none
Compartilhamento caseiro de uma base de dados. RRS feed

  • Pergunta

  • Estou trabalhando em um projeto e preciso que a base de dados fique disponível caso eu esteja usando meu desktop ou caso eu esteja usando meu notebook em um outro lugar, para que assim eu possa trabalhar e testar a aplicação independente de qual máquina eu esteja usando.
    Tive uma ideia meio gambiarra de mudar o diretório de dados do sql server para uma pasta no meu OneDrive. Para que assim tanto a instancia instalada no desktop quando a instaladas no notebook apontassem para o mesmo lugar, dessa forma todas as modificações que eu fizesse no projeto usando uma máquina seriam replicadas para quando eu estivesse usando a outra. Infelizmente isso não funcionou na prática nem todas os arquivos são replicados.
    Sei que uma solução ideal seria colocar essa base de dados na nuvem, mas não queria ter custos com isso, visto que sou um desenvolvedor autônomo e não uma empresa. Existe alguma solução sem custo para isso?
    quarta-feira, 30 de dezembro de 2015 22:32

Respostas

  • Existe o programa DreamSpark, voltado a estudantes. Até onde sei, caso vc seja realmente um estudante, vc teria direito a uma conta com acesso gratuito ao MySQL. Acredito que poderia ser uma boa solução sem custos, já que pelo que percebi vc não depende de algo que exija tanto storage assim.
    quinta-feira, 31 de dezembro de 2015 12:43

Todas as Respostas

  • Infelizmente a solução passa pelo uso de uma base num servidor que estaria dedicado. Além do Azure, há outras opções para uso de bancos de dados via Web. Vc precisaria encontrar uma que tivesse um preço bem em conta.

    Receio que se vc encontrar algo gratuito será com várias restrições de uso.

    quinta-feira, 31 de dezembro de 2015 00:49
  • O Azure tem algum pacote específico para desenvolvedores?
    quinta-feira, 31 de dezembro de 2015 11:36
  • Existe o programa DreamSpark, voltado a estudantes. Até onde sei, caso vc seja realmente um estudante, vc teria direito a uma conta com acesso gratuito ao MySQL. Acredito que poderia ser uma boa solução sem custos, já que pelo que percebi vc não depende de algo que exija tanto storage assim.
    quinta-feira, 31 de dezembro de 2015 12:43