none
Meu Banco de Dados é mais escrita ou leitura RRS feed

  • Pergunta

  • Bom dia.

    Estou analisando e estudando as estruturas de RAID. Vi aguns tópicos, discussões sadias entre o Gustavo e o Junior. Mas um ponto crítico nessa escolha é leitura e gravação( alguns raids melhores para leitura, outros para gravação)

    Aí vem minha pergunta. Existe alguma forma de analisar se meu banco é mais de leitura do que gravação ou vice-versa?

    Quero separar os dados dos índices em HDs diferentes. Realmente é uma boa prática? o arquivo LDF também é bom estar em HD separado ou pode estar no mesmo HD dos dados (MDF)?

     

    Grato,

    Danilo

     

     

    terça-feira, 30 de março de 2010 12:44

Todas as Respostas

  • Bom Dia,

    Normalmente a resposta é "você sabe", pois, a natureza da aplicação define isso.
    Entretanto, se necessitar de algo mais "científico", dê uma olhada nos contadores do Performance Monitor e (ou) nas colunas Reads e Writes do Profiler.

    Idealmente o melhor dos mundos seria:

    - Um disco para cada MDF
    - Um disco para o LDF de cada banco
    - Um disco para o SO
    - Um disco para os índices
    - Um disco para cada partição de uma tabela particionada
    - Todos com o nível de redundância adequado

    Claro que com isso você teria que ter uns 50 discos para hospedar alguns poucos databases e isso seria inviável administrativamente e financeiramente. Assim sendo, o melhor mesmo é avaliar e testar para descobrir a melhor combinação, pois, dificilmente você conseguirá separar tudo.

    Veja também se há mesmo necessidade de montar o ambiente RAID "adequado". Sabemos que o RAID 5 não é indicado para ambientes de escrita intensa, mas se a sua controladora der a vazão necessária, pode ser que você tenha um RAID 5 que não enfilere (mesmo que haja muita escrita).

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    Como importar dados a partir de uma range de células de uma planilha excel ?
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!996.entry


    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    terça-feira, 30 de março de 2010 14:54
  • É Gustavo. É uma questão difícil de avaliar. O ambiente perfeito é pouco provável de conseguir.

    Liguei o Profile em um banco de dados específico monitorando os eventos de SQL:BatchCompleted e SQL:BatchStarting.

     

    Me tira uma dúvida, várias operações de INSERT tem mais Reads que Writes. Poderia me explicar porque? Uma operação de insert não é uma gravação no banco de dados e na teoria teria q ter mais Write do que Read?

    terça-feira, 30 de março de 2010 17:43
  • Olá Danilo,

    Quando as tabelas possuem chaves primárias, índices, etc é necessário para consultar possíveis violações antes de propriamente gravar os dados. Daí a razão das leituras mesmo para operações de INSERT.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    Como importar dados a partir de uma range de células de uma planilha excel ?
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!996.entry


    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    • Sugerido como Resposta Gustavo Maia Aguiar terça-feira, 30 de março de 2010 19:11
    • Não Sugerido como Resposta Danilo Rogério quarta-feira, 31 de março de 2010 13:59
    terça-feira, 30 de março de 2010 19:11
  • Entendi, Gustavo.

    Poderia me dar um cenário só de exemplo de uma situação que as gravações serão maiores que a leitura apenas para que eu e o pessoal do fórum tenham conhecimento.

    Outra coisa, partindo do cenário de que as Leituras são maiores que as Gravações, você pode me auxiliar no estudo de RAID que talvez se adequaria melhor?

    Estou querendo, a princípio separar dados de índices. Para isso eu teria que criar outro filegroup, correto? Seria legal esse novo filegroup estar em outro HD?

    E quanto ao arquivo LDF. Ele ficaria no mesmo HD dos dados ou dos índices, partindo do princípio que não tenho todos os HDS que você sugeriu na primeira resposta.

     

    Grato,

    Danilo


    terça-feira, 30 de março de 2010 19:28