none
QUAL O MELHOR TIPO DE RAID PARA O SQL 2005 E SQL 2008 ? RRS feed

  • Pergunta

  • GOSTARIA DE SABER QUAL O MELHOR TIPO DE RAID PARA POR EM PRATICA , QUANDO FOR INSTALAR UM DETERMINANDO SERVIDOR.
    SE O RAID 50 OU RAID 60 ?
    sexta-feira, 29 de maio de 2009 20:49

Respostas

Todas as Respostas

  • Boa Tarde,

    O melhor tipo de RAID é aquele que é barato, dá desempenho e tem tolerância à falhas.
    E que RAID seria esse ? Bem, é impossível de determinar porque cada cenário envolve requisitos diferentes.

    Existem RAIDs muito indicados para leitura e péssimos para escrita. Existem RAIDs que tem muito desempenho mas podem exigir mais discos do que você está disponível a fornecer.

    Só é possível analisar o melhor RAID com um cenário específico. Não há um RAID ótimo para o SQL Server (e nem para nenhum banco de dados).

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    Como executar tarefas ao iniciar o SQL Server ?
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!570.entry
    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    sexta-feira, 29 de maio de 2009 21:10
  • OK. OBRIGADO GUSTAVO....ME AJUDOU UM POCO. VC TRABALHA NA ACAO INFORMATICA?
    >> Anderson Tatsch << >Dualogyk System<
    sexta-feira, 29 de maio de 2009 21:12
  • Olá Anderson,

    A resposta está um pouco vaga, mas é que RAID pra banco tem que avaliar.
    Como IO é o componente mais crítico, é bem difícil apontar uma solução certa sem conhecer os demais fatores.

    Acho que é apenas uma coincidência de nomes. Eu não trabalho na ação informática.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    Como executar tarefas ao iniciar o SQL Server ?
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!570.entry


    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    sexta-feira, 29 de maio de 2009 21:54
  • ok. obrigadao. me ajudou mesmo !!

    pode ser coincidencia sim. !! ate mais.
    Anderson Tatsch Dualogyk System nurytyrs@hotmail.com
    sexta-feira, 29 de maio de 2009 21:57
  • Anderson,

    Em alguns documentos e livros da Microsoft Press, o RAID recomendável para SQL Server é o RAID 5, mas este tipo de afirmação é um pouco complicada.

    Inicialmente vai depender da sua necessidade e capital financeiro.


    Pedro Antonio Galvão Junior - MVP - Windows Server System - SQL Server/Coordenador de Projetos/DBA
    terça-feira, 2 de junho de 2009 12:16
    Moderador
  • Reafimando o que nosso MVP - Junior Galvão disse.

    O Raid 5 é altamente recomendado por implicar em redundancia de informações , suporte a falhas.

    Mas também temos de lembrar do RAID 1 que não possui a redundância mas é o mais indicado quando o assundo é tamanho de storage e velocidade de leitura já que podemos considerar todas as cabeças de leituras de vários hd´s lendo informações pertinentes de uma única tabela.

    Espero ter ajudado.

    Abraços.
    Diogo Á. Di Pietro
    quinta-feira, 4 de junho de 2009 00:01
  • OK. OBRIGADAO DIOGO. ME AJUDARAO MUITO.


    Anderson Tatsch Dualogyk System nurytyrs@hotmail.com
    • Marcado como Resposta Anderson Tatsch quinta-feira, 4 de junho de 2009 00:35
    quinta-feira, 4 de junho de 2009 00:35
  • Boa Noite,

    Tenho algumas colocações a respeito do postado.

    Eu discordo que o RAID 5 é o recomendável para o SQL Server. Essa afirmativa não pode ser feita sem uma análise do cenário. RAID 5 é talvez uma alternativa mais econômica em termos de aproveitamento pois o "desperdício" de disco é menor. Em todo caso a performance de uma solução RAID 5 pode ser proibitiva para certos cenários (um sistema bancário com grande volumes de inserções ou grandes tabelas de auditoria).

    Ainda que o RAID 5 economize disco, normalmente o ganho de desempenho pode justificar qualquer economia de disco. Uma solução com 4 discos de 50GB com RAID 5 tem um espaço útil de 150GB enquanto que no RAID 1 tem somente 100GB. Será que economizar 50GB no RAID 5 justifica piorar o desempenho das escritas em aproximadamente 75% ? Vale a pena lembrar também que no RAID1 nesse cenário se dois discos forem perdidos os dados estão seguros. Já no RAID 5 dois discos provocam toda a perda dos dados. É algo a se pensar...

    Também discordo que o RAID 1 não tenha redundância. O RAID 1 é o espelhamento de disco e provê um nível de redundância. Se há dois discos de 50GB em RAID1, um será espelho do outro. No caso de um disco ficar indisponível, o fato do outro ser redundante irá prover a tolerância à falhas enquanto o disco defeituoso estiver sendo trocado (afinal um é o espelho do outro). Acredito que o termo referia-se ao RAID 0 (strip set) e não ao RAID 1.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    Usando o SSIS para importar várias planilhas de um mesmo arquivo Excel para o SQL Server
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!591.entry
    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    sexta-feira, 5 de junho de 2009 01:30
  • Corrigindo o que eu disse , sobre o RAID1 , nosso MVP notou minha confusão sobre os mesmos, quis mencionar o RAID0 onde possuimos vários HD´s trabalhando como se fossem apenas um , alta performance sem tolerância a falhas. 

    Como dito anteriormente o uso do Raid depende do investimento disponível no entanto deverá também analisar o que realmente deseja ter em suas mãos muitas vezes investir em redundância de informações (espelhamento de dados) torna aplicações com grandes quantidades de dados mais lentas. Sendo que podemos solucionar esse caso com um projeto de Backup´s bem feito com vários backup´s de Log durante o dia garantindo sua informação sempre segura. 

    Atualmente trabalho em uma empresa que adotou o Raid0 + 1 onde temos performance aliada a tolerância a falhas o investimento é maior claro. 

    Para que possa realmente entender como funcionam as coisas eu busquei um tópico:

    Espero ter ajudado e obrigado pela atenção do nosso MVP corrigindo uma confusão sobre o escrito. 

    Abraço a todos. 

    Diogo Á. Di Pietro
    quarta-feira, 10 de junho de 2009 14:13
  • Maia,

    No seu eu que estou afirmando que o RAID 5 é a melhor solução, alias já tivemos várias discussões aqui no fórum sobre isso.

    As informações que tenho estão relacionados as Livros Oficiais sobre SQL Server 2000 e 2005 que relatam sobre o RAID 5, como também livros do Windows Server 2003 destacam isso também.

    Outra coisa, os cursos oficiais Microsoft destacam também este cenário como o mais indicado para trabalhar com SQL Server.

    Maia, respeito sua opinião e conhecimento, com certeza você tem uma visão muito melhor que a minha.

    Valeu.

     

     

     


    Pedro Antonio Galvão Junior - MVP - Windows Server System - SQL Server/Coordenador de Projetos/DBA
    quarta-feira, 10 de junho de 2009 17:25
    Moderador
  • Boa Noite,

    Desculpem, mas as vezes minhas considerações podem parecer críticas mas essa não é a minha intenção. Acho que a discussão é o que torna os posts ainda mais contrutivos.

    Jr. andei pesquisando a respeito dos MOCs sobre a questão do RAID e me chama a atenção que cada vez mais os MOCs estão deixando o conceito de RAID por conta do instrutor e não mais por conta do material. Pesquisando os cursos de SQL Server 2000, 2005 e 2008 apenas o do 2000 é um pouco mais claro sobre o assunto.

    MOC 2072 - Module 3: Managing Database Files (SQL Server 2000)
    Applying Types of RAID

    When using hardware–based RAID to optimize your database, consider using the following types of RAID:
     Disk mirroring or disk duplexing (RAID 1) for redundancy for the transaction log.
     Disk striping with parity (RAID 5) for performance and redundancy for data files and transaction logs.
     Disk mirroring with striping (RAID 10 or RAID 1 + RAID 0) for maximum performance for data files.

    MOC 2780 - Module 2: Managing Databases and Files (SQL Server 2005)

    To spread data evenly across all disks, use redundant array of independent disks (RAID) technologies, and then use user-defined filegroups to spread data across multiple hardware stripe sets if needed

    You should create the transaction log on a separate disk away from the database files or use RAID. Because the transaction log file is written serially, using a separate, dedicated disk allows the disk heads to stay in place for the next write operation. Using RAID also provides fault tolerance.

    You should place the tempdb database on a fast I/O subsystem separate from user databases to ensure optimal performance. You can use RAID to stripe the tempdb database across multiple disks for better performance.

    MOC 2779 - Module 1: Creating Databases and Database Files (SQL Server 2005)

    Although redundant array of independent disks (RAID) is a preferred way to improve the performance of a database, you can assign multiple files on separate disks to a single filegroup to improve performance by implementing a form of data striping within SQL Server.

    MOC 6231 - Module 8: Maintaining High Availability (SQL Server 2008)

    RAID
    A redundant array of independent disks (RAID) is a single server solution to provide hard-disk redundancy and performance improvements. RAID can be either a Microsoft Windows® or a hardware solution, with hardware implementations offering better performance and protection, but at an increased price. The most popular forms of RAID for availability are RAID 1 (disk mirroring), RAID 5 (disk striping with distributed parity), and RAID 10 (mirroring with striping, also known as RAID 1+0).

    Bem, para encontrar algo mais esclarescedor, pesquisei uma das melhores referências de tuning de SQL Server 2000 existentes (O Performance Tuning da Microsoft Press). Ele foi mais enfático na questão

    Microsoft SQL Server 2000 Performance Tuning Technical Reference
    Chapter 3 - Understanding the I/O Subsystem and RAID

    RAID 0 Recommendations
    RAID 0 is not typically recommended for storing SQL Server data files. Because the data in the database is important to your business, its loss could be devastating. A RAID 0 array does not protect you against a disk failure, so we do not recommend using it for any critical system component, such as OS, transaction log, or database files.

    Caution  A disk drive is a mechanical component. The disk is spinning at a high rate of speed and operates at a high temperature. Because the disk is a mechanical component, it is one of the most likely components to fail. It is important to protect your database against that failure by using fault tolerance on SQL Server data files.
     
    RAID 1 Recommendations
    RAID 1 offers a high degree of fault tolerance, as well as good performance. Some recommendations for using RAID 1 are as follows:

    Use RAID 1 when all the data fits on one disk drive.

    Use RAID 1 for your operating system disk. It can be time-consuming to rebuild an OS in the event of a failure. Since the OS usually fits on one disk, RAID 1 is a good choice.

    Use RAID 1 for the transaction log. Typically the SQL Server transaction log can fit on one disk drive. In addition, the transaction log performs mostly sequential writes. Only rollback operations cause reads from the transaction log. Thus you can achieve a high rate of performance by isolating the transaction log to its own RAID 1 volume.

    Use write caching on RAID 1 volumes. Because RAID 1 writes will not finish until both writes have been done, you can improve performance of writes by using a write cache. When you use a write cache be sure that it is backed up by a battery.

    There are other fault-tolerant solutions for use when more than one disk is required. RAID 1 is great when fault tolerance is required and one disk is sufficient for all the data.

    RAID 5 Recommendations
    Because of the additional I/Os incurred by RAID 5 writes, this RAID level is recommended for disk volumes that are used mostly for reading. Because the parity chunks are distributed among the different disks in the array, all disks are used for read operations. These characteristics lead to the following recommendations.

    Use RAID 5 on read-only volumes. Any disk volume that does more than 10 percent writes is not a good candidate for RAID 5.

    Use write caching on RAID 5 volumes. Since a RAID 5 write is not complete until two reads and two writes have been performed, you can improve the response time of writes through the use of a write cache. When you use a write cache, be sure that it is backed up with a battery. However, the write cache is not a cure for overdriving your disk drives. You must still stay within the capacity of those disks.

    As you can see, RAID 5 is economical, but at a performance price. You will see later in this chapter how high that price can be.

    RAID 10 Recommendations
    RAID 10 offers a high degree of fault tolerance and is high performance. RAID 10 should be used when a large volume is required and more than 10 percent of the I/Os are writes. RAID 10 recommendations include the following:

    Use RAID 10 whenever the array experiences more than 10 percent writes. RAID 5 does not perform well with large numbers of writes.

    Use RAID 10 when performance is critical. Since RAID 10 supports split seeks, performance is very good.

    Use write caching on RAID 10 volumes. Since RAID 10 writes are not complete until both writes are done, you can improve the performance of writes by using a write cache. Write caching is only safe when used in conjunction with caches that are backed up with batteries.

    RAID 10 is the best fault-tolerant solution, but it comes at a cost. You must purchase twice the number of disks that you would need with RAID 0. If your volume is mostly read, then RAID 5 might be acceptable.

    Como o livro indica, o uso do RAID 5 para uma base com mais de 10% de escritas pode não ser indicado do ponto de vista de performance (embora seja uma solução mais econômica).

    Para ter uma visão mais atual (SQL Server 2008), andei pesquisando uma outra boa referência (Professional Microsoft SQL Server 2008 Administration). Ele possui algumas recomendações

    Disk Configuration
    When you plan your disk drives, consider availability, reliability, space requirements, and throughput. You need to design the disk I/O subsystem to meet your needs. In particular, you need to decide how to implement availability and reliability, which usually transfers into Redundant Array of Inexpensive Disks (RAID) and Storage Area Network (SAN) decisions:

    ❑ How will the master and model databases be protected? (Probably mirrored)
    ❑ How will the data files for the database be configured? (Probably RAID 5 or RAID 10.) You learn
    more about the hardware configuration of your SQL Server in Chapter 11.
    ❑ How will the log files be configured? (Mirrored)
    ❑ Where will tempdb be placed and configured? (Away from other files and probably mirrored)

    O que percebo é que é realmente imprescindível uma boa análise, pois, o RAID 5 pode ser mais econômico e tolerante a falhas, mas até que ponto vale a pena sacrificar o desempenho ? É algo para pensar...

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    Como importar e exportar imagens entre o SQL Server e o File System ? – Parte I
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!601.entry


    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    sexta-feira, 12 de junho de 2009 01:27