none
TECLA "SIM" NA TELA DE PERMISSÃO NO WIN 7 PROFESSIONAL DESABILITADA RRS feed

  • Pergunta

  • Depois de ter feito diversas alterações em diversas em guias "segurança" nas propriedades de diversas ferramentas administrativas e de rede, na tentativa de configurar meu Windows 7 Professional em rede, acabei inadivertidamente desabilitanto a tecla "SIM" das guias "Controle de Contas de Usuário" para qualquer tipo de permissão ou alterações.

    Não consigo aleterar nem modificar qualquer configuração, restaurar e até mesmo instalar programas.

    Alguém saberia como resolver isso sem ter de formatar a máquina para depois reinstalar?

    Luíz Maurício

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 16:12

Respostas

  • Boa Tarde Luiz,

    Você consegue ver tudo o que foi aplicado de diretiva,  com o MMC (Conunto de Diretivas resultantes)
    Desta forma vai conseguir identificar o que precisa ser alterado.

    Como iniciar o RSoP como um snap-in do MMC

    1. Iniciar o Microsoft Management Console (MMC), clique em Iniciar , clique em Executar , digite mmc e, em seguida, clique em OK .
    2. No menu arquivo , clique em Adicionar/remover Snap-in .
    3. Na guia autônomo , clique em Adicionar .
    4. Na caixa snap-in autônomos disponíveis , clique em Conjunto de diretivas resultante e, em seguida, clique em Adicionar .
    Observação : você deve adicionar um snap-in RSoP ao MMC para cada nova consulta ao RSoP.     

    Como para acessar dados RSoP para um computador e usuário no modo de log existente

    1. No snap-in RSoP, clique com o botão direito do mouse em Conjunto de diretivas resultante e clique em Gerar dados RSoP .
    2. Após iniciar o Assistente de RSoP, clique em Avançar .
    3. Clique em modo de log e, em seguida, clique em Avançar .
    4. Especifique o computador no qual você deseja executar o RSoP e, em seguida, clique em Avançar .
    5. Especifique o usuário para o qual você deseja coletar dados RSoP e, em seguida, clique em Avançar .
    6. Revise o resumo das configurações, clique em Avançar e aguarde o RSoP termine de processar os dados.     
    7. Clique em Concluir .
    8. No snap-in RSoP, clique na consulta ao RSoP recém-criada na árvore de console para exibir os dados.

      Observação : somente os usuários e computadores que estão conectados no momento para o domínio estão visíveis.



    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 16:32
    Moderador
  • Boa Tarde Luiz,

    Na primeira opção do Tutorial informa que é preciso gerar o: RSop
    o snap-in RSoP, clique com o botão direito do mouse em Conjunto de diretivas resultantee clique em Gerar dados RSoP .

    Faça para Log.

    Quando for criado, você vai expandir a lista a esquerda, e vai perceber que são coisas que foram configuradas, opções que o PC recebeu por policys.

    Abs

    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:17
    Moderador
  • É possível obter o mesmo resultado pelo prompt:
    http://www.microsoft.com/brasil/windowsxp/pro/usando/artigos/gpresult.mspx


    Como Usar a Ferramenta da Linha de Comando dos Resultados da Diretiva de Grupo (GPResult.exe)

    Concebida para os administradores, a ferramenta de linha de comando Resultados da Diretiva de Grupo (GPResult.exe) verifica todas as configurações de diretiva ativas para um usuário ou computador específico. Os administradores podem executar o GPResult em qualquer computador remoto dentro de seu escopo de gerenciamento. Por padrão, o GPResult retornará as configurações ativas no computador em que o GPResult for executado.

    Para executar o GPResult em seu próprio computador:

    1.

    Clique em IniciarExecutar e digite cmd para abrir a janela de comando.

    2.

    Digite gpresult e redirecione a saída para um arquivo de texto, como mostrado na Figura 1 abaixo:

    Figura 1. Direcionando os dados do GPResult para um arquivo de texto

    3.

    Digite notepad gp.txt para abrir o arquivo. Os resultados aparecem como mostrado na figura abaixo.

    Figura 2. Verificando diretivas com GPResult

    Os administradores também podem direcionar o GPResult para outros usuários e computadores. Os parâmetros completos da ferramenta são mostrados na tabela abaixo.

    Usando a Ferramenta de Linha de Comando do GPResult

    Parâmetros Função

    /s Computer

    Especifica o nome ou endereço IP de um computador remoto. (Não use barras invertidas.) O padrão é o computador local.

    /u Domain\User

    Executa o comando com as permissões de conta do usuário especificado por Usuário ou Domínio\Usuário. O padrão são as permissões do usuário que fez logon no computador que emite o comando.

    /p Password

    Especifica a senha da conta de usuário especificada no parâmetro /u.

    /user TargetUserName

    Especifica o nome de usuário do usuário cujos dados RSOP serão exibidos.

    /scope {user|computer}

    Exibe o usuário ou os resultados do computador. Valores válidos para o parâmetro /scope são usados no computador. Se você omitir o parâmetro /scope, gpresult mostra as configurações tanto do usuário quanto do computador.

    /v

    Especifica que a saída mostre informações detalhadas de diretiva.

    /z

    Especifica que a saída mostre todas as informações disponíveis sobre a Diretiva de Grupo. Como esse parâmetro produz mais informações do que o parâmetro /v, redirecione a saída para um arquivo de texto quando utilizar esse parâmetro (por exemplo, gpresult /z >diretiva.txt).

    /?

    Mostra a ajuda no prompt de comando.


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:33
    Moderador
  • RSoP e GPResult - Deve-Sabe Ferramentas ao usar a Diretiva de Grupo



    RSoP, conjunto de diretivas resultante, e GPResult são duas dessas ferramentas que você absolutamente tem que saber se você está usando a Diretiva de Grupo no ambiente ou você vai desejar ter conhecido mais cedo. Através do Group Policy Management Console você pode ver todas as configurações que um GPO específico serão aplicadas às máquinas e usuários no que UO, mas porque o Active Directory é hierárquica você tem que aprofundar em outras unidades organizacionais, a fim de descobrir se um GPO mais específica pode estar afetando as máquinas alvo. Se pudéssemos ver a partir de perspectivas do computador que as políticas de grupo estavam sendo aplicada a ele ... Nós podemos!Utilizando RSoP e GPResult, podemos obter exatamente esse tipo de informação.

    RSoP

    O Conjunto de políticas resultante da MMC snap-in tem uma interface agradável e é facilmente utilizado.Basta ir em Iniciar, Executar e digite rsop.msc. Isto irá piscar uma tela rápida com um resumo do ambiente que está processando.

    Quando o progresso chega a 100%, ele vai puxar um relatório para as políticas em que o computador eo usuário estão tendo aplicadas. Você pode consultar a lista, que espelha o Group Policy Management Console, e ver quais as políticas a máquina está vendo, que pode não combinam muito bem o que você definido no servidor de Active Directory.

    Você também pode usar isso para diagnosticar erros. Por exemplo, se uma implementação de software não está vindo através de, por algum motivo, você pode verificar se ele tem acesso à política e recebeu o comando. Você também pode ver os erros relacionados para ajudar a solucionar problemas.

    GPResult

    Começando com o Vista SP1, o RSoP não mostra todas as políticas de grupo que um computador pode ter sido aplicado a ele. Em vez disso, a Microsoft recomenda que você use a linha de comando ferramenta GPResult.

    Basta abrir o prompt de comando e digite:

      gpresult 

    Sendo uma ferramenta de linha de comando, ele abre as possibilidades para incluí-lo no script. Há um grande número de opções que você pode usar com GPResult para obter exatamente o que você quer.Você pode usá-lo para criar um relatório bem formatado em HTML ou XML e você também pode usá-lo para executar remotamente em outro sistema e como um usuário diferente (desde que você saiba a senha).

    O relatório será algo parecido com isto:

    A partir do arquivo de ajuda de linha de comando, GPResult tem as seguintes opções:

    GPRESULT [/ S sistema [/ U utilizador [/ P [senha]]]] [SCOPE / escopo] 
    [Targetusername USER /] [/ R | / V | / Z] [(/ X | / H) <filename> [/ F]]

    Descrição: 
    Esta ferramenta de linha de comando exibe o conjunto de diretivas resultante (RSoP) 
    informações para um usuário de destino eo computador.

    Lista de parâmetros: 
    Sistema / S Especifica o sistema remoto para se conectar.

    / U [domínio \] usuário Especifica o contexto de utilizador sob o qual 
    comando deve ser executado. 
    Não pode ser usado com / X / H.

    / P [senha] Especifica a senha para o usuário dado 
    contexto. Pede uma entrada se omitida. 
    Não pode ser usado com / X / H.

    / SCOPE escopo Especifica se o usuário ou o 
    configurações do computador tem de ser exibida. 
    Valores válidos: "Usuário", "computador".

    / USER [domínio \] usuário Especifica o nome de usuário para o qual o 
    RSOP dados está a ser exibido.

    / <nome_do_arquivo> X Salva o relatório em formato XML no 
    localização e com o nome de arquivo especificado 
    pelo parâmetro <filename>. (Válido em 
    Windows Vista SP1 e Windows Server 2008)

    / H <filename> Salva o relatório em formato HTML no 
    localização e com o nome do ficheiro especificado por 
    o parâmetro <filename>. (Válido no Windows 
    Vista SP1 e Windows Server 2008)

    / F Força gpresult para substituir o nome do arquivo 
    especificado no X / ou comando / H.

    / R Exibe um resumo dos dados RSoP.

    / V Especifica que as informações detalhadas devem 
    ser exibida. Fornece informações detalhadas 
    configurações adicionais detalhadas que têm 
    foi aplicada com uma precedência de 1.

    / Z Especifica que o super-verbose 
    informação deve ser mostrada. Super- 
    fornece informações detalhadas adicionais 
    definições detalhadas que foram aplicadas 
    com uma precedência de 1 e superior. Este 
    permite que você veja se uma definição foi definida em 
    vários lugares. Veja a Diretiva de Grupo 
    tópico de ajuda online para obter mais informações.

    /? Exibe esta mensagem de ajuda.

    Exemplos: 
    Gpresult / R 
    Gpresult / H GPReport.html 
    GPRESULT / USER targetusername / V 
    GPRESULT / S sistema / usuário targetusername / SCOPE COMPUTER / Z 
    GPRESULT / S sistema / U username password / P / escopo do usuário / V

    Existem algumas ferramentas para fora lá que se enquadram nessa categoria "Eu gostaria de saber sobre isso mais cedo", que você recomendaria? Deixe-me ouvi-los nos comentários.

    <g:plusone annotation="inline"></g:plusone>

    No related posts.


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:35
    Moderador
  • Este é um processo para filtrar de forma rápida o que foi configurado sem controle.

    Geralmente as GPOS são criadas individualmente para evitar este tipo de Erro, de forma a não lembrar o que foi configurado.

    Se não conseguir executar vai ser necessário olhar em todas as politicas para saber o que foi configurado.

    Vou tentar localizar um material passo a passo em imagens para te enviar.



    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:26
    Moderador
  • OK Wagner,

    vou aguardar o material passo a passo.

    Obrigado

    • Marcado como Resposta Luíz Maurício sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:39
    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:38

Todas as Respostas

  • Boa Tarde Luiz,

    Você consegue ver tudo o que foi aplicado de diretiva,  com o MMC (Conunto de Diretivas resultantes)
    Desta forma vai conseguir identificar o que precisa ser alterado.

    Como iniciar o RSoP como um snap-in do MMC

    1. Iniciar o Microsoft Management Console (MMC), clique em Iniciar , clique em Executar , digite mmc e, em seguida, clique em OK .
    2. No menu arquivo , clique em Adicionar/remover Snap-in .
    3. Na guia autônomo , clique em Adicionar .
    4. Na caixa snap-in autônomos disponíveis , clique em Conjunto de diretivas resultante e, em seguida, clique em Adicionar .
    Observação : você deve adicionar um snap-in RSoP ao MMC para cada nova consulta ao RSoP.     

    Como para acessar dados RSoP para um computador e usuário no modo de log existente

    1. No snap-in RSoP, clique com o botão direito do mouse em Conjunto de diretivas resultante e clique em Gerar dados RSoP .
    2. Após iniciar o Assistente de RSoP, clique em Avançar .
    3. Clique em modo de log e, em seguida, clique em Avançar .
    4. Especifique o computador no qual você deseja executar o RSoP e, em seguida, clique em Avançar .
    5. Especifique o usuário para o qual você deseja coletar dados RSoP e, em seguida, clique em Avançar .
    6. Revise o resumo das configurações, clique em Avançar e aguarde o RSoP termine de processar os dados.     
    7. Clique em Concluir .
    8. No snap-in RSoP, clique na consulta ao RSoP recém-criada na árvore de console para exibir os dados.

      Observação : somente os usuários e computadores que estão conectados no momento para o domínio estão visíveis.



    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 16:32
    Moderador
  • Boa tarde Wagner,

    Desculpe, não deu certo.

    Até o item 4 de: de  "Como inciar o RSop. . . do MMC", deu certo.

    A partir do item 1 de :"Como para acessar. . ." não funcionou. Ao clicar com o botão direito do mouse em Conjunto de diretivas resultante, nada acontece, não surge "Gerar dados RSoP".

    Ao adicionar Conjunto de diretivas resultante na caixa Snap-in selecionados, tenho disponíveis as opções Editar extensões, Remover e Avançadas. Em nehuma delas me leva à "Gerar dados RSoP".

    Caso possa retornar me dando maiores explicações. agradeço.

    Luíz Maurício

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:12
  • Boa Tarde Luiz,

    Na primeira opção do Tutorial informa que é preciso gerar o: RSop
    o snap-in RSoP, clique com o botão direito do mouse em Conjunto de diretivas resultantee clique em Gerar dados RSoP .

    Faça para Log.

    Quando for criado, você vai expandir a lista a esquerda, e vai perceber que são coisas que foram configuradas, opções que o PC recebeu por policys.

    Abs

    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:17
    Moderador
  • Este é um processo para filtrar de forma rápida o que foi configurado sem controle.

    Geralmente as GPOS são criadas individualmente para evitar este tipo de Erro, de forma a não lembrar o que foi configurado.

    Se não conseguir executar vai ser necessário olhar em todas as politicas para saber o que foi configurado.

    Vou tentar localizar um material passo a passo em imagens para te enviar.



    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:26
    Moderador
  • É possível obter o mesmo resultado pelo prompt:
    http://www.microsoft.com/brasil/windowsxp/pro/usando/artigos/gpresult.mspx


    Como Usar a Ferramenta da Linha de Comando dos Resultados da Diretiva de Grupo (GPResult.exe)

    Concebida para os administradores, a ferramenta de linha de comando Resultados da Diretiva de Grupo (GPResult.exe) verifica todas as configurações de diretiva ativas para um usuário ou computador específico. Os administradores podem executar o GPResult em qualquer computador remoto dentro de seu escopo de gerenciamento. Por padrão, o GPResult retornará as configurações ativas no computador em que o GPResult for executado.

    Para executar o GPResult em seu próprio computador:

    1.

    Clique em IniciarExecutar e digite cmd para abrir a janela de comando.

    2.

    Digite gpresult e redirecione a saída para um arquivo de texto, como mostrado na Figura 1 abaixo:

    Figura 1. Direcionando os dados do GPResult para um arquivo de texto

    3.

    Digite notepad gp.txt para abrir o arquivo. Os resultados aparecem como mostrado na figura abaixo.

    Figura 2. Verificando diretivas com GPResult

    Os administradores também podem direcionar o GPResult para outros usuários e computadores. Os parâmetros completos da ferramenta são mostrados na tabela abaixo.

    Usando a Ferramenta de Linha de Comando do GPResult

    Parâmetros Função

    /s Computer

    Especifica o nome ou endereço IP de um computador remoto. (Não use barras invertidas.) O padrão é o computador local.

    /u Domain\User

    Executa o comando com as permissões de conta do usuário especificado por Usuário ou Domínio\Usuário. O padrão são as permissões do usuário que fez logon no computador que emite o comando.

    /p Password

    Especifica a senha da conta de usuário especificada no parâmetro /u.

    /user TargetUserName

    Especifica o nome de usuário do usuário cujos dados RSOP serão exibidos.

    /scope {user|computer}

    Exibe o usuário ou os resultados do computador. Valores válidos para o parâmetro /scope são usados no computador. Se você omitir o parâmetro /scope, gpresult mostra as configurações tanto do usuário quanto do computador.

    /v

    Especifica que a saída mostre informações detalhadas de diretiva.

    /z

    Especifica que a saída mostre todas as informações disponíveis sobre a Diretiva de Grupo. Como esse parâmetro produz mais informações do que o parâmetro /v, redirecione a saída para um arquivo de texto quando utilizar esse parâmetro (por exemplo, gpresult /z >diretiva.txt).

    /?

    Mostra a ajuda no prompt de comando.


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:33
    Moderador
  • RSoP e GPResult - Deve-Sabe Ferramentas ao usar a Diretiva de Grupo



    RSoP, conjunto de diretivas resultante, e GPResult são duas dessas ferramentas que você absolutamente tem que saber se você está usando a Diretiva de Grupo no ambiente ou você vai desejar ter conhecido mais cedo. Através do Group Policy Management Console você pode ver todas as configurações que um GPO específico serão aplicadas às máquinas e usuários no que UO, mas porque o Active Directory é hierárquica você tem que aprofundar em outras unidades organizacionais, a fim de descobrir se um GPO mais específica pode estar afetando as máquinas alvo. Se pudéssemos ver a partir de perspectivas do computador que as políticas de grupo estavam sendo aplicada a ele ... Nós podemos!Utilizando RSoP e GPResult, podemos obter exatamente esse tipo de informação.

    RSoP

    O Conjunto de políticas resultante da MMC snap-in tem uma interface agradável e é facilmente utilizado.Basta ir em Iniciar, Executar e digite rsop.msc. Isto irá piscar uma tela rápida com um resumo do ambiente que está processando.

    Quando o progresso chega a 100%, ele vai puxar um relatório para as políticas em que o computador eo usuário estão tendo aplicadas. Você pode consultar a lista, que espelha o Group Policy Management Console, e ver quais as políticas a máquina está vendo, que pode não combinam muito bem o que você definido no servidor de Active Directory.

    Você também pode usar isso para diagnosticar erros. Por exemplo, se uma implementação de software não está vindo através de, por algum motivo, você pode verificar se ele tem acesso à política e recebeu o comando. Você também pode ver os erros relacionados para ajudar a solucionar problemas.

    GPResult

    Começando com o Vista SP1, o RSoP não mostra todas as políticas de grupo que um computador pode ter sido aplicado a ele. Em vez disso, a Microsoft recomenda que você use a linha de comando ferramenta GPResult.

    Basta abrir o prompt de comando e digite:

      gpresult 

    Sendo uma ferramenta de linha de comando, ele abre as possibilidades para incluí-lo no script. Há um grande número de opções que você pode usar com GPResult para obter exatamente o que você quer.Você pode usá-lo para criar um relatório bem formatado em HTML ou XML e você também pode usá-lo para executar remotamente em outro sistema e como um usuário diferente (desde que você saiba a senha).

    O relatório será algo parecido com isto:

    A partir do arquivo de ajuda de linha de comando, GPResult tem as seguintes opções:

    GPRESULT [/ S sistema [/ U utilizador [/ P [senha]]]] [SCOPE / escopo] 
    [Targetusername USER /] [/ R | / V | / Z] [(/ X | / H) <filename> [/ F]]

    Descrição: 
    Esta ferramenta de linha de comando exibe o conjunto de diretivas resultante (RSoP) 
    informações para um usuário de destino eo computador.

    Lista de parâmetros: 
    Sistema / S Especifica o sistema remoto para se conectar.

    / U [domínio \] usuário Especifica o contexto de utilizador sob o qual 
    comando deve ser executado. 
    Não pode ser usado com / X / H.

    / P [senha] Especifica a senha para o usuário dado 
    contexto. Pede uma entrada se omitida. 
    Não pode ser usado com / X / H.

    / SCOPE escopo Especifica se o usuário ou o 
    configurações do computador tem de ser exibida. 
    Valores válidos: "Usuário", "computador".

    / USER [domínio \] usuário Especifica o nome de usuário para o qual o 
    RSOP dados está a ser exibido.

    / <nome_do_arquivo> X Salva o relatório em formato XML no 
    localização e com o nome de arquivo especificado 
    pelo parâmetro <filename>. (Válido em 
    Windows Vista SP1 e Windows Server 2008)

    / H <filename> Salva o relatório em formato HTML no 
    localização e com o nome do ficheiro especificado por 
    o parâmetro <filename>. (Válido no Windows 
    Vista SP1 e Windows Server 2008)

    / F Força gpresult para substituir o nome do arquivo 
    especificado no X / ou comando / H.

    / R Exibe um resumo dos dados RSoP.

    / V Especifica que as informações detalhadas devem 
    ser exibida. Fornece informações detalhadas 
    configurações adicionais detalhadas que têm 
    foi aplicada com uma precedência de 1.

    / Z Especifica que o super-verbose 
    informação deve ser mostrada. Super- 
    fornece informações detalhadas adicionais 
    definições detalhadas que foram aplicadas 
    com uma precedência de 1 e superior. Este 
    permite que você veja se uma definição foi definida em 
    vários lugares. Veja a Diretiva de Grupo 
    tópico de ajuda online para obter mais informações.

    /? Exibe esta mensagem de ajuda.

    Exemplos: 
    Gpresult / R 
    Gpresult / H GPReport.html 
    GPRESULT / USER targetusername / V 
    GPRESULT / S sistema / usuário targetusername / SCOPE COMPUTER / Z 
    GPRESULT / S sistema / U username password / P / escopo do usuário / V

    Existem algumas ferramentas para fora lá que se enquadram nessa categoria "Eu gostaria de saber sobre isso mais cedo", que você recomendaria? Deixe-me ouvi-los nos comentários.

    <g:plusone annotation="inline"></g:plusone>

    No related posts.


    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:35
    Moderador
  • OK Wagner,

    vou aguardar o material passo a passo.

    Obrigado

    • Marcado como Resposta Luíz Maurício sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:39
    sexta-feira, 22 de junho de 2012 19:38