etc)

    Infraestrutura
    A introdução de um novo SGBD pode incorrer em aquisição de infraestrutura adicional, já que a complexidade dos sistemas pode forçar com que os dois SGBDs convivam por muito tempo. Migrar do SQL Server 2000 para o 2005 por exemplo, pode envolver apenas um período de manobra que poderia ser coberto com aluguel de máquinas, mas trocar o SGBD leva muito mais tempo

    Curva de aprendizado
    A produtividade do time de desenvolvimento irá ser sensivelmente afetada. Se antes o desenvolver levava um tempo X para codificar N módulos usando o SQL Server, os testes com o novo SGBD indicam que o tempo necessário é Y e isso incorrerá em custos de horas no valor ? R$ durante os três primeiros meses sendo reduzido gradualmente. Haverá ainda a necessidade de treinamento na plataforma que custará ? R$.

    Suporte
    O suporte ao banco Y não é fornecido pelo fabricante. Ainda que um contrato Premier não seja muito utilizado em instituições públicas (o custo pode inviabilizá-lo para pequenas instituições), há vários parceiros que oferecem esse serviço na plataforma MS o que não é verdade para o banco Y.

    Alta disponibilidade
    O SQL Server provê recursos de alta disponibilidade com o Cluster, Log Shipping, Database Mirror, enquanto que o banco X é mais limitado e não oferece soluções de alta disponibilidade compatíveis com a necessidade da instituição.

    Utilização de softwares de outros órgãos
    A utilização do banco de dados X em relação ao SQL Server permitirá que diversos softwares de outros órgãos sejam utilizados já que trabalham exclusivamente com o banco X. Isso poupará recursos de desenvolvimento e serviços de fábrica de software uma vez que a lei permite que o software de outros órgãos sejam cedidos sem custo adicional. Os softwares de gestão de orçamento, RH e protocolo estão portáveis para o banco X e não estão disponíveis para SQL Server.

    TCO e ROI
    A análise demonstrou que a substituição do SQL Server para o banco X incorrerá em um investimento inicial de X reais. Essa substituição provocará economias de custos contabilizados na ordem de ? R$ no primeiro ano e ? R$ no segundo ano em virtude do licenciamento. Ainda assim, levando-se em conta os custos de produtividade, integração e demais, o retorno sobre o investimento só virá a partir de 5 anos do início do projeto. Tendo em vista a volatilidade do setor, aguardar 5 para o retorno desse tipo de projeto representa um risco já que o mercado pode apresentar novas soluções que mudem completamente as premissas do projeto apresentado.

    Se sua análise for realmente fria, e você conseguir provar com um documento bem embasado que para a sua instituição, o SQL Server é de fato "melhor", acho factível que você consiga mantê-lo (mesmo com um decreto). "Olhar pra fora" é importante, mas o mais essencial é sobretudo "olhar pra dentro". Defender que o SQL Server possui determinado recurso e que o outro não possui não adiantará se esses recursos não são utilizados. Dificilmente se convence apresentando vantagens que o mercado reconhece, mas que não se aplicam a uma instituição específica.

    No seu caso, tomára que o SQL Server seja realmente melhor.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    A Impedância, o Mapeamento Objeto Relacional e Implementações – Parte II
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!814.entry
    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    quinta-feira, 3 de dezembro de 2009 12:32