Nesta nova versão do System Center Configuration Manager vemos uma mudança drástica nos conceitos e interface. Quem estava acostumado com a interface que vinha do SMS 1.0 e chegou até a SCCM 2007 R3 imutável irá notar a similaridade com os novos produtos e a interface típica do Outlook e Office:



Instalação

Na instalação o SCCM 2012 não muda muito do SCCM 2007, sendo uma sequencia simples de telas.

O inicio da instalação é mostrado na tela abaixo onde vamos destacado o item “Upgrade existing SCCM 2012”, o que é interessante pois é possível fazer o upgrade das versões Beta e RC para quem já as havia instalado.


Porém, é importante notar que não existe caminho de migração “in-place”, ou seja, upgrade do servidor SCCM 2007 para SCCM 2012 apenas colocando um CD.

Upgrade de SCCM 2007 para SCCM 2012

Esse processo é semi automatizado, mas exige esforço administrativo caso o SCCM 2007 não esteja bem configurado, que obrigatoriamente deve estar com SP2 ou SP3 para funcionar.

O processo inicia com a instalação de um novo site com o SCCM 2012, como veremos adiante, e depois utilizando o processo de sincronização por meio dos Jobs e assistentes disponíveis na interface em “Administration à Migration” como pode ser visto na tela copiado no inicio deste artigo.

Após a configuração dos Jobs de migração basta ir no SCCM 2007 e retirar os boundaries (escopo de gerenciamento) e colocar os mesmos boundaries para o SCCM 2012 que os clientes em auto-assignment irão se reportar ao novo servidor. Porem, é importante o upgrade dos agentes, apesar de não obrigatório. Para isso será necessário utilizar a função “Reinstall” habilitada nas coleções que deseja atualizar.

A Microsoft preparou um portal com todos os passos incluindo o planejamento em http://technet.microsoft.com/en-us/library/gg682006.aspx e também o FAQ disponível em http://technet.microsoft.com/en-us/library/gg682088.aspx#FAQ_Migration

Você poderá estudar e simular o processo por utilizar o Virtual Lab em http://go.microsoft.com/?linkid=9793970

Instalando um Novo Servidor

A instalação é realizada por utilizar a primeira opção do assistente acima, sendo que pode ser em modo stand alone onde todas as funções do SCCM serão instaladas no servidor local, o que é muito comum já que o SCCM 2012 tem a capacidade nominal de 100 mil clientes gerenciados por Management Point, claro que com Distribution Points e Update Points separados.

Também é importante na questão de instalação pensar na simplificação das hierarquias já com as novas funcionalidades do SCCM 2012 foi reduzido o tráfego já por conta de uma menor infraestrutura de servidores necessários, o que pode ser visto no MVA do SCCM 2012 no módulo 2 (em breve).

Antes de iniciar a instalação é importante alguns passos de configuração no servidor Windows 2008 R2 e SQL Server que serão utilizados (http://technet.microsoft.com/en-us/library/gg682077.aspx):

  • Utilize o SQL Server 2008 SP2/R2 versões Standard ou Enterprise e verifique o collation que ele está configurado, pois o SCCM 2012 exige o código de páginas SQL_Latin1_General_CP1_CI_AS o que é um problema caso deseje utilizar o mesmo servidor que já estava com as bases do SCCM 2007 ou já era utilizado na empresa, pois a migração de código de páginas exige a destruição das bases de dados que já existem em um servidor
  • É necessário configurar corretamente o WebDav do IIS 7.0 que, diferente do IIS 6.x disponível no Windows 2003, não é habilitado e configurado por padrão. Para isso basta incluir e alterar algumas configurações no IIS 7.x do servidor principal (Management Point). Essas configurações foram abordadas em um artigo do MVP Marcelo Sincic em http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Instalando-o-System-Center-Configuration-Manager-2007-SP2-R2-no-Windows-2008-R2.aspx

Ao iniciar a instalação pelo wizard é necessário informar a chave ou se utilizará como avaliação e na sequencia escolher o idioma em que deseja o servidor e os agentes, o que no SCCM 2007 não era possível durante a instalação, apenas com a instalação posterior dos pacotes de idioma. Na tela abaixo veja a disponibilidade de idiomas para o servidor e cliente:





Também durante a instalação é solicitado que especifique uma pasta para fazer o download dos updates do Windows e do próprio SCCM. A recomendação é guardar isso em uma pasta para o caso de reinstalação ou para servidores secundários. Note que a conexão com a internet é necessária mesmo que você já tenha baixado antes os pacotes pois o instalador irá verificar o arquivo XML de atualizações todas as vezes para fazer a checagem se os updates são os mesmos.

Como ultimo passo o assistente de instalação irá solicitar as features que serão utilizadas e automaticamente irá habilitar as que forem selecionadas em modo padrão. A recomendação é para instalar apenas as básicas que são de inventários e deixar as outras para serem configuradas posteriormente.

Configuração Inicial

Vamos aos passos necessários para fazer a configuração posterior a instalação.

Suporte a HTTPS no IIS 7.x

Este é um tópico importante pois o SCCM precisará utilizar o HTTPS em diversas situações, sendo que a configuração é feita manualmente.

Para isso entre no IIS 7.x e gere um certificado digital para o seu servidor do tipo Auto Assignment como mostra a imagem abaixo, disponível no gerenciador como “Certificates -> Create Self Signed Certificate” e coloque o nome do servidor completo (FQDN) como o nome do certificado:



Na sequencia clique no Default Web Site como feito para configurar o WebDav e escolha a opção no menu lateral Bindings que irá mostrar a tela de associação entre portas e certificados:



Com estes passos o IIS 7.x agora irá permitir acesso HTTPS pelo nome do servidor, o que resolve o problema de comunicação protegida e criptografada necessária no SCCM 2012.

Configurando os Papeis (Roles)

O próximo passo é configurar as funções que serão executadas por cada servidor SCCM. Isso pode ser feito na console de administração como abaixo:


Note que o servidor faz todos os papeis necessários no ambiente e que cada uma das funções permitem configurações especificas clicando-se com o botão direito. Porem, a configuração individual dos papeis só é necessária em certos casos e é feita geralmente no momento em que é habilitada, por clicar no servidor e escolher Add Roles na Ribbon ou com o botão direito sobre o servidor.

Como cada role tem diferentes opções e são determinadas pelo seu ambiente não temos como descrever uma a uma, mas utilize como referencia  os links disponíveis na página introdutória do SCCM 2012 no TechNet em http://technet.microsoft.com/en-us/library/gg682140.aspx

Configurações do Site

Nas configurações do site, acessíveis com o botão direito sobre o site, é possível configurar alguns itens que poderão ser úteis para certos ambientes:


  • Wake On Lan – Configuração que permite que o SCCM 2012 ligue e desligue uma maquina utilizar o recurso das placas de rede, porem precisa ser habilitado no BIOS e permitido o pacote WOL nos switches e roteadores da organização
  • Ports – Indica as portas que serão utilizadas, recomenda-se não alterar
  • Sender – Disponivel quando a troca de dados é manual entre sites secundários e primários
  • Publishing – Habilita a publicação no AD, o que é importante para a instalação dos clientes automática
  • Client Computer Communication – Identifica alguns itens relativos a comunicação com os agentes, recomenda-se deixar no padrão
  • Alerts – Permite configurar se os eventos do SCCM 2012 serão enviados ao SCOM
  • Security – Segurança de acesso, também disponível no item Security no menu lateral
  • Signing and Encryption- Configuração de certificados e criptografia, recomenda-se não alterar

Configurando Escopo de Gerenciamento (Boundaries)

Os escopos, ou boundaries, são essenciais para o funcionamento pois são eles que indicam o que será gerenciado pelo site. Note que o escopo de gerenciamento não é por servidor e sim por site, e em caso de diferentes escopos como filiais e locais remotos é necessário criar hierarquias, ou seja, servidores com sites separados mas que se reportam a um principal.

Para criar um escopo basta indicar o site do AD que deseja gerenciar, o mesmo definido no AD Sites and Services que o padrão é Default Site, ou então o range de IP. Os dois métodos funcionam, mas é bom lembrar que a informação do site precisaria estar correta nas configurações de Subnets para evitar que um IP de filial seja gerenciado como se fosse IP da matriz e vice versa.

Configurando Métodos de Descoberta de Clientes

Nesta configuração é onde indicamos os clientes que serão encontrados nas listas de coleções.

Os métodos mais utilizados são os métodos baseados no AD, bastando ativar a procura na floresta como a imagem abaixo demonstra:


Após habilitar a descoberta pelo AD é necessário configurar os métodos:

  • Group Discovery – Encontra grupos de segurança e distribuição do AD, útil quando é necessário executar pelo SCCM relatórios de grupos e usuários, mas como não gera sobrecarga no servidor acaba por ser um recurso que habilitamos costumeiramente
  • User Discovery – O mesmo acima, agora trazendo os dados de usuários
  • System Discovery – É o que encontra as máquinas clientes pelo AD

Em todos eles a tela de ativação é similar, bastando indicar a árvore do AD ou mesmo uma OU, para isso utilizando o botão ADD que permitirá definir o escopo de pesquisa, como mostrado abaixo:


Nas opções é possível selecionar alguns itens interessantes:

  • Apenas encontrar computadores que se logaram no domínio ou trocaram a senha a pelo menos X dias
  • Trazer dos grupos a lista de usuários que fazem parte dele, ou no caso de usuários os grupos a que ele pertence, o que é útil para criar relatórios administrativos com relação de grupos e membros


Após isso é possível definir o agendamento em Polling Schedule e instruir o SCCM a fazer imediatamente por clicar no “check box” corresponde antes de clicar em Apply ou OK.

Instalação dos Agentes

A instalação dos agentes pode ser realizada por coleção ou individualmente.

Clique sobre o botão direito em uma maquina que foi descoberta ou sobre a coleção e utilize a opção “Install Client” onde é possível indicar se deseja reinstalar (quando é migração de SCCM 2007 ou maquina trocada) e se o agente será instalado em DCs ou servidores que fazem parte do SCCM.

A instalação dos agentes também pode ser realizada automaticamente por configurar o item “Client Installation” por clicar no Site à Settings na Ribbon à Client Installation. Neste caso pode ser definido uma conta de usuário que será utilizada para instalação dos agentes e configurar a instalação Push onde o SCCM instalará o agente automaticamente quando encontrar maquinas novas nos processos de Discovery configurados anteriormente.

Configuração dos Agentes

A configuração dos agentes é realizada no menu Administration à Client Agent Settings como mostrado abaixo. Note que todos os agentes são configurados nesta única tela, diferente do SCCM 2007 que possuía uma tela diferente para cada agente.


A configuração dos itens é bem intuitiva e tem a novidade que agora é possível criar configurações diferentes para cada grupo, já que o fluxo é procurar um conjunto de politicas para o grupo especifico e se não houver, utiliza o Default Settings mostrado acima. No artigo “System Center Configuration Manager 2012 - Novos Recursos de Administração” iremos abordar este novo recurso.

Conclusão

Com estes passos já é possível ter a maioria dos recursos do SCCM 2012 funcionando.

Nos outros 3 artigos da série MIVP para System Center Configuration Manager 2012 iremos detalhar algumas importantes e usuais configurações e recursos do SCCM 2012.


MVA de SCCM 2012 em português: http://www.microsoftvirtualacademy.com/tracks/introducao-ao-system-center-configuration-manager-2012