none
E-mail - Exchange ou Gmail RRS feed

  • Pergunta

  • Srs, bom dia!

    Tenho na empresa onde sou Analista de TI um servidor exchange funcionando e estou com problemas de verba ($$$) para criar uma redundância ao mesmo. Acho que é fundamental esse tipo de procedimento.

    A alguns meses venho pesquisando sobre o Google Apps Premium. Vocês conhecem alguém que fez essa transição, teve problemas?

    Sei que esse fórum é Microsoft e o Exchange é um excelente servidor de e-mails, mas em vista dos custos de administração dele e o preço do serviço do Google ele perde disparado.

    O que vocês poderia me dizer?




    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 11:16

Respostas

  • Prezado Henrique,

    Gostei do seu cenário, ótimo para discutirmos!!:)

    Quanto ao seu problemas do Hotmail, nas opções você tem um canal de reclamção(pelo menos comigo funcionou quando precisei). Claro que temos que levar em conta esse lance do "gratis". Mas eu hospedo e re-direciono todos os meus e-mail para o hotmail e até agora não tive problemas(deveo receber uns 300 e-mails por dias de 07 contas).
    Quanto a sua experiência em prestadoras de serviços. Vou copiar parte de seu post.

    "Usei o serviço de e-mail compartilhado da ALOG porque um cliente queria cortar custos. (Ele queria cortar custos com o e-mail sendo que o e-mail é a principal ferramente de comunicação que ele utiliza) Sabe o que aconteceu ? Vários problemas de blacklist, e-mail que não vai e etc. Ele pagava menos de 400 reais por mes por 100 contas. Mas ele perdeu várias vendas por causa de e-mails que voltaram... (O prejuizo foi maior que comprar 2 servidores e colocar em cluster pra voce ter uma idéia)."

    Essa questão de cortar os custos, sempre complica quem esta executando. Sugiro que você tente expor a situação em cenários com suas vantagens e desvantagens, depois voce colocar os custos. No geral(dependendo do nivel de maturidade do cliente) nos deparamos em situações que frente a sua parecem bizarras. Mas logo depois você elencou muito bem dois pontos:

    "Os e-mails estarão em posse de outra empresa? Poderá haver dados acessados por outras pessoas?"
    Técnicamente sim, porque eles são os administradores do seu servidor.

    "Existe também o problema da disponibilidade do meu exchange, sem a sonhada redundância, como posso garantir seu funcionamento?"
    O exchange é um produto muito confiavel, se ele tiver sido implementado num hardware confiavel e tiver uma manutenção de um profissional qualificado que saiba o que está fazendo, a chance de dar problema são poucas.

    Muito bom, ai vamos para um paradigma que muitas vezes temos que vencer se nossas informações vão esta aqui no nosso datacenter ou CPC ou num serviço na NUVEM, nesse conceito de Cloud Computing. Estamos aos poucos mudando isso, começando a usar internamente isso. Pois as isso parece obvio, mas muitas empresas de TI, não se utilizam dos benefícios que TI proporciona.
    Boa colacação do seu cenário.
    att,

    Eduardo Freire
    http://blog.interface.eti.br
    www.twitter.com/eduardofreire
    Eduardo Freire Blog: http://blog.interface.eti.br - Caso tenha resolvido, por favor classifiquem a resposta!
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 19:31

Todas as Respostas

  • Boa noite Henrique

    Acredito que o seu questionamento responde a sua pergunta, será que se você tiver dúvidas e ou resolução de problemas terá a mesma confiabilidade ? Acredito que antes da questão do financeira é importante analisar o quanto a empresa está disposta a correr riscos!



    Espero ter ajudado
    Anderson - DBA/MCP/MCTS/MCITP/MCT - Sua pergunta foi respondida ? Marque-a como tal! www.myspace.com/andersondpa
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 21:37
  • O problema é definir os riscos!

    Os e-mails estarão em posse de outra empresa? Poderá haver dados acessados por outras pessoas?

    Como sou uma pequena empresa não existe investimento em segurança de forma que consiga proteger todos os meus dados da mesma forma que uma grande corporação.

    Existe também o problema da disponibilidade do meu exchange, sem a sonhada redundância, como posso garantir seu funcionamento?

    Essas são perguntas que de certa forma não consigo responder!

    Mas mesmo assim muito obrigado pela resposta!

    Henrique
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 10:52
  • Prezado Henrique,

    Acho realmente sua decisão é bem dificil!Mas agora a Microsoft disponibiliza vários recursos on-line como SAAS( Exchanger, Share Point e Office Live Meenting), sem você ter que investir em Infra-Estrtura, somente em usar o serviço.

    Caso tenha interesse, pode enviar e-mail para thiagofreitas@mobilecomm.com.br para conversar sobre alguma solução para você!
    Att,

    Eduardo Freire
    Eduardo Freire Blog: http://blog.interface.eti.br - Caso tenha resolvido, por favor classifiquem a resposta!
    terça-feira, 15 de dezembro de 2009 19:26
  • Henrique,

    Engraçado eu ter visto essa sua mensagem hoje, logo hoje eu tive um problema com o hotmail e eles simplesmente apagaram todos os e-mails entre as datas 25 ah 27 de dezembro e o pior não deram nenhuma satisfação. É claro que é uma conta grátis mas infelizmente quando terceirizamos serviços corremos esse tipo de risco.

    Vou dizer minhas experiencias com serviços deste tipo.

    Usei o serviço de e-mail compartilhado da ALOG porque um cliente queria cortar custos. (Ele queria cortar custos com o e-mail sendo que o e-mail é a principal ferramente de comunicação que ele utiliza) Sabe o que aconteceu ? Vários problemas de blacklist, e-mail que não vai e etc.

    Ele pagava menos de 400 reais por mes por 100 contas. Mas ele perdeu várias vendas por causa de e-mails que voltaram... (O prejuizo foi maior que comprar 2 servidores e colocar em cluster pra voce ter uma idéia)

    Se você optar por servidores dedicados você vai pagar em média 1300 reais por mes. (Isso a longo prazo é muito mais caro do que voce irá gastar com licença + software)

    Agora vou tentar responder suas perguntas.

    "Os e-mails estarão em posse de outra empresa? Poderá haver dados acessados por outras pessoas?"

    Técnicamente sim, porque eles são os administradores do seu servidor.

    "Existe também o problema da disponibilidade do meu exchange, sem a sonhada redundância, como posso garantir seu funcionamento?"

    O exchange é um produto muito confiavel, se ele tiver sido implementado num hardware confiavel e tiver uma manutenção de um profissional qualificado que saiba o que está fazendo, a chance de dar problema são poucas.









    segunda-feira, 28 de dezembro de 2009 14:35
  • Os custos anais do Google Apps Premium está na casa de $ 50 dolarés usuário ano, em cima disso da para se fazer um levantamento da demanda, eu particularmente baseado nestes valores optei pelo Exchange, pois minha empresa tem cerca de 100 usuários, onde todos possuem contas de emails, ficará em torna de $ 5.000,00, convetendo em reais R$ 8.700,00.

    No meu caso optei pelo Exchange.


    Se útil classifique com tal. Att, Diógenes Torres
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 15:31
  • Prezado Henrique,

    Gostei do seu cenário, ótimo para discutirmos!!:)

    Quanto ao seu problemas do Hotmail, nas opções você tem um canal de reclamção(pelo menos comigo funcionou quando precisei). Claro que temos que levar em conta esse lance do "gratis". Mas eu hospedo e re-direciono todos os meus e-mail para o hotmail e até agora não tive problemas(deveo receber uns 300 e-mails por dias de 07 contas).
    Quanto a sua experiência em prestadoras de serviços. Vou copiar parte de seu post.

    "Usei o serviço de e-mail compartilhado da ALOG porque um cliente queria cortar custos. (Ele queria cortar custos com o e-mail sendo que o e-mail é a principal ferramente de comunicação que ele utiliza) Sabe o que aconteceu ? Vários problemas de blacklist, e-mail que não vai e etc. Ele pagava menos de 400 reais por mes por 100 contas. Mas ele perdeu várias vendas por causa de e-mails que voltaram... (O prejuizo foi maior que comprar 2 servidores e colocar em cluster pra voce ter uma idéia)."

    Essa questão de cortar os custos, sempre complica quem esta executando. Sugiro que você tente expor a situação em cenários com suas vantagens e desvantagens, depois voce colocar os custos. No geral(dependendo do nivel de maturidade do cliente) nos deparamos em situações que frente a sua parecem bizarras. Mas logo depois você elencou muito bem dois pontos:

    "Os e-mails estarão em posse de outra empresa? Poderá haver dados acessados por outras pessoas?"
    Técnicamente sim, porque eles são os administradores do seu servidor.

    "Existe também o problema da disponibilidade do meu exchange, sem a sonhada redundância, como posso garantir seu funcionamento?"
    O exchange é um produto muito confiavel, se ele tiver sido implementado num hardware confiavel e tiver uma manutenção de um profissional qualificado que saiba o que está fazendo, a chance de dar problema são poucas.

    Muito bom, ai vamos para um paradigma que muitas vezes temos que vencer se nossas informações vão esta aqui no nosso datacenter ou CPC ou num serviço na NUVEM, nesse conceito de Cloud Computing. Estamos aos poucos mudando isso, começando a usar internamente isso. Pois as isso parece obvio, mas muitas empresas de TI, não se utilizam dos benefícios que TI proporciona.
    Boa colacação do seu cenário.
    att,

    Eduardo Freire
    http://blog.interface.eti.br
    www.twitter.com/eduardofreire
    Eduardo Freire Blog: http://blog.interface.eti.br - Caso tenha resolvido, por favor classifiquem a resposta!
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 19:31
  • Prezado Diogenes,

    Bom trabalho você fez!Umas avaliação de cenário! Mas você analisaou o Microsoft On-line Services? Com Exchange, Office Live Meenting, CRM e Sharpoint por US$ 10,00 por usuário?
    Vai esta disponivel esse ano no Brasil e algumas empresas(inclusive a minha) estará habilitada a comercializar tais soluções!Estamos começnado a utilizar internamente, quando estivermos em produção comento aqui com você.
    Mas claro se você tem competência de administrar localmente seu Exchange e ainda fez uma analise de custo-beneficio, isso é que é positivo.
    att,

    Eduardo Freire
    http://blog.interface.eti.br
    www.twitter.com/eduardofreire
    Eduardo Freire Blog: http://blog.interface.eti.br - Caso tenha resolvido, por favor classifiquem a resposta!
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 20:40
  •  Prezado Eduardo Freire

         Estou com a mesma sitiação do Henrique Augusto, manter o Exchange ou migrar para o google apps Premium, bom a comecar pelo valor que o google apps Premium no Brasil, comercializado no Brasil fica por US$ 80,00 dolares por usuario e não os US $ 50,00 publicado no site e comprados via cartão, este que tem limite para 50 contas somente. Agregado a isso o Google vende a ideia de que não é so um sistema de mensageria mas uma suite colaborativa completa com planilha, editor de texto sincronismo de smartfone etc..
    Temos esse serviço ,outros sistemas livres como o Zimbra ou o Exchange, no meu caso tambem os recursos são pequenos para a redundancia, dependencia de espaço em disco, pessoal especializado e outros.
    Visto que a tendencia do mercado é as pequenas empresas migrarem para os SAAS o  Microsoft On-line Services que comenta, tem o custo muito convidativo e ferramentas que não precisam de apresentação acredito que é uma luz no fim do tunel! Grato.
     

    quinta-feira, 11 de março de 2010 21:54
  • Oi Henrique!

    O seu problema não foi exatamente igual ao que passamos na nossa empresa, mas posso usar nosso caso para um parâmetro seu.

    Fui contratado para ser gerente de TI de uma empresa de desenvolvimento de sistemas. Empresa pequena, mas com grandes clientes e que queria manter o foco dedicado ao máximo no desenvolvimento. Montei um projeto grande com diversas mudanças a serem implantadas, muitas delas realizadas satisfatoriamente. A implantação do Exchange era um dos pontos deste macroprojeto.

    Quando cheguei em 2007 a empresa utilizava os serviços de e-mail da Locaweb (LocaMail). Com todo o respeito a esta grande empresa, q até hj nos presta valioso serviço de hospedagem de servidores, o serviço de e-mails deles é péssimo. Constantemente fica fora do ar (clientes sem acesso às mensagens e sem poder enviar/receber novas), sem contar que a Locaweb está em diversas blacklists, fazendo até com que muitos dos nossos clientes não recebessem mensagens nossas por conta de políticas anti-spam, digamos, "paranóicas".

    Deixar de usar o LocaMail era ponto de comum acordo entre todos os gerentes e diretores da empresa. Minha ideia era implementar o Exchange localmente e administrarmos nós mesmos o sistema de mensagens (quem tem a informação tem o poder, já diz o ditado). Pensei alternativamente em usar uma solução com Linux/Sendmail/Postfix/QMail, mas como custo não era prioridade, a cultura Microsoft da empresa facilitaria a implantação do Exchange. Mas o diretor de TI preferiu que migrássemos para o Google Apps. Neste caso o lado financeiro não contou, pois somos Microsoft Certified Gold Partner e podemos usar o Exchange internamente sem custo adicional. O pior foi que a escolha do Apps foi pela versão Standard, gratuita, para até 50 usuários (temos cerca de 30). Optaram pelo Google para "diminuir esforços administrativos" na empresa.

    Infelizmente fui voto vencido e os e-mails foram migrados para o Google Apps Standard. Nossas mensagens (muitas confidenciais, pela natureza do nosso negócio) hj ficam armazenadas em uma empresa externa. Mas a questão da blacklist foi resolvido, pois todos aceitam google.com e gmail.com em suas listas anti-spam. E vou ser sincero, nem a adoção da versão Premium da assinatura do serviço externo teria me deixado mais satisfeito do que administrar o Exchange.

    Minha dica para você é: se tiver gente capacitada para dar suporte ao Exchange (ou contratar alguém com este perfil) e tiver hardware confiável para rodar o software, não migre para o Google ou para qualquer serviço externo, mesmo que seja da Microsoft. Mais vale suas informações ao seu alcance e sua responsabilidade do que andando sabe-se lá aonde e como.

    Um abraço!

    segunda-feira, 22 de março de 2010 18:12
  • Prezado Evandro,

     

    Desculpe-me pela demora. Mas conforme você mesmo elencou, quando você fez essa analise de qual cenário seria o melhor para você. Hoje existem muitas opções nesse seguimento, penseo que o principalmente fator a analisar seria a disponibilidade. Pois hoje a comunicação por e-mail é super "barata" e eficeinte(quando bem usada) forma de comunicação e relação entre empresas e profissionais.

    Quanto maior for o conjunto de features a solução que você escolha tiver X disponilidade, acho que isso será de fundamental importância para o seu cenário.

    Boa sorte na sua analise e nos dê um feedback de como resolveu esse seu problema.

    Att,

    Eduardo Freire
    www.twitter.com/eduardofreire


    Eduardo Freire Blog: http://blog.interface.eti.br - Caso tenha resolvido, por favor classifiquem a resposta!
    quinta-feira, 29 de abril de 2010 23:50
  • Prezado Alexandre,

    Muito bom o seu relato e acho que certamente pode ser utilizado pelo Henrique e demais.

    Esse analise de cenário e algumas opções que você elenvou foram o caminho correto para o seu Sponsor(patrocinador) tomasse a decisão de forma adequada e confiavel. Agora achei realmente estranho a escolha pelo Google(nada contra), mas como você proprio comenta que ja tinha identificado um serio de restrições e/ou problema que poderiam causar.

    Agora o fato que você serem Partner Microsoft, acho que reforça ainda mais a utilização de um ferramenta dela. Mesmo porque o Exchanger é uma baita ferramenta de mensageria. Você poderia ou pode argumentar até esse fato. Numa empresa que prestei consultoria ressentemente, ele estava migrando do Google para o BPOS com Exchange na nuvem(cloud computing). Pois na verdade lá era todo baseado a rede em Linux, depois migramos para Windows Server 2008 e depois um Live Migration para um Hyper-V num colocation. E mais engraçado foi quando a equipe de desenvolvimento 03 dias depois veio perguntar porque a rede estava mais rápida.:)

    Att,

    Eduardo Freire
    www.twitter.com/eduardofreire


    Eduardo Freire Blog: http://blog.interface.eti.br - Caso tenha resolvido, por favor classifiquem a resposta!
    sexta-feira, 30 de abril de 2010 00:05
  • Alexandre,

    Como o Eduardo também achei estranho a escolhe de uma ferramenta que simplesmente "envia" e-mails, tendo acesso ao Exchange 2010 como Partner. Só as ferramentas de colaboração já colocaria um diferencial no seu produto.(Ainda mais para area de desenvolvimento que precisam estar o tempo todo se comunicando entre si para realizar um projeto)

    AnteOntem um cliente meu recebeu vários e-mails aleatórios do IG e no dia seguinte ele recebeu um e-mail do IG dizendo que uma "Instabilidade" no servidor e isso fez com que pessoas recebecem e-mails que não eram pra elas....

    Agora imagina um e-mail sensivel da sua empresa é enviada para milhares de caixas postais aleatórias.. 

    sexta-feira, 30 de abril de 2010 14:55
  • Ricardo e Evandro,

    Como falei acima, a minha escolha pessoal seria a utilização do Exchange. Não só por sermos Partner e termos condição de usá-lo sem custo adicional, mas principalmente por ser uma belíssima ferramenta, muito mais completa.

    Infelizmente a "lei do menor esforço" imperou. E, infelizmente novamente, não foi somente nesta ocasião. Cheguei a implementar o SharePoint 2007 de modo completo, com wiki, forum, calendário e tudo mais q a ferramenta oferece. Os funcionários ficaram superfelizes, mas o mesmo diretor q vetou o Exchange vetou tb o SharePoint pq ele pessoalmente não conseguia se adaptar à ferramenta. Resultado: os documentos da empresa encontram-se em file system num servidor de arquivos, acessados por compartilhamento SMB. Ou seja, pior q isso, só dois disso.

    sábado, 1 de maio de 2010 03:29
  • A Todos, Bom Dia.

    Gostei muito desta discussão, em especial o post do nosso amigo Alexandre Passos.

    Sou gerente de TI de uma empresa de médio porte. Somos 100% adeptos de ambientes MS inclusive com Exchange e não abrimos mão.

    Hoje um colega me ligou para me questionar sobre o Google Apps. Ele está com a mesma dúvida exposta neste fórum, sobre vantagens e desvantagens de trocar o Exchange pelo Google Apps. Decidi ajudá-lo com algumas pesquisa e cheguei a esta discussão.

    Hoje onde trabalho tenho MS Exchange 2003 e estou em processo de migração (já assinei com um parceiro) para a migração ao 2010.

    Alexandre, entendi bem os motivos pelos quais vocês optaram pelo Google, já passei por isso também e confesso achar uma situação complicada, mas, para que possamos ajudar o nosso amigo Henrique Augusto que iniciou este fórum, vamos tirar um pouco as credenciais, preferências, custos e privacidade da discussão para falar um pouco mais em vantagens e desvantagens em relação da tecnologia x recursos x disponibilidade.

    Você comentou que em relação a LOCAWEB o problema de Blacklists foi resolvido e hoje com Google consegue receber e enviar emails normalmente. Nos fale mais sobre sua experiência com o Google para que tenhamos um melhor parâmetro de comparação com o Exchange?

     

    Colaboração?

    Disponibilidade?

    Suporte?

    Performance?

    Integração?

     

    Obrigado a todos

    Danilo Parreira

    quinta-feira, 17 de junho de 2010 13:53
  • Me metendo um pouquinho e respondendo primeiro que o Henrique.

    Colaboração: O exchange possui mais ferramentas que o Google mas o do Google é atende rasoavelmente.

    Disponibilidade: Aqui é muito complicado pois se você tiver 2 Links dedicados de operadora um Hardware confiavel e um pessoal técnico descente para gerenciar a disponibilidade será parecida, senão o do Google irá ganhar.

    Suporte: No google você é mais um que abre um chamado e espera a SLA.

    Perfomance: Exchange interno dará uma performance muito maior para os usuários internos, se for externamente e você tiver um link ruim o google irá ganhar.

    Integração: Por se tratar de vários programas adquiridos de empresas separadas a colaboração dele não é tão integrada com os aplicativos como o Exchange - MS Outlook - Office Communicator e etc.

    Pra mim aqui depende de várias coisas: tamanho do cliente, complexidade, suporte, nivel de customização e necessidade de ter suas informações bem guardadas.

    Tem clientes que o google apps cai bem por ser pequeno demais e não ter o core bussiness focado em comunicação por e-mails, senão eu prefiro muito mais um Exchange.

    Já tiveram cases de empresas grandes saírem da Microsoft para ir pro Google Apps e depois voltarem por motivos de confiabilidade de Informações e problemas com suporte.

    quinta-feira, 24 de junho de 2010 16:31
  • Boa tarde Amigo,

    Hoje eu trabalho com o serviço de e-mail e produtividade Google, o melhor cenário para host de e-mail.

    Caso tenha interesse e disponibilidade podemos nos reunir para uma apresentação e estudo da solução

    Tel: (11) 97040-6501

    bloliveira@brq.com

    Abraços

    terça-feira, 28 de agosto de 2012 18:13
  • Boa tarde Diogenes,

    Eu trabalho com os serviços Google Business (vendas) e na oportunidade não posso dizer que você fez uma má escolha,

    os serviços MS são de boa qualidade mas para você realizar um levantamento do cenário MS x Google e achar custo de implementação

    muito acima se comparado com MS acredito que você tenha olhado somente para a parte de e-mail e Google Apps não se trata somente

    de e-mail, temos uma infinidade de aplicativos que se colocados na ponta do lapis consegue reduzir custo drasticamente.

    Temos e-mail, documento (substituindo pacote office), site (site, intranet) gtalk (comunicador instantaneo para chat, video conferência 1/1.

    video conferência com a té 10 pessoas e chamada por voz) entre outros mais. Somente em 2011 foram lançados 217 aplicativos

    e o usuário não paga nenhuma atualização, ele trabalha sempre na ultima versão do Google Business sem nenhum custo adicional

    terça-feira, 28 de agosto de 2012 18:20
  • Boa tarde Amigo,

    Como disse alguns tópico acima, trabalho com Google Apps for Business e temos hoje a melhor solução do mercado, de inicio

    conseguimos acabar com essa dúvida de trabalhar com um novo serviço ou atualizar meu atual, isso com Google não existe mais

    porque você estará sempre na ultima versão.

    Caso queira conhecer mais sobre a solução me ligue (11) 97040-6501

    bloliveira@brq.com

    terça-feira, 28 de agosto de 2012 18:22