locked
Licenciamento RRS feed

  • Pergunta

  • Olá.

    Minha dúvida e quanto a fiscalização eu tendo o Windows instalado na mesma versão corespondete a nota fiscal porém usando uma chave que não e a mesma da compra. Eu tendo a nota fiscal com o produto já basta ou terei problemas em relação a fiscalização por causa que tenho uma chave e estou usando outra?

    Em fins de fiscalização de software isto estaria legalizado ou não?
    MCP/MCDST/MCTS/MCITP
    terça-feira, 5 de maio de 2009 20:49

Respostas

  • Olá,

    Acho que você teria problemas com isso.

    Porque utilizar outra licença???

    Se você precisar alterar, existe maneiras de alterar a licença em uma maquina já instalada.

    Assim você corrige a licença para a licença correta.

    Até mais,

    Jesiel
    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:29
    terça-feira, 5 de maio de 2009 21:09
  • Jerri,

    Primeiro de td se vc sofrer uma auditoria e a licença for puxada estará em nome de outra empresa, isso ja é o suficiente para ter problemas.
    Sobre o prazo, a questão é que isso tem que ficar claro para oc liente.
    Esse lance de misturar licenças planejando trocar posteriormente, eu particularmente sou totalmente contra.
    Luiz Fernando Dias - MVP
    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:28
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 21:43
  • Leandro e Jerri, boa noite!

    Ok, vamos lá! Quando falamos de contrato OPEN, a chave inserida em si é pouco importante. O mais importante diante de uma fiscalização Microsoft é a apresentação do Contrato OPEN E da Nota Fiscal da Compra.

    Outra questão importante, é que, quando a Microsoft inicia uma fiscalização, o cliente tem um determinado prazo para apresentar as licenças e notas fiscais, até porque nem sempre a empresa tem tudo organizado, e precisa de tempo para levantar. Ou seja, a Microsoft não vai chegar no seu cliente e pedir as licenças para amanhã (rs).

    Sendo assim, no caso do seu cliente Y, ele pode inserir a outra chave e aguardar a chegada das licenças sem qualquer preocupação. Pode dizer isso a ele.

    Agora, o problema fica com o cliente X, pois no VLSC (eOpen) dele, irá constar uma ativação que na verdade não é dele, e essa inconsistência de dados pode dar algum problema para o cliente X.

    Quando encontramos situações dessa aqui na empresa, costumamos indicar a instalação do trial, que dura 180 dias e normalmente é o suficiente para a chegada das licenças.

    Qualquer dúvida adicional, fique à vontade para perguntar.

    Grande abraço.


    Lucas Gustavo

    • Sugerido como Resposta Edinaldo Junior sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 11:53
    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:28
    quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 23:27



  • Posso instalar o Windows 2008 no cliente Y com a chave do cliente X, pois se trata do mesmo produto, porém a fim de legalização, como a Microsoft trataria isso?

    Você jamais deve usar o serial de um cliente em outro.

    Você pode sofrer um processo por conta disto.

    Se você tiver um contrato open pode usar o mesmo serial em todos os servidores somente se esse cliente for dono da licença.

    Resumindo.

    Você tem 3 licenças do Windows server 2008 R2 compradas, você pode instalar os servidores com um único serial, desde que tenha como comprovar (com nota fiscal) que você possui a quantidade correta de licenças para o número de servidores que for utilizar.


    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:28
    sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 14:39

Todas as Respostas

  • Brother,

    Deixa ver se entendi bem: você tem duas licenças e um CD? É isso?
    Se for isso, creio eu que não tem problemas quanto ao uso desta licenças!

    Espero ter ajudado...
    OBS: Se útil, não esqueça de marcar como resposta.


    Diogo Ramos - IT Security
    terça-feira, 5 de maio de 2009 20:53
  • Olá
    tenho 1 cd com uma licença original e estou usando a mesma versão do windows, porém com uma licença que não e a mesma do original.


    MCP/MCDST/MCTS/MCITP
    terça-feira, 5 de maio de 2009 20:55
  • Olá,

    Acho que você teria problemas com isso.

    Porque utilizar outra licença???

    Se você precisar alterar, existe maneiras de alterar a licença em uma maquina já instalada.

    Assim você corrige a licença para a licença correta.

    Até mais,

    Jesiel
    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:29
    terça-feira, 5 de maio de 2009 21:09
  • Se vc for pego em Auditoria acredito que eles façam o controle pela licença comprada.
    Se estiver errada creio eu que uma multinha apareça...rss


    Abraços
    Luiz Fernando Dias - MVP
    terça-feira, 5 de maio de 2009 21:18
  • Brother,

    Ai esta uma boa pergunta? Porque utilizar uma outra licença?
    Utilize a licença que vc tem pra usar, isso não é comprado pra ficar guardado.
    Melhor vc fazer a coisa certa, do que depois dar problema com isso.

    Espero ter ajudado...
    OBS: Se útil, não esqueça de marcar como resposta.
    Diogo Ramos - IT Security
    terça-feira, 5 de maio de 2009 21:19
  • Amigos,

    eu garanto para vocês que a microsoft sabe tudo que vc tem comprado, tanto OEM como open, ou por volume ou oque querr que seja.
    Recebemos aqui na empresa um email de auditoria de licenciamento, ou seja teremos que fazer o levantamento de tudo com o gerente da MS.

    Portanto cuidado pois vc terá problemas caso descubram o seu ambiente.

    Forte abraço
    Luiz Fernando Dias - MVP
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 02:08
  • Olá pessoal

    Sou colega do Leandro e estamos juntos na resolução dessa dúvida do nosso cliente.
    A questão é a seguinte:
    1) Possuo uma chave de produto Windows 2008 Server STD OPEN do cliente X;
    2) Meu cliente Y adquiriu o mesmo produto do cliente X (Windows 2008 Server STD OPEN) só que previsão do fornecedor para chegada do contrato Microsoft com o número de licensa e autorização para cadastro lá ho site do eOpen é de 7 dias;
    3) Não tenho 7 dias pra aguardar a chegada do contrato.

    Aí veio nossa dúvida:
    Posso instalar o Windows 2008 no cliente Y com a chave do cliente X, pois se trata do mesmo produto, porém a fim de legalização, como a Microsoft trataria isso?
    -> O que importa é a chave do produto instalada no sistema ou a documentação do contrato OPEN?
    -> Eu estaria ilegal perante a Microsoft nessa situação?

    PS.: Sei que posso alterar a chave depois de instalado e iremos fazer isso, porém quetiono sobre isso porque o questionamento partiu do nosso cliente e não quero dizer a coisa errada pra ele.

    Grande abraço pessoal.
    • Editado Jerri A. Godinho quarta-feira, 6 de maio de 2009 20:08 Erro de digitação
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 20:08
  • Jerri,

    Primeiro de td se vc sofrer uma auditoria e a licença for puxada estará em nome de outra empresa, isso ja é o suficiente para ter problemas.
    Sobre o prazo, a questão é que isso tem que ficar claro para oc liente.
    Esse lance de misturar licenças planejando trocar posteriormente, eu particularmente sou totalmente contra.
    Luiz Fernando Dias - MVP
    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:28
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 21:43
  • Leandro e Jerri, boa noite!

    Ok, vamos lá! Quando falamos de contrato OPEN, a chave inserida em si é pouco importante. O mais importante diante de uma fiscalização Microsoft é a apresentação do Contrato OPEN E da Nota Fiscal da Compra.

    Outra questão importante, é que, quando a Microsoft inicia uma fiscalização, o cliente tem um determinado prazo para apresentar as licenças e notas fiscais, até porque nem sempre a empresa tem tudo organizado, e precisa de tempo para levantar. Ou seja, a Microsoft não vai chegar no seu cliente e pedir as licenças para amanhã (rs).

    Sendo assim, no caso do seu cliente Y, ele pode inserir a outra chave e aguardar a chegada das licenças sem qualquer preocupação. Pode dizer isso a ele.

    Agora, o problema fica com o cliente X, pois no VLSC (eOpen) dele, irá constar uma ativação que na verdade não é dele, e essa inconsistência de dados pode dar algum problema para o cliente X.

    Quando encontramos situações dessa aqui na empresa, costumamos indicar a instalação do trial, que dura 180 dias e normalmente é o suficiente para a chegada das licenças.

    Qualquer dúvida adicional, fique à vontade para perguntar.

    Grande abraço.


    Lucas Gustavo

    • Sugerido como Resposta Edinaldo Junior sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 11:53
    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:28
    quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 23:27



  • Posso instalar o Windows 2008 no cliente Y com a chave do cliente X, pois se trata do mesmo produto, porém a fim de legalização, como a Microsoft trataria isso?

    Você jamais deve usar o serial de um cliente em outro.

    Você pode sofrer um processo por conta disto.

    Se você tiver um contrato open pode usar o mesmo serial em todos os servidores somente se esse cliente for dono da licença.

    Resumindo.

    Você tem 3 licenças do Windows server 2008 R2 compradas, você pode instalar os servidores com um único serial, desde que tenha como comprovar (com nota fiscal) que você possui a quantidade correta de licenças para o número de servidores que for utilizar.


    • Marcado como Resposta Felipe Feydit sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 23:28
    sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 14:39
  • Mais uma coisa, se você usou a licença de outro cliente no servidor, depois que licença nova do outro cliente chegar, rode o comando slui -3 para alterar o serial do windows.

    Assim você evita maiores problemas

    sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 14:40