none
Projeto para restruturação da rede RRS feed

  • Pergunta

  •  
    Pessoal,

    Preciso de sugestões e troca de informações com base no projeto descrito
    abaixo.

    Atualmente a empresa possui 8 servidores windows server enterprise 2003.
    server 01 - AD /DNS /DHCP,
    Server 02 - AD/ DNS / FILE SERVER /OCS
    server 03 - ISA SERVER 2006
    server 04 - FILE SERVER / PRINT SERVER / Arc Gis Server (software de geoprocessamento)
    server 05 - exchanger 2007
    server 06 - SHAREPOINT E PROJECT SERVER
    server 07 - servidor web (iis e apache)
    server 08 - Servidores de aplicações (SQL/ IIS / TOMCAT)

    hoje a empresa nao possui nenhuma solução de backup.
    pretendo comprar 4 servidores dell R7100 com 5 disco SAS DE 300 e 24 giga de ram.
    vou utilizar win2008 nos servidores, pretendo migrar todos para win 2008 virtualizado usando o Hyper V e o storage para armazenar os dados e fazer o backup em disco das VM e dos dados.
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 00:06

Respostas

  • Marcelo,

    Alguns pontos a serem pensados:

    - Na compra desses servidores DELL, atente para os processadores mais novos ou lançados recentemente, pois "parece" que a MS teve alguns relatos de problemas com processadores mais antigos;

    - Se você comprar o W2k8 enterprise, você tem direito a 4 virtuais, contanto que não tenha nenhum serviço na física. Como hoje você tem 8 servidores, teoricamente seriam 2 virtuais em cada novo servidor (mas não serão).

    - Compre placas de redes adicionais para os servidores. A exclusividade de placas para determinados serviços, gera um ganho recompensável.

    - O File Server, você pode colocá-lo em duas virtuais e utilizar o DFS para publicação;

    - O SQL seria interessante não virtualizar, uma vez que dependendo da sua aplicação, o I/O de disco geralmente é alto e quanto mais recurso para ele, melhor. Também não "misturaria" com outras aplicações.

    - A parte de serviços WEB, você pode unificá-las e também, havendo duas virtuais, criar um NLB, para as aplicações.

    - Exchange, não haveria problema em virtualizar, mas seria muito interessante pensar na parte de disponibilidade, como cluster.

    - Tenho como hábito, nunca utilizar 100% dos recursos da máquina, pois você poderá precisar em um determinado momento e já estará alocado a alguma coisa, mesmo que não necessite.

    - Você poderia montar virtuais e deixá-las em "stand-by" para determinados serviços.

    Isso são apenas sugestões, você precisa analisar os riscos e custos de cada serviço parado, para considerar a necessidade de cluster em um ou todos serviços.

    Espero ter ajudado,

    Jonathan Gonçalves Cordeiro

    • Sugerido como Resposta Sandro Caiado quarta-feira, 11 de agosto de 2010 14:09
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz segunda-feira, 8 de novembro de 2010 21:26
    quinta-feira, 22 de abril de 2010 13:38
  • Olá Marcelo,

    Para os servidores com Windows Server 2008 tente utilizar pelo menos dois deles com AD/DNS/DHCP. Os outros dois utilize o file server com regras de DFRS, SQL com mirror para suportar continuidade, habilite também o Exchange 2007 com regras de SCR para backup. Nas máquinas virtuais habilite as regras de OCS.

    Mesmo com HyperV, acredito que colocar mais que isso pode honerar o uso dos seus serviços.
    Pense em colocar mais uma para suportar o Sharepoint com Project Server haja visto que são aplicações críticas e que pesam bastante nos servidores pela alta utilização de IO.

    Boa sorte!
    _________________________________________________________________
    Guilherme Lima - MCITP Enterprise Server, MCITP Server Administrator
                                 MCTS, MCSA, MCDST e MCP.
                                 www.solucoesms.com

    • Sugerido como Resposta GuilhermeLima quinta-feira, 24 de junho de 2010 00:41
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz segunda-feira, 8 de novembro de 2010 21:26
    quinta-feira, 24 de junho de 2010 00:40
  • Marcelo, quando for montar  sua soluçào, veja a possibilidade de usar um Storage para as máquinas virtuais. Falo isso porque uso hoje o Hyper-V em cluster com o Shared Volume habilitado e o maior ganho é o Live Migration. Só o Hyper-V não te dá a possibilidade de fazer V-Motion (migrar uma máquina d euma máquina para outra) a não ser que vc compre o SCVMM. Mas se você usar o Hyper-v em cluster com o Live Migration, é fácil passar uma máquina virtual de um host pra outro e praticamente sem parada, nos laboratórios que fiz, perco sempre 1, no máximo 2 pacotes de ping. Estou a 6 meses com este ambiente como produção e está extremamente estável.

     


    Se foi útil, não se esqueça de Marcar como Resposta. Cláudio Costa - http://claudio-costa.blogspot.com
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz segunda-feira, 8 de novembro de 2010 21:26
    sexta-feira, 2 de julho de 2010 17:22

Todas as Respostas

  • Marcelo,

    Alguns pontos a serem pensados:

    - Na compra desses servidores DELL, atente para os processadores mais novos ou lançados recentemente, pois "parece" que a MS teve alguns relatos de problemas com processadores mais antigos;

    - Se você comprar o W2k8 enterprise, você tem direito a 4 virtuais, contanto que não tenha nenhum serviço na física. Como hoje você tem 8 servidores, teoricamente seriam 2 virtuais em cada novo servidor (mas não serão).

    - Compre placas de redes adicionais para os servidores. A exclusividade de placas para determinados serviços, gera um ganho recompensável.

    - O File Server, você pode colocá-lo em duas virtuais e utilizar o DFS para publicação;

    - O SQL seria interessante não virtualizar, uma vez que dependendo da sua aplicação, o I/O de disco geralmente é alto e quanto mais recurso para ele, melhor. Também não "misturaria" com outras aplicações.

    - A parte de serviços WEB, você pode unificá-las e também, havendo duas virtuais, criar um NLB, para as aplicações.

    - Exchange, não haveria problema em virtualizar, mas seria muito interessante pensar na parte de disponibilidade, como cluster.

    - Tenho como hábito, nunca utilizar 100% dos recursos da máquina, pois você poderá precisar em um determinado momento e já estará alocado a alguma coisa, mesmo que não necessite.

    - Você poderia montar virtuais e deixá-las em "stand-by" para determinados serviços.

    Isso são apenas sugestões, você precisa analisar os riscos e custos de cada serviço parado, para considerar a necessidade de cluster em um ou todos serviços.

    Espero ter ajudado,

    Jonathan Gonçalves Cordeiro

    • Sugerido como Resposta Sandro Caiado quarta-feira, 11 de agosto de 2010 14:09
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz segunda-feira, 8 de novembro de 2010 21:26
    quinta-feira, 22 de abril de 2010 13:38
  • Olá Marcelo,

    Para os servidores com Windows Server 2008 tente utilizar pelo menos dois deles com AD/DNS/DHCP. Os outros dois utilize o file server com regras de DFRS, SQL com mirror para suportar continuidade, habilite também o Exchange 2007 com regras de SCR para backup. Nas máquinas virtuais habilite as regras de OCS.

    Mesmo com HyperV, acredito que colocar mais que isso pode honerar o uso dos seus serviços.
    Pense em colocar mais uma para suportar o Sharepoint com Project Server haja visto que são aplicações críticas e que pesam bastante nos servidores pela alta utilização de IO.

    Boa sorte!
    _________________________________________________________________
    Guilherme Lima - MCITP Enterprise Server, MCITP Server Administrator
                                 MCTS, MCSA, MCDST e MCP.
                                 www.solucoesms.com

    • Sugerido como Resposta GuilhermeLima quinta-feira, 24 de junho de 2010 00:41
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz segunda-feira, 8 de novembro de 2010 21:26
    quinta-feira, 24 de junho de 2010 00:40
  • Marcelo, quando for montar  sua soluçào, veja a possibilidade de usar um Storage para as máquinas virtuais. Falo isso porque uso hoje o Hyper-V em cluster com o Shared Volume habilitado e o maior ganho é o Live Migration. Só o Hyper-V não te dá a possibilidade de fazer V-Motion (migrar uma máquina d euma máquina para outra) a não ser que vc compre o SCVMM. Mas se você usar o Hyper-v em cluster com o Live Migration, é fácil passar uma máquina virtual de um host pra outro e praticamente sem parada, nos laboratórios que fiz, perco sempre 1, no máximo 2 pacotes de ping. Estou a 6 meses com este ambiente como produção e está extremamente estável.

     


    Se foi útil, não se esqueça de Marcar como Resposta. Cláudio Costa - http://claudio-costa.blogspot.com
    • Marcado como Resposta Richard Juhasz segunda-feira, 8 de novembro de 2010 21:26
    sexta-feira, 2 de julho de 2010 17:22