none
Exportar uma BD de SQL 2005 para SQL 2000 RRS feed

  • Pergunta

  • Estou com um problema ao fazer a exportação de dados de uma base de dados em sql 2005 para 2000, porque só copia os dados e não me copia as chaves primárias. Alguém me pode ajudar para solucionar este problema?
    terça-feira, 7 de julho de 2009 18:07

Todas as Respostas

  • Boa Tarde,

    Isso ocorre porque a exportação é de dados. É natural, pois, a exportação de dados possibilita exportar dados para as mais diversas plataformas não SQL Server e como não há uma forma universal de criação de estruturas, não há como exportar nada além dos dados.

    O que você pode tentar fazer é gerar os scripts das estruturas (tabelas, views, pks), aplicar somente o script de criação das tabelas, migrar os dados e posteriomente aplicar as demais partes do script.

    Outra opção é gerar tudo (estrutura e dados) através do Database Publishing Wizard.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    Certificados, Cross Database Ownership Chaining e Segurança
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!622.entry


    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    terça-feira, 7 de julho de 2009 18:28
  • Rui,

    Por padrão quando falamos em importação/exportação de um banco de dados, estamos fazendo referência aos dados existem e não aos objetos e seus regras ou consistências. Neste caso é justamente isso que o SQL Server 2005 esta fazendo, lendo os dados nas tabelas existentes e repassando para o SQL Server 2000 sem levar qualquer tipo de consistência ou regras.

    Em algumas diversas importações de dados que realizo, costumo sempre desativar qualquer tipo de regra ou consistência existente em ambos os bancos de dados e seus objetos, justamente para evitar perda de performance ou até mesmo problemas na importação, logicamente tendo um ambiente muito bem organizado.

    Agora o que eu já realizei em algumas situações, foi criar a base de dados destino exatamente igual a origem:

    - Tabelas,
    - Índices,
    - Chaves primárias,
    - Chaves estrangeiras.

    E no fim realizo o processo de importação/exportação dos dados.

    Outras possibilidades que utilizo é criar scripts do banco de dados de origem contendo todas as definições dos objetos e suas propriedades, insiro os dados no banco de dados destino e depois aplico o script.
    Pedro Antonio Galvão Junior - MVP - Windows Server System - SQL Server/Coordenador de Projetos/DBA
    terça-feira, 7 de julho de 2009 23:54
    Moderador