none
Deploy Windows XP MDT 2010 RRS feed

  • Pergunta

  • Boa noite,

    Estou fazendo uns testes aqui com a MDT 2010 para deploy do Windows XP e Windows 7, mas estou com a seguinte dúvida: Todas nossa máquinas são compradas do fornecedor com licença OEM, elas vem com um CD de instalação do sistema operacional.  Fiz um teste aqui utilizando essa mídia de instalação, importei o sistema, fiz uma instalação com todas as minhas aplicações e utilizei o template "sysprep e capture" para capturar minha imagem wim, depois apliquei a imagem e funcionou corretamente. O sysprep entre outras coisas remove também a chave do produto certo? Quando apliquei a imagem vi que a mesma chave foi utilizada no campos para informar a chave do produto. Existe algum problema nisso? Gostaria de saber se posso utilizar a mídia de instalação do Windows OEM para importar o S.O para o MDT?

    Obrigado

     

    Zepelini

     

     

    sábado, 12 de junho de 2010 00:44

Respostas

  • Boa Tarde,

    Segue Tutorial bem completo de como implementar o MDT2010.
    Com adição de Drivers, Imagens e etc.

    Tutorial completo no site, um ótimo material de aprendizado.
    http://athiago.wordpress.com/2011/01/10/mdt-2010-update1-criando-uma-imagem-de-instalacao-do-windows7-com-aplicacoes-updates-drivers-integrados-e-automatizada/
    MDT 2010 – Criando uma imagem de instalação, updates, drivers integrados e automatizada

    Olá caro leitor!

    Após algum tempo de estudos e descanso por conta das festas de fim ano em 2010, estou novamente trazendo a vocês mais um pouco de conhecimento sobre uma ferramenta, diga-se de passagem, fantástica da Microsoft! O Microsoft Deployment Toolkit 2010 Update 1 ou MDT 2010 Update 1.

    Provavelmente alguns dos leitores já devem ter lido sobre esta ferramenta e outros devem desconhecê-la completamente.

    Face a isto, vamos a um breve review sobre o MDT 2010.

    Quando mencionamos o MDT estamos falando de uma console que trabalha em conjunto com os utilitários do Windows AIK para automatizarmos a implementação de sistemas operacionais e aplicações sobre equipamentos em larga escala, pouco tempo, centralizadamente, customizadamente, etc.

    O MDT 2010 disponibiliza recursos para que organizações possam realizar implantações de sistemas operacionais em dois ou mais equipamentos concentrando em um ponto central, imagens de instalação de sistemas operacionais, updates, drivers, opções que permitem determinar, pelo MAC do adaptador de rede por exemplo, qual versão do sistema opearcional e aplicações podem ser instaladas em um determinado equipamento, idiomas e muito mais.

    Ao falarmos sobre MDT é importante mencionar que existem três formas de deployment a serem utilizadas. Estas formas são:

    • LTI ou Lite Touch Installation: este método utiliza o MDT para implantação e permite também o uso de uma media DVD/USB para implantação Offline – quando não há conectividade em um determinado equipamento. É flexível quanto as escolhas dos níveis de automatização do processo de implantação.
    • ZTI ou ZERO Touch Installation: este método requer que seja utilizado o SCCM (System Center Configuration Manager) em conjunto com o MDT. Suporta apenas automatização completa e implantação apenas via Network.
    • UDI ou User Driven Installation: este método requer que seja utilizado o SCCM (System Center Configuration Manager) em conjunto com o MDT. Suporta vários níveis de automatização e implantação apenas via Network.

    Os detalhes que mencionei sobre as formas de deployment foram apenas superficiais e relevantes neste caso. Como iremos utilizar um método que não requer uma infra estrutura de rede e sim apenas uma media, o método LTI será o utilizado.

    Os pontos a serem levados em consideração quando há a necessidade de escolher entre as formas de deployment vão além destes. Para termos uma idéia mais abrangente, podemos visualizar a tabela abaixo:

    LTI deployment ZTI deployment UDI deployment
    Allows selection of the level of automation Supports only fully automated deployments Allows selection of the level of automation
    Has minimal infrastructure requirements Requires System Center Configuration Manager Requires System Center Configuration Manager
    Supports deployments over a network using a shared folder or locally using removable storage such as a CD, DVD, or UFD Supports deployments only from System Center Configuration Manager distribution points Supports deployments only from System Center Configuration Manager distribution points
    The deployment process can be initiated manually or automatically using Windows Deployment Services The installation process can be initiated by System Center Configuration Manager or Windows Deployment Services The installation process can be initiated by System Center Configuration Manager or Windows Deployment Services
    The deployment process is configured using the Deployment Workbench The deployment process is configured using the Configuration Manager Console The deployment process is configured using the Configuration Manager Console and the UDI Wizard Designer.
    Can require less initial information technology (IT) administration configuration time Requires more initial IT administration configuration time Requires more initial IT administration configuration time
    Can require interaction by the user or deployment technician Requires no interaction by the user or deployment technician Can require interaction by the user or deployment technician
    Increases the risk of introducing configuration errors Reduces the risk of introducing configuration errors Increases the risk of introducing configuration errors
    Requires users or deployment technicians to have credentials with elevated permissions Users and deployment technicians are not required to have credentials with elevated permissions Requires users or deployment technicians to have credentials with elevated permissions
    Requires that users or deployment technicians know some configuration settings prior to initiating the MDT 2010 deployment process Users and deployment technicians do not need to know configuration settings prior to initiating the MDT 2010 deployment process Requires that users or deployment technicians know some configuration settings prior to initiating the MDT 2010 deployment process
    Can be used with slow connections or in instances where no network connectivity exists Requires a high-speed, persistent connection Requires a high-speed, persistent connection
    Requires little or no infrastructure to support deployment Requires an infrastructure sufficient to deploy operating system images Requires an infrastructure sufficient to deploy operating system images
    Supports deployment over the network or local to the computer from media Supports only network deployments Supports only network deployments
    Does not require management of target computers using System Center Configuration Manager Requires that target computers be managed using System Center Configuration Manager Requires that target computers be managed using System Center Configuration Manager
    Supports security policies in which automatic software installation is prohibited Supports only security in which automatic software installation is allowed. Supports only security in which automatic software installation is allowed.
    Supports deployment to target computers isolated by firewalls Requires remote procedure call (RPC) communication with target computers Requires RPC communication with target computers
    Supports the Upgrade Computer deployment scenario Does not support the Upgrade Computer deployment scenario Does not support the Upgrade Computer or Replace Computer deployment scenarios

    Um exemplo, a titulo de comparação com o uso do MDT para implementação por media Offline é o utilizado em computadores OEM.

    Se você meu caro leitor possui um equipamento oriundo de um grande player (Dell, HP, LG, etc.) deve ter encontrado entre os itens que o acompanham um CD/DVD que leva como titulo “Recuperação do sistema” ou um termo similar.

    O que este CD/DVD faz? Ao inserirmos esta media, inicializarmos e darmos continuidade no processo do CD/DVD estamos permitindo que as ferramentas presentes nesta media façam a recuperação do estado inicial do sistema operacional do equipamento.

    O resultado é a instalação do sistema operacional juntamente com drivers e todas as aplicações padronizadas e disponibilizadas pelo player com seus equipamentos.

    É mais que comum encontrarmos pela Internet IT Pros e End-Users que procuram uma forma de criar este tipo de processo visando reduzir o tempo de interação com o equipamento no momento de uma instalação limpa por exemplo.

    Criar uma media consolidando na mesma a imagem do sistema operacional, drivers de dispositivos, aplicações desejadas, etc. em um único processo, resulta na redução de tempo em termos um profissional monitorando toda a implementação e dando continuidade nesta na medida em que sua interação é solicitada.

    Tendo em vista reduzir o tempo presencial de um profissional e aumentar a produtividade no processo de implantação de um sistema operacional, irei mostrar a você meu caro leitor como obter este resultado com o MDT 2010 Update 1.

    É importante mencionar que este How Do I visa informar como obter o resultado de uma media OEM em um equipamento. Logo, para isto serão necessários informações extras como identificar a forma de se instalar uma determinada aplicação de forma silenciosa.

    Existem diversos locais na Internet onde podemos encontrar os parametros necessários para automatizar o processo de instalação de um determinado aplicativo, por exemplo, o Adobe Reader que é o leitor para arquivo PDF mais comumente usado pelo usuários.

    O escopo deste How Do I não tem como objetivo prover os parametros e técnicas de aplicações externas com o objetivo de torná-las automatizadas e sim mostrar, com um exemplo de instalação do Microsoft Office 2007 automatizado, como obter o resultado.

    Partindo da premissa que o leitor não tenha instalado o MDT, vejamos a seguir os itens necessários para chegarmos ao resultado esperado – uma media contendo os bits de instalação do Windows 7 + Aplicações aleatórias.

    1. Possuir pelo menos 15GB em seu volume C: ou no volume que desejar armazenar os arquivos para o Deployment Share do MDT 2010
    2. DVD ou ISO contendo os bits de instalação do Windows 7.
    3. Todas as aplicações desejadas armazenadas em um diretório qualquer e com as informações para uma instalação automática.
    4. Todos os updates (.MSU) que desejar integrar a instalação armazenados localmente em sua estação.
    5. Efetuar o download e a instalação do Microsoft Deployment Toolkit 2010 Update 1. Você pode fazer o download para a plataforma x86 aqui e para x64 aqui.
    6. Efetuar o download e a instalação do Windows Automated Installation Kit (Windows AIK). Você pode fazer o download do Windows AIK aqui.
    7. Possuir um DVD ou USB com no minimo 4GB de tamanho para armazenar a nova imagem de instalação.

    Pois bem, tendo os requesitos anteriores atendidos, podemos começar a trabalhar com o MDT 2010 com o objetivo de criarmos uma media de instalação OEM particular.

    Nosso primeiro passo é iniciarmos a console onde iremos visualizar os recursos e configurações do Microsoft Deployment Toolkit. Para iniciá-la, acesse o seguinte atalho:

    Iniciar > Todos os Programas > Microsoft Deployment Toolkit > Deployment Workbench

    Após iniciar a console seu primeiro contato será com a interface mostrada na imagem abaixo:

    MDT 2010 – Deployment Workbench

    A princípio, não existem configurações no Deployment Workbenck, apenas o Information Center onde há documentação, novidades, lista de componentes, etc.

    Para trabalharmos como o MDT precisamos de um Deployment Share (vamos chamar a partir de agora de DS), local onde serão armazenados os bits de instalação, aplicações, updates, informações de instalação, base de dados, etc.

    O processo para criar um novo Deployment Share é simples. Clique com o botão direito do mouse sobre o item Deployment Shares na console e escolha New Deployment Share.

    Será exibida a primeira etapa do processo de criação como na imagem abaixo:

    New Deployment Share – Path

    Na etapa Path você precisa informar o local onde serão armazenados os arquivo do DS. Por padrão ele exibe C:\DeploymentShare e você pode informar qualquer outro local digitando o caminho completo ou usando o botão Browser.

    Neste post estou utilizando o local D:\DeployShare.

    Clique em Next para irmos a próxima etapa e visualizar a imagem abaixo:



    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    segunda-feira, 11 de junho de 2012 19:20
    Moderador
  • Boa noite!

    Talvez não consiga responder a sua pergunta agora, mas acho que podemos nos ajudar. Já implementei o MDT 2010 em 20 servidores espalhados em diversas cidades, logo acho que podemos trocar experiências.

     

    Podes me passar teu msn?

     

    Um abraço.

    terça-feira, 15 de junho de 2010 01:10

Todas as Respostas

  • Boa noite!

    Talvez não consiga responder a sua pergunta agora, mas acho que podemos nos ajudar. Já implementei o MDT 2010 em 20 servidores espalhados em diversas cidades, logo acho que podemos trocar experiências.

     

    Podes me passar teu msn?

     

    Um abraço.

    terça-feira, 15 de junho de 2010 01:10
  • Boa Tarde,

    Segue Tutorial bem completo de como implementar o MDT2010.
    Com adição de Drivers, Imagens e etc.

    Tutorial completo no site, um ótimo material de aprendizado.
    http://athiago.wordpress.com/2011/01/10/mdt-2010-update1-criando-uma-imagem-de-instalacao-do-windows7-com-aplicacoes-updates-drivers-integrados-e-automatizada/
    MDT 2010 – Criando uma imagem de instalação, updates, drivers integrados e automatizada

    Olá caro leitor!

    Após algum tempo de estudos e descanso por conta das festas de fim ano em 2010, estou novamente trazendo a vocês mais um pouco de conhecimento sobre uma ferramenta, diga-se de passagem, fantástica da Microsoft! O Microsoft Deployment Toolkit 2010 Update 1 ou MDT 2010 Update 1.

    Provavelmente alguns dos leitores já devem ter lido sobre esta ferramenta e outros devem desconhecê-la completamente.

    Face a isto, vamos a um breve review sobre o MDT 2010.

    Quando mencionamos o MDT estamos falando de uma console que trabalha em conjunto com os utilitários do Windows AIK para automatizarmos a implementação de sistemas operacionais e aplicações sobre equipamentos em larga escala, pouco tempo, centralizadamente, customizadamente, etc.

    O MDT 2010 disponibiliza recursos para que organizações possam realizar implantações de sistemas operacionais em dois ou mais equipamentos concentrando em um ponto central, imagens de instalação de sistemas operacionais, updates, drivers, opções que permitem determinar, pelo MAC do adaptador de rede por exemplo, qual versão do sistema opearcional e aplicações podem ser instaladas em um determinado equipamento, idiomas e muito mais.

    Ao falarmos sobre MDT é importante mencionar que existem três formas de deployment a serem utilizadas. Estas formas são:

    • LTI ou Lite Touch Installation: este método utiliza o MDT para implantação e permite também o uso de uma media DVD/USB para implantação Offline – quando não há conectividade em um determinado equipamento. É flexível quanto as escolhas dos níveis de automatização do processo de implantação.
    • ZTI ou ZERO Touch Installation: este método requer que seja utilizado o SCCM (System Center Configuration Manager) em conjunto com o MDT. Suporta apenas automatização completa e implantação apenas via Network.
    • UDI ou User Driven Installation: este método requer que seja utilizado o SCCM (System Center Configuration Manager) em conjunto com o MDT. Suporta vários níveis de automatização e implantação apenas via Network.

    Os detalhes que mencionei sobre as formas de deployment foram apenas superficiais e relevantes neste caso. Como iremos utilizar um método que não requer uma infra estrutura de rede e sim apenas uma media, o método LTI será o utilizado.

    Os pontos a serem levados em consideração quando há a necessidade de escolher entre as formas de deployment vão além destes. Para termos uma idéia mais abrangente, podemos visualizar a tabela abaixo:

    LTI deployment ZTI deployment UDI deployment
    Allows selection of the level of automation Supports only fully automated deployments Allows selection of the level of automation
    Has minimal infrastructure requirements Requires System Center Configuration Manager Requires System Center Configuration Manager
    Supports deployments over a network using a shared folder or locally using removable storage such as a CD, DVD, or UFD Supports deployments only from System Center Configuration Manager distribution points Supports deployments only from System Center Configuration Manager distribution points
    The deployment process can be initiated manually or automatically using Windows Deployment Services The installation process can be initiated by System Center Configuration Manager or Windows Deployment Services The installation process can be initiated by System Center Configuration Manager or Windows Deployment Services
    The deployment process is configured using the Deployment Workbench The deployment process is configured using the Configuration Manager Console The deployment process is configured using the Configuration Manager Console and the UDI Wizard Designer.
    Can require less initial information technology (IT) administration configuration time Requires more initial IT administration configuration time Requires more initial IT administration configuration time
    Can require interaction by the user or deployment technician Requires no interaction by the user or deployment technician Can require interaction by the user or deployment technician
    Increases the risk of introducing configuration errors Reduces the risk of introducing configuration errors Increases the risk of introducing configuration errors
    Requires users or deployment technicians to have credentials with elevated permissions Users and deployment technicians are not required to have credentials with elevated permissions Requires users or deployment technicians to have credentials with elevated permissions
    Requires that users or deployment technicians know some configuration settings prior to initiating the MDT 2010 deployment process Users and deployment technicians do not need to know configuration settings prior to initiating the MDT 2010 deployment process Requires that users or deployment technicians know some configuration settings prior to initiating the MDT 2010 deployment process
    Can be used with slow connections or in instances where no network connectivity exists Requires a high-speed, persistent connection Requires a high-speed, persistent connection
    Requires little or no infrastructure to support deployment Requires an infrastructure sufficient to deploy operating system images Requires an infrastructure sufficient to deploy operating system images
    Supports deployment over the network or local to the computer from media Supports only network deployments Supports only network deployments
    Does not require management of target computers using System Center Configuration Manager Requires that target computers be managed using System Center Configuration Manager Requires that target computers be managed using System Center Configuration Manager
    Supports security policies in which automatic software installation is prohibited Supports only security in which automatic software installation is allowed. Supports only security in which automatic software installation is allowed.
    Supports deployment to target computers isolated by firewalls Requires remote procedure call (RPC) communication with target computers Requires RPC communication with target computers
    Supports the Upgrade Computer deployment scenario Does not support the Upgrade Computer deployment scenario Does not support the Upgrade Computer or Replace Computer deployment scenarios

    Um exemplo, a titulo de comparação com o uso do MDT para implementação por media Offline é o utilizado em computadores OEM.

    Se você meu caro leitor possui um equipamento oriundo de um grande player (Dell, HP, LG, etc.) deve ter encontrado entre os itens que o acompanham um CD/DVD que leva como titulo “Recuperação do sistema” ou um termo similar.

    O que este CD/DVD faz? Ao inserirmos esta media, inicializarmos e darmos continuidade no processo do CD/DVD estamos permitindo que as ferramentas presentes nesta media façam a recuperação do estado inicial do sistema operacional do equipamento.

    O resultado é a instalação do sistema operacional juntamente com drivers e todas as aplicações padronizadas e disponibilizadas pelo player com seus equipamentos.

    É mais que comum encontrarmos pela Internet IT Pros e End-Users que procuram uma forma de criar este tipo de processo visando reduzir o tempo de interação com o equipamento no momento de uma instalação limpa por exemplo.

    Criar uma media consolidando na mesma a imagem do sistema operacional, drivers de dispositivos, aplicações desejadas, etc. em um único processo, resulta na redução de tempo em termos um profissional monitorando toda a implementação e dando continuidade nesta na medida em que sua interação é solicitada.

    Tendo em vista reduzir o tempo presencial de um profissional e aumentar a produtividade no processo de implantação de um sistema operacional, irei mostrar a você meu caro leitor como obter este resultado com o MDT 2010 Update 1.

    É importante mencionar que este How Do I visa informar como obter o resultado de uma media OEM em um equipamento. Logo, para isto serão necessários informações extras como identificar a forma de se instalar uma determinada aplicação de forma silenciosa.

    Existem diversos locais na Internet onde podemos encontrar os parametros necessários para automatizar o processo de instalação de um determinado aplicativo, por exemplo, o Adobe Reader que é o leitor para arquivo PDF mais comumente usado pelo usuários.

    O escopo deste How Do I não tem como objetivo prover os parametros e técnicas de aplicações externas com o objetivo de torná-las automatizadas e sim mostrar, com um exemplo de instalação do Microsoft Office 2007 automatizado, como obter o resultado.

    Partindo da premissa que o leitor não tenha instalado o MDT, vejamos a seguir os itens necessários para chegarmos ao resultado esperado – uma media contendo os bits de instalação do Windows 7 + Aplicações aleatórias.

    1. Possuir pelo menos 15GB em seu volume C: ou no volume que desejar armazenar os arquivos para o Deployment Share do MDT 2010
    2. DVD ou ISO contendo os bits de instalação do Windows 7.
    3. Todas as aplicações desejadas armazenadas em um diretório qualquer e com as informações para uma instalação automática.
    4. Todos os updates (.MSU) que desejar integrar a instalação armazenados localmente em sua estação.
    5. Efetuar o download e a instalação do Microsoft Deployment Toolkit 2010 Update 1. Você pode fazer o download para a plataforma x86 aqui e para x64 aqui.
    6. Efetuar o download e a instalação do Windows Automated Installation Kit (Windows AIK). Você pode fazer o download do Windows AIK aqui.
    7. Possuir um DVD ou USB com no minimo 4GB de tamanho para armazenar a nova imagem de instalação.

    Pois bem, tendo os requesitos anteriores atendidos, podemos começar a trabalhar com o MDT 2010 com o objetivo de criarmos uma media de instalação OEM particular.

    Nosso primeiro passo é iniciarmos a console onde iremos visualizar os recursos e configurações do Microsoft Deployment Toolkit. Para iniciá-la, acesse o seguinte atalho:

    Iniciar > Todos os Programas > Microsoft Deployment Toolkit > Deployment Workbench

    Após iniciar a console seu primeiro contato será com a interface mostrada na imagem abaixo:

    MDT 2010 – Deployment Workbench

    A princípio, não existem configurações no Deployment Workbenck, apenas o Information Center onde há documentação, novidades, lista de componentes, etc.

    Para trabalharmos como o MDT precisamos de um Deployment Share (vamos chamar a partir de agora de DS), local onde serão armazenados os bits de instalação, aplicações, updates, informações de instalação, base de dados, etc.

    O processo para criar um novo Deployment Share é simples. Clique com o botão direito do mouse sobre o item Deployment Shares na console e escolha New Deployment Share.

    Será exibida a primeira etapa do processo de criação como na imagem abaixo:

    New Deployment Share – Path

    Na etapa Path você precisa informar o local onde serão armazenados os arquivo do DS. Por padrão ele exibe C:\DeploymentShare e você pode informar qualquer outro local digitando o caminho completo ou usando o botão Browser.

    Neste post estou utilizando o local D:\DeployShare.

    Clique em Next para irmos a próxima etapa e visualizar a imagem abaixo:



    * Ajude a organizar melhor o Fórum, dando Feedback sobre a dúvida solicitada, e marcando como Útil e como Resposta, a postagem dos colaboradores que resolveram o seu caso, ou foram úteis *

    segunda-feira, 11 de junho de 2012 19:20
    Moderador