none
Live Migration Hyper-V Server 2012 RRS feed

  • Pergunta

  • Boa tarde amigos,

    Sou novato na parte de Virtualização de servidores e esse fim de semana, fui estudar e resolvi instalar o Hyper-V Server 2012 e consegui instalá-lo e funcionando perfeitamente.

    Então, no meu notebook, consegui conectar no Hyper-V Server normalmente e criei meu servidor Virtual.

    Até aqui tudo beleza! Agora que vem minha dúvida:

    Pretendo montar uma outra máquina da mesma forma que fiz com esta, porém, estou querendo simular a utilização da ferramente Live Migrate, onde é nada mais do que, migrar um servidor VM de um host para outro.

    Meu questionamento seria se essa ferramenta funcionaria com o host desligado ou seria obrigatório o host está ligado?

    Alguém utiliza o Hyper-V Server e poderia me ajudar?

    Obrigado a todos!

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 15:58

Respostas

Todas as Respostas

  • Boa tarde, para efeito de teste você precisara criar um ambiente hyper-v em cluster mesmo. Ambos precisam estar ligados para tal atividade porém ficara limitado apenas criar as virtuais dentro do ambiente, não podendo inicializa-las. Dentro do seu hyperv precisará de:

    1 - Servidor AD;

    2 - Host1 com Windows Server 2012 R2 / HyperV Server 2012

    3 - Host2 com Windows server 2012 R2 / HyperV Server 2012

    4 - Um host para simular uma storage. (Podendo ser o próprio servidor AD citado no primeiro item)

    Mas para um estudo mais a fundo de uma olhada nesses videos

    https://engdanielsantos.wordpress.com/2010/05/02/live-migration-%E2%80%93-montando-um-ambiente-de-teste/

    http://www.microsoftvirtualacademy.com/training-courses/alta-disponibilidade-com-hyper-v-server-2012?m=2250&ct=14889

    Espero ter ajudado. Se útil, por favor classifique.


    João Carlos Xavier de Macedo Specialist Platforms Microsoft MCP,MCT,MCSA,MCTS,MCITP, ENTERPRISE VIRTUALIZATION WINDOWS SERVER 2008 R2,MCSE WINDOWS SERVER 2012

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 16:08
  • Boa tarde Joao,

    Esse Servidor de AD com o Storage, deve ser um terceiro servidor físico ou um dos hosts citados acima?

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 16:26
  • Não..pode ser tudo ambiente virtual. Desde que tenha disponibilidade de memória e disco no seu computador físico.


    João Carlos Xavier de Macedo Specialist Platforms Microsoft MCP,MCT,MCSA,MCTS,MCITP, ENTERPRISE VIRTUALIZATION WINDOWS SERVER 2008 R2,MCSE WINDOWS SERVER 2012

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 16:28
  • Entendi João, porém, eu estou pensando em algo mais catastrófico, no seguinte:

    Tenho 2 máquinas físicas, Host1 e Host2 onde cada host possui o Hyper-V Server 2012 e suas VMs (VMServer1 (principal) e VMServer2(secundario)).

    Vamos supor que o Host1 dê algum problema, onde eu tenha de fazer com o que a VMServer2 vire o meu servidor principal até que o VMServer1 volte ao normal, por conta do meu Host1.

    Minha dúvida seria implantar essa minha alta disponibilidade em cima das máquinas físicas e não das VMs, pelo que eu entendi, senão for, peço desculpas, pois sou novato em Virtualização e peguei esse fim de semana para estudar isso e pretendo implantar no meu trabalho esse cenário.


    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 16:44
  • É que para efeito de teste/estudo o melhor cenário seria tudo com o hyperv e trabalhando com as maquinas virtuais. Mas caso tenha disponibilidade, pode Executar o mesmo procedimento, ou seja, duas (ou mais) maquinas físicas uma storage. Que é normalmente o que se implanta quando é em ambiente real.

    De uma olhada nesse desenho e veja se lhe ajuda a entender melhor. Caso precise de mais informações me mande um e-mail.

    https://social.technet.microsoft.com/Forums/getfile/286357

    Espero ter ajudado, se útil, por favor classifique.


    João Carlos Xavier de Macedo Specialist Platforms Microsoft MCP,MCT,MCSA,MCTS,MCITP, ENTERPRISE VIRTUALIZATION WINDOWS SERVER 2008 R2,MCSE WINDOWS SERVER 2012

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 16:53
  • Certo João, vou dar uma estudada em todas as informações que voce me passou e qualquer duvida ou informações, te falo.

    Obrigado por me ajudar nas informações e conhecimento.

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 17:30
  • Ok. Só classifique a resposta para mantermos a qualidade do fórum.

    Obrigado


    João Carlos Xavier de Macedo Specialist Platforms Microsoft MCP,MCT,MCSA,MCTS,MCITP, ENTERPRISE VIRTUALIZATION WINDOWS SERVER 2008 R2,MCSE WINDOWS SERVER 2012

    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 17:30
  • Boa tarde João,

    Estudando e testando o meu cenário, esta ferramenta Live Migration não funciona, pois ela serve para migração on line e para uma parada temporária do host principal, sendo que o meu cenário é para um host indisponível.

    Pesquisei sobre este assunto e cai em um site do Leandro (http://blogs.msmvps.com/msvirtualization/2011/10/18/tudo-o-que-voc-234-precisa-saber-bem-explicado-sobre-o-hyper-v-do-windows-server-8/#comment-3451) onde ele menciona uma opção no Gerenciador do Hyper-V uma opção chamada Hyper-V Réplica, onde essa opção caberia ao meu cenário, porém, não estou encontrando esta opção no gerenciador e ele não menciona isso no post. Você já ouviu falar desta opção? Se sim, sabe onde eu posso achar? Já vasculhei tudo e nao encontro.

    Obrigado mais uma vez pelas informações e conhecimento de estudo.

    terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 15:08
  • Sim, a replica é um processo manual de failover. Bem funcional também.

    João Carlos Xavier de Macedo Specialist Platforms Microsoft MCP,MCT,MCSA,MCTS,MCITP, ENTERPRISE VIRTUALIZATION WINDOWS SERVER 2008 R2,MCSE WINDOWS SERVER 2012

    terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 23:40
  • Apenas uma pergunta: por que utilizar um processo manual como Live Migration ou Hyper-V Replica?

    Vejo que você não compreende o conceito de cada uma destas funções. Primeiro, se você deseja ter dois hosts com o Hyper-V Server e a alta disponibilidade dos guests que estão executando sobre ambos, você precisa de um Hyper-V Failover Cluster.

    Segundo, o uso da opção Live Migration (implícita/dependente do Failover Cluster) é usada manualmente quando você tem uma manutenção agendada em um dos host e precisa movimentar os guests para outro host e então desligá-lo com segurança se causar o downtime dos serviços.

    Terceiro, Hyper-V Replica é um recurso normalmente utilizado para criar ambientes de contingência (COB, BCM, etc.) onde você tem um Data Center de produção com os hosts, guests em execução neste ambiente e outro Data Center de contingência recebendo a réplica dos guests de produção.

    Caso ocorra um desastre no Data Center de produção e precise reestabelecer o ambiente (BCDR ou Business Continuity and Disater Recovery) as réplicas no Data Center de contingência seriam ativadas.

    Entenda que o que você precisa neste momento que atende perfeitamente a sua necessidade é um Hyper-V Failover Cluster.

    Instale o Hyper-V Server 2012 sobre os hosts, crie um Failover Cluster com ambos, crie um Cluster Shared Volume, crie uma VM sobre qualquer um dos host dentro do CSV, inicie a VM e desligue o host onde a VM está em execução. Você verá a VM ser migrada automaticamente para o host que continua online.

    Recomendo que leia este artigo e os subsequentes: https://4sysops.com/archives/hyper-v-cluster-part-1-requirements/

    quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 12:51
  • Bom dia Anderson,

    Basta somente configurar o FailOver Cluster nas duas máquinas Hyper-V Server? Vi o link que voce me pediu, porém, ele faz uso de 4 máquinas fisicas rapa realizar tudo isso que voce mencionou.

    Anderson, como disse lá em cima, sou novo na parte de Virtualização, com isso, estou estudando para ganhar mais conhecimentos que já tenho e vocês estão sendo minha ponte de conhecimento para isso. Estou procurando entender o melhor possível.

    O que eu preciso na realidade é criar 2 máquinas Hyper-V Server de alta disponibilidade, com uma máquina virtual cada uma instalada o windows server 2008, onde um Hyper-V Server seria a produção e o outro a ser utilizado para somente caso o de produção fique indisponivel, seja migrado a VM da produção e quando a produção estiver disponível, ele retorna para o Hyper-V de produção, como se nada tivesse acontecido.

    Somente isso que preciso simular em casa e estudar para futuramente implantar no meu trabalho.

    Agradeço e muito mesmo a você e o Joao Macedo por perder um tempinho para poder me ajudar nesta empreitada e desafio.

    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 12:50
  • Se o seu objetivo é montar um ambiente em sua casa, você vai precisar de pelo menos quatro (4) VMs (Domain Controller+DNS, Hyper-V-Node1, Hyper-V-Node2 e um Storage Server) para chegar a este resultado como mostrado nos artigos que eu referenciei anteriormente.

    Quanto a se ter um host como ativo e outro como passívo, este resultado pode ser obtido configurando as VM para executarem preferencialmente sobre um determinado nó do Failover Clustering caso o mesmo esteja Online e desabilitando o retorno automático caso isso ocorra por boas práticas.

    Quando um Failover ocorre, como boa prática é recomendado que o retono para o host preferencial seja feito manualmente, pois, se você tiver uma falha no nó ativo que resulte em um loop de reinicializações, as VMs ficaram em processo de Failover de um lado para o outro quando o WSFC identificar que o nó preferencial ficou Online/Offline.

    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 13:30
  • Então Anderson, deixa eu ver se entendi:

    Tenho dois Hyper-V Server 2012 (host1 e host2) onde, o host1 seria a produção e o host2 seria meu slave.

    No host1, eu não configuro o failover cluster, enquanto no host2 eu instalo o failover cluster apontando o host1, correto?

    Se até aqui estiver correto, para que eu faça com o que a VM que foi migrada para meu host2, poderia utilizar o live migrate para isso, já que a migração deve-se ser feita manualmente?

    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 14:53
  • Você literalmente não está lendo com atenção os artigos.

    1. você precisa instalar Hyper-V Server 2012 R2 sobre dois hosts.
    2. você precisa instalar a função Failover Clustering sobre os dois hosts Hyper-V Server 2012 R2.
    3. você precisa criar/parametrizar um Failover Clustering com os dois hosts Hyper-V Server 2012 R2.
    4. você cria uma VM como Resource no Failover Clustering e aponta em qual host Hyper-V Server 2012 R2 ela será executada.
    5. você configura a VM para que a mesma tenha o owner preferencial para garantir que ela estará sempre sobre este Hyper-V Server 2012 R2 no Failover Clustering.
    6. você desabilita o Failover automático para o owner preferencial.

    Não existe slave neste tipo de situação, você tem dois hosts ativos e caso o preferencial sofra algum tipo de downtime, todas as VMs sobre ele serão migradas automaticamente utilizando o recurso de Live Migration para o outro host.

    Não há intervenção manual neste processo a não ser que você queira migrar uma VM para outro host manualmente.

    Eu recomendo que você comece a ler com atenção sobre Windows Server Failover Clustering e também sobre Hyper-V para ter uma base sólida sobre o que é e como estes recursos funcionam. Quando você compreender de fato estas tecnologias, comece a pensar em montar um laboratório.

    http://blogs.technet.com/b/keithmayer/archive/2012/12/12/step-by-step-building-a-free-hyper-v-server-2012-cluster-part-1-of-2.aspx

    http://blogs.technet.com/b/keithmayer/archive/2012/12/14/building-a-free-hyper-v-server-2012-cluster-part-2-of-2.aspx

    http://itproguru.com/expert/2013/03/become-a-virtualization-expert-with-20-days-of-server-virtualization-virtexpert-itproguru-part-0-of-20/

    Failover Clustering Overview

    sábado, 7 de fevereiro de 2015 18:08