none
Comparação sql2005 Standard X Enterprise RRS feed

  • Discussão Geral

  • A gente vai instalar o sql 2005 64 bits em um ambiente com Windows Server 2008 Enterprise RD2.
    E agora cabe a nós decidirmos se escolheremos a versão Standard ou Enterprise do sql.
    A diferença de preço é bem razoável, mas eu prefiriria instalar a versão Enterprise e preciso justificar isso.
    O servidor dos bancos ficará na Argentina, e nele haverão bancos de sistemas corporativos da Argentina, Chile e Peru. Ou seja, haverá o acesso local da Argentina, mas também acesso remoto do Chile e Peru.
    Eu li que a versão Enterprise tem uma série de ferramentas a mais do que a versão Standard. Entre elas estão :
    Online indexing, Online restore, Fast recovery, Partitioning, parallel index operations...
    Baseado na experiência de vocês, qual seria o impacto dessas ferramentas em um sistema sql como o que relatei acima ?

    Eduardo
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 12:14

Todas as Respostas

  • Bom Dia,

    Como DBA sempre vou preferir a melhor versão com certeza, mas como gestor é preciso de fato avaliar, afinal é razoável de fato a diferença. Acho que os pontos fortes da Enterprise vão residir nas features de administração:

    - Particionamento
    - Database Snapshot
    - Replication P2P
    - Cluster com mais de dois nós
    - Indexação OnLine

    O que você precisa verificar é se as features adicionais vão ser utilizadas, ou seja, agrega-se mais valor com uma edição Enterprise ? Se você for utilizá-las o custo compensa ? Se você não utilizá-las, o custo de administração será muito maior ? Se você não for utilizar as novas features não fará sentido adquirir a Enterprise.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com

    A quantidade de linhas fala por si só ?
    http://gustavomaiaaguiar.spaces.live.com/blog/cns!F4F5C630410B9865!926.entry

    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 12:29
  • Eduardo, tem a página da MS que tem uma comparação entre as versões, ela vai te ajudar a formular a "defesa da tese".

    http://www.microsoft.com/Sqlserver/2005/en/us/compare-features.aspx

    Tks. Fausto Fiorese Branco MCTS, MCITP/DBA 2005 | MCITP/DBA 2008 São Paulo - Brasil * http://www.linkedin.com/in/faustobranco
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 13:01
  • No meu ponto de vista a versão vai depender das funcionalidades que irá realmente utilizar no seu ambiente, se irá utilizar alguma das funcionalidades que somente o Enterprise tem ai fica facil, pois tem uma justificativa, senão...

    Quando me deparo com um caso assim sempre me lembro do seguinte: "Se eu preciso de um carro pra as necessidades diarias e passeio, será que eu deveria compra uma Ferrari ou um Fiat Doblo atende as minhas necessidades?"

    Abraço
    Alex Souza http://pessoalex.spaces.live.com
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 15:37
  • Eu gostaria de detalhar alguns pontos só para confirmar algumas diferenças entre versões Standard e Enterprise...

    1) Online indexing : Lendo por cima, a impressão que dá é que se eu escolher a versão Standard, eu não vou conseguir criar ou dar rebuild em um índice com o banco on line. Mas me parece que não é exatamente assim, mesmo porque seria impossível eu fazer essas funções com o banco offline. Parece que a versão Enterprise evita concorrencia com DML (Data Manipulation Language), e esta seria a diferença com a versão Standard. É isso mesmo ? Na prática, o que é o DML ?

    2) Online Restore : Qual é na prática a diferença entre as versões ? Na versão Standard os bancos teriam que estar offline ? Ou apenas não poderia ter outros usuários acessando ?

    Eduardo
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 15:37
  • efcampos,

    1. Na versão standard se você fizer INDEX REBUILD a sua tabela ficará em BLOQUEIO Exclusivo. ou seja, Seus usuaios teram que esperar concluir para ter acesso ao objeto. DML em linhas gerais são os comandos (INSERT, DELETE, UPDATE)

    2. Na versão Standard você precisa matar as conexoes dos usuarios a base para poder realizar o RESTORE, Na Versão ENTERPRISE você poderá realizar o RESTORE sem matar as conexoes dos usuarios. porem para você usar essa caracteritica voce deve ter uma base de dados com um bom designer(Multiplos filegroups).


    []´s

    SQL Server - SQLOS
    http://leivio.spaces.live.com/blog/cns!A9C38548B0E679DB!236.entry
    MCP | MCTS | MCITP - http://leivio.spaces.live.com/
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 18:07
  • Leivio,

    Uma última pergunta...

    No link que o Fausto passou acima, eu vi muitas diferenças também na parte relativa ao Business Intelligence.
    Eu não tenho muita familiaridade com ele, mas o Analysis Service vai ser necessário.
    Aparentemente a parte de performance do BI está bem mais ampla na versão Enterprise do que na Standard.
    Ela fala em Parallel processing, automate cashing, partitioned cubes...coisas que não existem na versão Standard.
    Você saberia me dimensionar isso ? me dar uma visão do impacto na performance ?

    Eduardo
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 18:54
  • Efcampos,
    BI não e muito o meu forte, mas se alguem quiser complementar:

    Parallel processing = Seria a capacidade de executar mais de uma tarefa em um mesmo fluxo paralelamente.
    partitioned cubes    =  Seria algo parecido com particionamento de tabelas, porem neste caso temos as dimensões.
    automated caching  = Seria o Proactive Caching onde temos uma diminuição no processamento devido a otimizãção do cache e diminuição da latencia para acessar o mesmo. E priorizando os dados mais acessados.

    Com certeza a versão ENTERPRISE e completa. por isso e a TOP! Mas veja a sua real necessidade, pois dependendo do caso você pode negociar uma versão STANDARD e posteriormente programar um upgrade para a versão ENTERPRISE por um valor menor já que vc já pagou pela STANDARD.

    []´s


    SQL Server - SQLOS
    http://leivio.spaces.live.com/blog/cns!A9C38548B0E679DB!236.entry


    MCP | MCTS | MCITP - http://leivio.spaces.live.com/
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 20:10