none
Mirrorring e Jobs RRS feed

  • Pergunta

  • Olá senhores, estou implementando um espelhamento de um SQLServer 2k8 com failover automático e esbarrei na questão dos jobs que estão no Agent.

    A melhor maneira de exportar esses jobs para o servidor espelho é via SSIS ? Eles ficarão ativos no espelho mas não rodarão com sucesso enquanto as bases estiverem espelhadas ?

    Alguém que já tenha feito esta implementação pode tirar esta dúvida ?

    Abs,

    Renato


    quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 12:56

Respostas

  • Olá Renato,

    Como você deve saber o Database Mirroring é a replicação da base de dados e objetos que estão dentro dessa base apenas. Com relação a copia dos Jobs do SQL Server você pode usar o arquivo PowerShell que está nesse link: http://marcosfreccia.wordpress.com/scripts/ com o nome de Script Powershell para gerar todos os jobs do SQL Server Agent ou ainda você pode gerar os scripts manualmente e e jogar para o outro servidor.

    No servidor secundário, você deverá deixar desabilitado os jobs enquanto nenhuma base estiver ativa, e somente quando realizar o failover você pode habilitar os jobs para rodarem e continuar atender sua regra de negocio.

    Se a resposta foi útil, classifique-a.


    Att,
    Marcos Freccia [MTA|MCTS|MCITP|MCT SQL Server 2008]
    Blog|Twitter
    Assine também os feeds clicando aqui

    • Marcado como Resposta Renato Augusto quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 17:21
    quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 12:35

Todas as Respostas

  • Olá Renato,

    Como você deve saber o Database Mirroring é a replicação da base de dados e objetos que estão dentro dessa base apenas. Com relação a copia dos Jobs do SQL Server você pode usar o arquivo PowerShell que está nesse link: http://marcosfreccia.wordpress.com/scripts/ com o nome de Script Powershell para gerar todos os jobs do SQL Server Agent ou ainda você pode gerar os scripts manualmente e e jogar para o outro servidor.

    No servidor secundário, você deverá deixar desabilitado os jobs enquanto nenhuma base estiver ativa, e somente quando realizar o failover você pode habilitar os jobs para rodarem e continuar atender sua regra de negocio.

    Se a resposta foi útil, classifique-a.


    Att,
    Marcos Freccia [MTA|MCTS|MCITP|MCT SQL Server 2008]
    Blog|Twitter
    Assine também os feeds clicando aqui

    • Marcado como Resposta Renato Augusto quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 17:21
    quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 12:35
  • Olá Marcos, obrigado pelo help.

    Então a prática é deixar os jobs desabilitados e somente habilitar em caso de problemas no primário ?

    Visto que essa mudança é transparente (exceto pela perda de performance), o ideal então é ter uma rotina que me avise quando o mirror assumir ? 

    quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 12:47
  • Renato,

    Para a sua primeira pergunta a resposta é sim, você esta correto. Sobre a segunda você pode ter uma simples rotina que fique pingando no servidor primário e secundário e assim na sua rotina verificar quem está escutando com sucesso.

    Se a resposta foi útil, classifique-a


    Att,
    Marcos Freccia [MTA|MCTS|MCITP|MCT SQL Server 2008]
    Blog|Twitter
    Assine também os feeds clicando aqui

    quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 12:50
  • Obrigado Marcos, vou gerar os scripts no primário e criar os jobs no secundário, deixando-os desabilitados.

    Seria interessante ter este processo de forma automática, pois se a intenção de um failover com witness é justamente automatizar o processo, acabamos ficando presos em um ponto negativo ao ter que fazer isso na mão.

    Valeu pelo help.

    quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 17:21