none
SQL Server 2008 em máquinas virtuais RRS feed

  • Pergunta

  • Olá Pessoal,

    Há um tempo a Microsoft não recomendava SQL Server em máquinas virtuais, mas alguém tem algum Case de uma instância SQL Server 2008, rodando sobre máquinas virtuais, em um ambiente de produção?

    Agora com o SQL Azure (serviço de SQL Server na nuvem), acho que ele roda sobre Hyper-V por trás na nuvem, não é?

    Obrigado,
    Caio

    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 16:50

Respostas

  • Caio,

     

    Dê um lida neste arquivo, pode te ajudar a esclarecer: http://download.microsoft.com/download/d/9/4/d948f981-926e-40fa-a026-5bfcf076d9b9/SQL2008inHyperV2008.docx

    Na verdade, não há restrições para se trabalhar com o SQL Server virtualizado. Há ressalvas e precauções que tem de ser tomadas.

     

    Abraços


    Erickson Ricci - MCP, MCTS, MCTS BI - ericksonricci.wordpress.com
    • Marcado como Resposta Caio.A quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 14:09
    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 18:10

Todas as Respostas

  • Caio,

     

    Dê um lida neste arquivo, pode te ajudar a esclarecer: http://download.microsoft.com/download/d/9/4/d948f981-926e-40fa-a026-5bfcf076d9b9/SQL2008inHyperV2008.docx

    Na verdade, não há restrições para se trabalhar com o SQL Server virtualizado. Há ressalvas e precauções que tem de ser tomadas.

     

    Abraços


    Erickson Ricci - MCP, MCTS, MCTS BI - ericksonricci.wordpress.com
    • Marcado como Resposta Caio.A quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 14:09
    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 18:10
  • Assim como o Caio, também gostaria de saber se alguém já utiliza Virtualização em um ambiente de produção.

    Se sim, poderia dimencionar o tamanho do ambiente? (tamanho da base, número de conexões simultaneas, etc)

    Provavelmente implatarei a Virtualização em meu ambiente esse ano, então, qualquer experiência seria bem vinda.


    Fabrício França Lima | MCP, MCTS, MCITP | Visite meu site: http://fabriciodba.wordpress.com/ | Dicas de artigos SQL: Siga-me no twitter @fabriciodba.
    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 19:59
  • Fabrício,

    Cara eu já utilizo a um bom tempo em ambientes de produção, teste e validação.

    Inclusive em diversas empresas da região que moro estão adotando este ambiente, eu particularmente não tenho nada contra, o importante é saber configurar este ambiente para funcionar, bem como, o ferramenta de virtualização que será utilizada.

    Qual é a sua necessidade?


    Pedro Antonio Galvão Junior [MVP | Microsoft Evangelist | Microsoft Partner | Engenheiro de Softwares | Especialista em Banco de Dados | SorBR.Net | Professor Universitário | MSIT.com]
    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 23:31
    Moderador
  • Lá na empresa nós trabalhamos com a virtualização com Hyper-V. As bases que temos virtualizadas são todas SQL Server 2008 Enterprise.

    Ainda não bases com tamanho expressivo, a maior deve estar com +/- 500Gb (no máximo). Eu concordo completamente com o Júnior Galvão quando ele diz que o importante é saber configurar o ambiente, sendo assim, dali pra frente não muda muito.

    Tem que se levar em consideração também em cima de que hardware irá se virtualizar as máquinas mas aí a conversa se extende bastante.

     

    []'s


    Erickson Ricci - MCP, MCTS, MCTS BI - ericksonricci.wordpress.com
    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 23:58
  • Erickson,

    Obrigado por suas observações e concordar com a minha.

    Cara para você ter ideia, já trabalhei em ambiente virtualizados diretamente no hardware utilizando uma solução chamada XenServers da Citrics, funcionando perfeitamente.

    Como também utilizando Hyper-V.


    Pedro Antonio Galvão Junior [MVP | Microsoft Evangelist | Microsoft Partner | Engenheiro de Softwares | Especialista em Banco de Dados | SorBR.Net | Professor Universitário | MSIT.com]
    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 00:20
    Moderador
  • Júnior.

    Que isso. Eu gostaria de falar mais sobre nosso ambiente mas não seria ético divulgar certas informações e sobre a parte de infra não tenho acesso a tudo o que é feito pois infelizmente na empresa onde trabalho a área de bancos de dados é separada da área de infra-estrutura.

    Mas é isso. Com os recursos que temos hoje podemos dizer que estamos maduros para trabalhar com ambientes de alta disponibilidade em máquinas virtuais.

     

    []'s


    Erickson Ricci - MCP, MCTS, MCTS BI - ericksonricci.wordpress.com
    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 00:30
  • Erickson,

    Entendo perfeitamente, sei que tudo tem que ser preservado, faz parte do negócios.

    Cara boa sorte!!!!


    Pedro Antonio Galvão Junior [MVP | Microsoft Evangelist | Microsoft Partner | Engenheiro de Softwares | Especialista em Banco de Dados | SorBR.Net | Professor Universitário | MSIT.com]
    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 00:55
    Moderador
  • Valeu pelo retorno pessoal.

    Tenho o seguinte ambiente:

    A - 1 servidor OLTP com 8 cores e 4 gb de memória com 1500 conexões simultaneas no banco em média.

    B - 1 servidor OLAP com 8 cores e 4 gb de memória com o processamento de cubos(tenho um estouro de memória constante).

    C - 1 servidor OLTP com 4 cores e 4 gb de memória  com 300 conexões simultaneas.

    D - 1 servidor OLTP com 4 cores e 4 gb de memória com 150 conexões simultaneas.

    obs.: todos esses servidores já estão necessitando de um upgrade de hardware(principalmente memória).

    Meu gerente quer virtualizar tudo para diminuir o hardware e aumentar a disponibilidade(eles não acham viável o investimento de 1 máquina parruda ficar parada como mirror por exemplo).

    Seriam comprados 2 servidores (E e F) com o hardware necessário para esse ambiente. Tudo com Hiper-V, Win server 2008 R2 64 bits e SQL Server 2008 R2 Enterprise 64 bits.

    Servidor E - Maquina virtual do servidor A(o servidor principal)

    Servidor F- Máquinas virtuais com os servidores B,C e D.(com a possibilidade do servidor C ser incorporado aos outros e não existir mais).

    Caso ocorrece algum problema no servidor E, a vm subiria no servidor F e vice-versa.

    Os dados ficariam todos em LUN's de um Storage.

    Queria mesmo era saber se teria algum problema de performance com a utilização da Virtualização nesse ambiente.

    Obrigado

     

     


    Fabrício França Lima | MCP, MCTS, MCITP | Visite meu site: http://fabriciodba.wordpress.com/ | Dicas de artigos SQL: Siga-me no twitter @fabriciodba.
    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 10:28
  • Erickson, obrigado pela resposta, este documento que vc passou vai ajudar bastante.

    Júnior, que bom que vc citou o XenServer da Citrix. Aqui na empresa, a solução de virtualização é sobre essa plataforma. Se possível, será que vc poderia contar mais sobre sua experiência na solução da Citrix?

     

    Pessoal, obrigado pelas respostas.

    Caio

     

    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 14:15
  • Amigos,

    Adicionando um pouco de informação... aqui na empresa temos os ambientes de Testes e Desenvolvimento tudo virtualizado, o grande agravante no caso do SQL Server são os VHD´s, no nosso caso usamos a feature "pass through", o c: é um VHD mas as bases de usuário e sistemas estão em uma lun apresentata ao esta máquina, ou seja a maquina é virtual mas os discos das bases de usuários utilizam um disco físico, e não temos problemas com performance.

    att.
    Marcelo Fernandes


    MCP, MCDBA, MCSA, MCTS.
    Se útil, classifique!!!
    Me siga no twitter: @marcelodba

    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 16:53
    Moderador
  • Valeu marcelo, esse é exatamente o meu caso. O c: será um VHD e as bases ficarão em Luns..

    Algum problema em deixar as bases master, msdb e model no C: onde está a instalação do SQL Server?

    Caso o VHD corrompa as mesmas terão que ser restauradas de backups mesmo... Certo?

     

     


    Fabrício França Lima | MCP, MCTS, MCITP | Visite meu site: http://fabriciodba.wordpress.com/ | Dicas de artigos SQL: Siga-me no twitter @fabriciodba.
    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 17:07
  • Fabricio,

    Eu criei uma lun "pass-through" específica para os binários do SQL, no seu caso recomendo que ao menos o TempDB fique em um disco pass-through.

    OBS. Se não me engano o teto são 4 processadores por maquina virtual! leve isto em consideração... vou pesquisar algum documento sobre este assunto... mas acho que o maximo são 4 cpus! por tratar de produção talvez seja uma problema p/ você.

    att.
    Marcelo Fernandes


    MCP, MCDBA, MCSA, MCTS.
    Se útil, classifique!!!
    Me siga no twitter: @marcelodba

    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 17:23
    Moderador
  • Valeu marcelo.

    Vou verificar as limitações. Se existir será inviável colocar em produção.


    Fabrício França Lima | MCP, MCTS, MCITP | Visite meu site: http://fabriciodba.wordpress.com/ | Dicas de artigos SQL: Siga-me no twitter @fabriciodba.
    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 19:52