none
Aplicativo Access 2.0 - Terminal Services 2003 RRS feed

  • Pergunta

  • Pessoal,

    Tenho um caso de um servidor de TS Win2003 Std a qual reside um aplicativo desenvolvido em Acess 2.0 e que para funcionar perfeitamente, casa sessão de usuário mapea um diretorio TEMP na propria maquina para criar os arquivos e MDB temporarios. O que está ocorrendo é que toda vez que cada usuário executa o aplicativo.exe o mesmo chama o executavel NTVDM.EXE  a qual eleva o processamento 100% e não tem o que fazer. Como existe varios usuários executando o aplicativo o servidor fica lento de mais e não consigo trabalhar no sistema.

    O que poderia ser feito para customizar a utilização dos recursos que o aplicativo está consumindo do servidor.

    No aguardo.

    Obrigado.

     


    Macip Tecnologia www.macip.com.br Londrina-PR
    quarta-feira, 19 de maio de 2010 13:34

Respostas

  • Olá Fernando.

    Essas aplicações são suportadas na versão do SO que você tem? Pois esse processo é usado quando se roda uma aplicação no DOS, ou algo do tipo, aplicações antigas.

     

    Abraço.

     


    Richard Juhasz
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz sexta-feira, 4 de junho de 2010 15:32
    terça-feira, 25 de maio de 2010 19:13

Todas as Respostas

  • Olá Fernando.

    Essas aplicações são suportadas na versão do SO que você tem? Pois esse processo é usado quando se roda uma aplicação no DOS, ou algo do tipo, aplicações antigas.

     

    Abraço.

     


    Richard Juhasz
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz sexta-feira, 4 de junho de 2010 15:32
    terça-feira, 25 de maio de 2010 19:13
  • Richard,

     

    Tudo bem.

    Então... é o meu caso hoje. Tem alguma forma de customizar o consumo do processado com uma aplicação que trabalha assim?

    No aguardo.

    Obrigado.

     


    Macip Tecnologia www.macip.com.br Londrina-PR
    quarta-feira, 26 de maio de 2010 01:57
  • Olá Fernando.

    Não conheço uma maneira de fazer isso, acredito que é algo do design mesmo do Windows, não algo configuravel.

     

    Abraço.

     


    Richard Juhasz
    terça-feira, 1 de junho de 2010 15:31