none
Backup de vms em Hyper-V Server RRS feed

  • Pergunta

  •  

    Olá amigos,

     

    Qual a melhror forma e de preferencia de graça de se fazer backup de máquinas virtuais rodando no Microsoft Hyper-V Server R2 ?

    Sei que no Hyper-V instalado em forma de Role no Windows Server 2008 R2 é tranquilo por usarmos o Windows Backup do próprio Windows Server, mas no Hyper-V Server não vejo conselo de backup e sinceramente nunca tentei uma solução.

     

    Aguardo retorno e obrigado !

     


    Ivanildo Teixeira Galvão
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 13:28

Respostas

  • Ivanildo,

    Realmente não é legal quando está fora o domínio, mas tem suas infinitas vantagens.

    Não, não é necessário para a máquina caso ela estiver sendo executada, mas para isso o sistema operacional deve suportar o VSS e desde que a máquina esteja localmente no disco para que o Windows Server backup possa pegar a máquina localmente em execução e efetuar o trabalho de backup. Lembrando que o Windows Server backup trabalha apenas com os discos locais da máquina e não aceita compartilhamentos e mapeamento de discos e rede.

    Não entendi bem a parte de mover os controladores de domínio para um novo. Você quer atualizar ele? é necessário ter 3 DC's mesmo ?

     

    Minha sujestão é a seguinte:

    2 - DC 1 (físico e um virtual)

    1 - VMWare

    1 WSUS (virtual ou físico)

    1. Instalar o Hyper-V no servidor da IBM.
    2. Criar a máquina virtual que será o DC3 com o Windows Server 2008 R2, atualizar, efetuar o dcpromo. Efetuar os testes de replicação do AD e DNS, e efetuar a verificação de toda a estrutura do AD. Aguardo um tempo para que todo o processo de replicação aconteça.
    3. Instalar o AD na máquina física que é o DC2, e efetuar todos os testes como no DC3.
    4. Desligue o DC1 e faça os testes de replicação do SQL, acessos, e-mail e por ai vai. Pode ser que exita alguma aplicacão direcionada para o servidor DC1. É bom deixar ele desligado uns 3 dias para você efetuar essa verificação por completa.
    5. Após efetuar todos os testes, você pode despromover o DC1.
    6. Fazer o metadata cleanup o Active Directory removendo os registros do DC1.
    7. Instalar o VMware e fazer a migração do Debian.
    8. DICA: Não deixe o WSUS em um Domain Controller, separe cada servidor por função, assim vai diminuir a sua dor de cabeça futuramente.
    9. Testar, validar e documentar.

    Acho que é isso!

     

    Grande abraço

     

     


    http://virtualizing.wordpress.com/
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 20:56
  • Cara, foi mais ou menos, volto no cliente amanhã para tentar concluir, deixa te falar como foi.

    1) Coloquei meu computador SCVMM como membro do domínio do cliente, não subi ele como DC como queria fazer, achei desnecessário, visto que iria converter um DC por vez, primeiro o secundário e só depois o DC que tem o GC e FSMO.

    2) Instalei o Hyper-V R2 no servidor novo, adicionei ele ao SCVMM.

    3) Comecei o processo de P2V do DC2, escolhi a opção offline mode por causa do AD, tive um susto grande quando vi o servidor do cliente reiniciar e entrar em uma tela de prompt de comando, com um caminho de pasta de um agente, dei exit o servidor reiniciou e voltou ao Windows 2003. O processo P2V fallhou nessa etapa, acho que porque ele reiniciou e entrou nesta tela de DOS, não sabia que o SCVMM instalava o agent e aprontava esta, fiquei com medo :)

    4) Startei de novo o processo, tinha colocado os discos como fixos e não como dinâmicos, o processo P2V estava demorando muito, chegou a 40% no total e 10% da cópia dos discos, daí o Hyper-V ficou instável, travou, demorava a responder o CTRL + ALT + DEL, detalhe comecei o P2V de novo mas no modo online, fiquei com medo de ele reiniciar o servidor de novo, sei que para AD não é bom, mas como é o DC adicional, e o DC FSMO continua online fisicamente, arrisquei. Quando ele travou (o Hyper-v) cancelei, reiniciei o servidor.

    5) Comecei de novo, só que escolhendo discos dinâmicos, vi que o processo é mais rápido, mas travou do mesmo jeito, em um dado momento o Hyper-V fica lerdo, para de responde as requisições de rede, ao teclado, etc, o que será isso ?

    6) Vou voltar amanhã no cliente e tentarei de novo, o cliente disse que poderei fazer a conversão do DC em modo offline, ele não se importa mais em deixar este DC umas duas horinhas desligado, o SCVMM irá tirar uma foto deste DC2, desligar ele e criar a VM, correto ? O desligar é para que objetos do AD não sejam perdidos devido a replicação com o DC1, correto ?

    Então amigo, porque no processo de P2V o Hyper-V está ficando muito lento, quase travando ? Será que é por está fazendo o P2V do DC2 em modo online ? Ou é devido alguma atualização que deve ser feita no Hyper-V para corrigir algum bug.

    Mudei um pouco o roteiro de novo, por isso não subi um DC no meu computador da empresa, pois quero fazer assim.

    a) P2V do DC2

    b) Formatar a máquina fisica do DC2, instalar Windows 2008, subir como DC3, mover FSMO pra ele.

    c) P2V do DC1

    d) Formatar, colocar Vmware ESXi na máquina física do DC1, P2V no Debian Linux para rodar o ESXi

    e) Organizar as rotinas de backups das vms conforme conversamos aqui.

     

    Obrigado pelo apoio e preocupação com este projeto !


    Ivanildo Teixeira Galvão
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 03:05

Todas as Respostas

  • Ivanildo,

    Se você tiver um servidor especifico para fazer os backups ou queira montar um, o Windows Server Backup pode ser utilizado para fazer o backup pela rede, com o backup agendado

    Acho que essa solução te servirá tranquilamente.

    Backup de máquinas virtuais com o WSB: http://support.microsoft.com/kb/958662

    Existem também outras soluções de backup como o SCDPM, Acronis e o Backupexec.

    Qualquer dúvida poste novamente para poder lhe ajudar.

     

    Grande abraço

     

     


    http://virtualizing.wordpress.com/
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 15:42
  • Fala Gustavo, deixa ver se entendi legal.

     

    Em uma máquina com Windows Server 2008 R2, executo o Windows Server Backup, me conecto ao servidor Hyper-V Server e faço backup das máquinas virtuais, é isso ?

    Mas como o Windows Server 2008 irá encontrar o disco do Hyper-V Server para copiar os arquivos das máquinas virtuais ?

    Preciso desligar ou dar pause nas máquinas virtuais antes ?

     

    O cliente tem dois Hyper-V Server R2, como nunca fiz backup antes (diferente do Hyper-V no Windows Server 2008 R2), estou em dúvida de como fazer este processo.

     

    Obrigado !


    Ivanildo Teixeira Galvão
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 15:55
  • Ivanindo,
    Não, você terá que criar um compartilhamento de rede para o WSB fazer o backup dos dados.

     

    Segue um link que explica melhor: http://luismontanhamjr.wordpress.com/2011/01/14/backup-agendado-pela-rede-no-windows-server-2008/

    Neste seu caso é meio complicado utilizar o WSD, vendo que terá muito trabalho para pouco ganho.

     

    Segue alguns links adicionais que podem te ajudar a escolher a melhor forma para este seu caso:

    backup e recuperação de VM's: http://technet.microsoft.com/pt-br/magazine/2008.10.disasterr.aspx

    http://blogs.technet.com/b/suporte/archive/2011/06/27/backup-m-225-quinas-hyper-v-com-o-windows-server-backup.aspx

    http://technet.microsoft.com/en-us/windowsserver/dd775213

    http://technet.microsoft.com/pt-br/library/dd252619%28WS.10%29.aspx

     

    A melhor solução para você neste caso e seria muito mais segura, sem cortar caminho seria você tem um Windows Server 2008 ao invés de um Hyper-V server ou uma solução de backup pago.

    Vai ser muito trabalho pra pouco ganho com os backups.


    Grande abraço



    http://virtualizing.wordpress.com/
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 16:32
  • Fala Gustavo,

     

    Tô vendo que o negócio é complicadinho mesmo, nem sei como entrar no Hyper-V Server para poder compartilhar a unidade onde ficará as máquinas virtuais, será que através de um Windows Server 2008 usando as credenciais certas, consigo acessar o disco do Hyper-V usando o console de Gerenciamento de Disco ou console de gerenciamento de compartilhamentos ?

     

    Para facilitar, se eu convencer o cliente a comprar o SCVMM, resolveria ? Ele teria então dois hosts Hyper-V Server 2008 R2, gerenciando por um SCVMM que estaria instalado em um computador com Windows Server 2008.

     

    Obrigado mais uma vez !


    Ivanildo Teixeira Galvão
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 18:24
  • Grande Ivanildo,

    É bem chatinho mesmo, infelizmente ! :(

    Então para criar o compartilhamento é bem simples, você precisa acessar o hyper-v server e digitar o seguinte comando:

    net share nome_do_compartilhamento = caminho_da_pasta_a_ser_compartilhada

    Se você der um net share /? ele mostrará os comandos a serem executados, inclusive a permissão da pasta.

    Ou você pode fazer o compartilhamento pelo MMC Shared Folders, clicando com o botão direito e New Share.

    Mas para isso no servidor deve estar habilitado o gerenciamento remoto de disco, para isso é só executar o seguinte comando no server:

    netsh advfirewall firewall set rule group="Remote Volume Management" new enable=yes

    Sim, MAS, se somente suas máquina virtuais estiverem na library do SCVMM, ou seja, todos os discos das máquinas no SCVMM. Mas acredito que desta forma voltamos a estaca zero. :(

    Você tem storage ? As máquinas estão no disco local do Hyper-V Server?

    O que você pode fazer é convercer ele de que é neccessário comprar 3 produtos para a infraestrutura fica completa:

    1 - Windows Server 2008 R2

    2 - System Center Virtual Machine Manager

    3 - System Center Data Protection Manager.

    Esse seria o melhor dos mundos para ele e para você.

    Tente fazer com que ele adquira os produtos completos, para que você tenha as ferramentas certas para ele/você administrar o ambiente.

    Assim ficaria fantástico.

    Mas para este caso, se existir uma retenção de gastos por parte do cliente, o System Center Data Protection Manager iria atender bem como solução para este problema.

    Se precisar de qualquer ajuda é só chamar.

    Grande abraço


    http://virtualizing.wordpress.com/
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 19:19
  • Cara, pior que o projeto setá executado amanhã, não tem mais rempo para sugerir novas aquisições :)

    Bem, então irei fazer isso, habilitar a role de Windows Backup no servidor físico que terá o Window Server 2008 Standard, compartilhar a pasta do Hyper-V onde estarão armazenadas as máquinas virtuais, irei usar o Shared Folders, então faço backup das máquinas virtuais pelo menos uma vez por mês, pois estas máquinas não ficaram sofrendo alterações de sistema, no AD ou coisas do tipo, mas sim a nivel de dados, porém o cliente terá uma rotina de backup no mesmo servidor físico que acessará os dados das máquinas virtuais (pastas compartilhadas) para copia-los em um HD externo, sendo assim. Se o servidor der pau e detonar as VMS, a gente sobe o ultimo backup destas VMS e atualiza os dados com este backup dr arquivos, que será feito diariamente.

    Será a solução mais prática e que não exigirá gastos adicionais :)


    Ivanildo Teixeira Galvão
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 19:46
  • Invanildo,

    Para maior segurança faço a sugestão de não compartilhar a pasta das máquinas virtuais. Mas, criar uma pasta copiar o conteúdo das máquinas virtuais para esta pasta e fazer o backup dela.

    Você deve levar em conta as seguintes configurações:

    1. Caso as máquinas tenham snapshot e você apenas copiar todo o conteúdo dela, você pode ter o problema de quando for recuperar esta máquina, você deverá fazer o merge do vhd base com todos os snapshots que são criados.
    2. Garante que nenhuma máquina virtual tenha snapshot e caso tenha retireos antes de efetuar este processo de backup

    Vamos ao que interessa:

    -> Uma solução que pensei agora é você usar script powershell para efetuar o backup destas máquinas virtuais. Usando o PSHYPER-V, download :http://pshyperv.codeplex.com/releases. Onde você vai criar um script para exportar as máquinas virtuais.

    1. Em seu script você pode indicar qual o caminho você irá efetuar o export da máquina virtual. Indique o caminho da pasta compartilhada onde será feito o backup.
    2. Crie uma agendamento no windows para que este script faça o export pelo menos dois dias antes.
    3. Lembre de que após efetuar o backup você deve apagar todos os arquivos contidos nesta pasta, por questões de segurança e para que a próxima vez que o script for executado, não ocorrer nenhum erro de arquivos com o mesmo nome.
    4. Faça o agendamento no windows backup e faça a inseção do script dentro do agendamento.

    -> Ou você pode efetuar este processo de export manualmente todo mês para a pasta compartilhada e efetuar um agendamento no windows backup para fazer o backup da pasta.

    -> Ou você pode somente copiar a máquina virtual e se um dia você precisar restaurar ela, você não conseguirar importar ela, você deverá criar uma nova máquina virtual e inserir os discos que esta máquina virtual possui para sua inicialização e discos secundários.

    Agora é você escolher a solução que vai te ajudar melhor e colocar em prática.

     

    qualquer dúvida que tiver poste novamente para lhe ajudar.


    Grande abraço


    http://virtualizing.wordpress.com/
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 20:27
  • Interessante que tudo fica mais fácil no hyper-v quando ele faz parte do domínio né ? Não precisa criar usuário local, abrir firewall e outros ajustes chatos que é preciso fazer quando precisamos gerencia-lo pelo grupo de trabalho.

    Bem, criei um cenário no vmware workstation aqui para testar (Windows Server 2008 e um Hyper-V) coloquei o hyper-v no domínio do 2008, no servidor 2008 eu executei \\hyper-v\c$ e acessei normal, usei um usuario domain admin aí tudo é lindo :) Criei uma pasta chamada VMS, então no projetro prático irei armazenar as máquinas virtuais lá.

    Mas irei usar o net share para compartilhar a pasta VMS e mando o Windows Server Backup do 2008 físico fazer backup desta pasta completa que terá duas máquinas virtuais disponíveis, preciso dar pausas nas máquinas né ? Pois backup em tempo real sem parar as VMS só com o SCDPM.

    Estas minhas duvidas tem como objetivo atender aquele projeto de P2V que postei aqui, lembra ? Olha os passos que irei executar no cliente (estou aberto a críticas e sugestões :) )

     

    1)      Subir Windows Server 2008 R2 no computador da IT Services como controlador de domínio adicional, mover FSMO para ele para garantir a integridade do domínio. 

    2)      Instalar o Hyper-V Server R2 no novo servidor IBM.

    3)      Conecta-lo ao SCVMM configurado no computador da IT Services.

    4)      Converter DC1 e DC2, lembrando-se de aumentar a partição de ambos C:\ para 40GB. Fazer a conversão em modo offline para não gerar inconsistência no domínio.

     

    5)      Validar o funcionamento.

     

    6)      Formatar o atual DC1 físico, instalar o Windows Server 2008 R2 Standard, nomeá-lo a DC3, configura-lo como DC adicional e mover a FSMO para ele, coloca-lo como DNS e servidor de domínio principal da rede.

    7)      Desta forma teremos: DC1 virtual com AD, DC2 virtual com AD e DC3 físico com o AD como principal. A não remoção do AD em qualquer dos servidores, garante que a replicação do SQL Server funcione igual como atualmente em servidores físicos DC1 e DC2.

    Obs: AD = Active Directory

    8)      Remover o WSUS do DC2 virtual e ativar este serviço no DC3, mover as atualizações para o DC3.

    9)      Instalar Vmware ESXi 4.1 no antigo DC2 físico.

    10)   Configurar a rede virtual LAN e rede virtual Internet.

    11)   Converter o atual Proxy Linux Debian a servidor virtual no Vmware.

    12)   Testar o funcionamento da rede e da internet

    13)   Validar os processos e atualizar a documentação.

     

     


    Ivanildo Teixeira Galvão
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 20:35
  • Ivanildo,

    Realmente não é legal quando está fora o domínio, mas tem suas infinitas vantagens.

    Não, não é necessário para a máquina caso ela estiver sendo executada, mas para isso o sistema operacional deve suportar o VSS e desde que a máquina esteja localmente no disco para que o Windows Server backup possa pegar a máquina localmente em execução e efetuar o trabalho de backup. Lembrando que o Windows Server backup trabalha apenas com os discos locais da máquina e não aceita compartilhamentos e mapeamento de discos e rede.

    Não entendi bem a parte de mover os controladores de domínio para um novo. Você quer atualizar ele? é necessário ter 3 DC's mesmo ?

     

    Minha sujestão é a seguinte:

    2 - DC 1 (físico e um virtual)

    1 - VMWare

    1 WSUS (virtual ou físico)

    1. Instalar o Hyper-V no servidor da IBM.
    2. Criar a máquina virtual que será o DC3 com o Windows Server 2008 R2, atualizar, efetuar o dcpromo. Efetuar os testes de replicação do AD e DNS, e efetuar a verificação de toda a estrutura do AD. Aguardo um tempo para que todo o processo de replicação aconteça.
    3. Instalar o AD na máquina física que é o DC2, e efetuar todos os testes como no DC3.
    4. Desligue o DC1 e faça os testes de replicação do SQL, acessos, e-mail e por ai vai. Pode ser que exita alguma aplicacão direcionada para o servidor DC1. É bom deixar ele desligado uns 3 dias para você efetuar essa verificação por completa.
    5. Após efetuar todos os testes, você pode despromover o DC1.
    6. Fazer o metadata cleanup o Active Directory removendo os registros do DC1.
    7. Instalar o VMware e fazer a migração do Debian.
    8. DICA: Não deixe o WSUS em um Domain Controller, separe cada servidor por função, assim vai diminuir a sua dor de cabeça futuramente.
    9. Testar, validar e documentar.

    Acho que é isso!

     

    Grande abraço

     

     


    http://virtualizing.wordpress.com/
    segunda-feira, 15 de agosto de 2011 20:56
  •  

    Grande Gustavo o Hyper-V Man ;)

     

    Cara, neste projeto vou ter que serguir a ordem que citei aqui, pelo o seguinte. Existem dois DCS físicos na rede, cada um é um IBM Server, ambos srão virtualizados P2V e irei usar o SCVMM, depois disso as máquinas ficarão disponíveis, uma delas será formatada, irei instalar o Windows Server 2008 R2 e eleger a DC3, será o mestre de FSMO, a outra máquina formatarei e colocarei o Vmware ESXi 4.1, irei fazer um P2V de um Debian e armazena-lo neste ESXi, irei usar o vCenter Converter.

    A máquina que irei levar do meu trabalho irei por na rede do cliente como um DC reserva, com a FSMO nele, ou seja, elejo ele a DC e movo a FSMO pra ele é para garantir integridade do AD, depois instalo o SCVMM e então faço o P2V dos DC1 e DC2, quando o DC3 estiver online (máquina IBM q foi liberada e instalado o Window Server 2008), despromovo esta máquina que irei levar e pronto, processo feito sem interferir no AD do cliente, aí vou tratar das ideias dos backups (compartilhar uma pasta no Hyper-V para onde exportarei as VMS) para o Windows Backup do Windows Server 2008 físico (DC3) copiar para seu disco externo USB e depois partir para a parte do Vmware.

    Pronto, este é o projeto do cliente.


    Ivanildo Teixeira Galvão
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 02:55
  • Bacana.

    Se precisar de alguma ajuda posta ai.

     

    Grande abraço


    http://virtualizing.wordpress.com/
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 04:14
  • Grande Ivanildo,

    Como foram as coisas por ai?

    Precisando de alguma ajuda estou na área!

     

    Grande abaço


    http://virtualizing.wordpress.com/
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 22:45
  • Cara, foi mais ou menos, volto no cliente amanhã para tentar concluir, deixa te falar como foi.

    1) Coloquei meu computador SCVMM como membro do domínio do cliente, não subi ele como DC como queria fazer, achei desnecessário, visto que iria converter um DC por vez, primeiro o secundário e só depois o DC que tem o GC e FSMO.

    2) Instalei o Hyper-V R2 no servidor novo, adicionei ele ao SCVMM.

    3) Comecei o processo de P2V do DC2, escolhi a opção offline mode por causa do AD, tive um susto grande quando vi o servidor do cliente reiniciar e entrar em uma tela de prompt de comando, com um caminho de pasta de um agente, dei exit o servidor reiniciou e voltou ao Windows 2003. O processo P2V fallhou nessa etapa, acho que porque ele reiniciou e entrou nesta tela de DOS, não sabia que o SCVMM instalava o agent e aprontava esta, fiquei com medo :)

    4) Startei de novo o processo, tinha colocado os discos como fixos e não como dinâmicos, o processo P2V estava demorando muito, chegou a 40% no total e 10% da cópia dos discos, daí o Hyper-V ficou instável, travou, demorava a responder o CTRL + ALT + DEL, detalhe comecei o P2V de novo mas no modo online, fiquei com medo de ele reiniciar o servidor de novo, sei que para AD não é bom, mas como é o DC adicional, e o DC FSMO continua online fisicamente, arrisquei. Quando ele travou (o Hyper-v) cancelei, reiniciei o servidor.

    5) Comecei de novo, só que escolhendo discos dinâmicos, vi que o processo é mais rápido, mas travou do mesmo jeito, em um dado momento o Hyper-V fica lerdo, para de responde as requisições de rede, ao teclado, etc, o que será isso ?

    6) Vou voltar amanhã no cliente e tentarei de novo, o cliente disse que poderei fazer a conversão do DC em modo offline, ele não se importa mais em deixar este DC umas duas horinhas desligado, o SCVMM irá tirar uma foto deste DC2, desligar ele e criar a VM, correto ? O desligar é para que objetos do AD não sejam perdidos devido a replicação com o DC1, correto ?

    Então amigo, porque no processo de P2V o Hyper-V está ficando muito lento, quase travando ? Será que é por está fazendo o P2V do DC2 em modo online ? Ou é devido alguma atualização que deve ser feita no Hyper-V para corrigir algum bug.

    Mudei um pouco o roteiro de novo, por isso não subi um DC no meu computador da empresa, pois quero fazer assim.

    a) P2V do DC2

    b) Formatar a máquina fisica do DC2, instalar Windows 2008, subir como DC3, mover FSMO pra ele.

    c) P2V do DC1

    d) Formatar, colocar Vmware ESXi na máquina física do DC1, P2V no Debian Linux para rodar o ESXi

    e) Organizar as rotinas de backups das vms conforme conversamos aqui.

     

    Obrigado pelo apoio e preocupação com este projeto !


    Ivanildo Teixeira Galvão
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 03:05