Clique aqui para alterar o idioma.

Estas notas de lançamento são monitoradas de perto e cuidadosamente. Quaisquer alterações feitas serão avaliada e, em seguida, rapidamente aceita, refinada ou revertida. Por ser um wiki, adições ou refinamentos destas notas de lançamento podem ter sido feitas por membros da comunidade. Para ler o documento de notas de lançamento oficial e original, clique aqui.

Table of Contents

Este documento Notas de versão descreve problemas conhecidos sobre os quais você deve ler antes de instalar ou solucionar problemas do SQL Server Codinome “Denali” CTP3 (clique aqui para baixá-lo). Este documento de Notas de versão está disponível somente online, não em mídia de instalação, e é atualizado periodicamente.

Para obter informações sobre como iniciar e instalar o SQL Server Codinome “Denali”, consulte o arquivo Leiame do SQL Server Codinome “Denali”. O documento Leiame está disponível na mídia de instalação e na página de download Leiame. Também é possível obter mais informações nos Manuais Online do SQL Server e nos Fóruns do SQL Server "Denali".

Sumário

1.0 Antes da instalação

Antes de instalar o SQL Server Codinome “Denali”, leia as ações necessárias a seguir.

1.1 Manipulação de itens de pré-requisito de instalação durante a instalação do SQL Server Codinome “Denali”

Os tópicos a seguir descrevem o comportamento de instalação de itens de pré-requisito durante a Instalação do SQL Server Codinome “Denali”:

  • Somente há suporte para a instalação do SQL Server codinome Denali” no Windows 7 SP1 ou no Windows Server 2008 R2 SP1. No entanto, a Instalação não bloqueia a instalação do SQL Server codinome “Denali” no Windows 7 ou no Windows Server 2008 R2.

  • O .NET Framework 3.5 SP1 é um requisito do SQL Server Codinome “Denali” quando você seleciona Mecanismo de Banco de Dados, Replicação, Master Data Services, Reporting Services, DQS (Data Quality Services) ou SQL Server Management Studio e a estrutura não é mais instalada pela Instalação do SQL Server.

    • Se você executar a Instalação em um computador com o sistema operacional Windows Vista SP2 ou Windows Server 2008 SP2 e não tiver o .NET Framework 3.5 SP1 instalado, a Instalação do SQL Server exigirá o download e a instalação do .NET Framework 3.5 SP1 antes que seja possível continuar com a instalação do SQL Server. A mensagem de erro inclui um link para o Centro de Download ou você pode baixar o .NET 3.5 Framework SP1 do Windows Update. Para evitar a interrupção durante a Instalação do SQL Server, você pode baixar e instalar o .NET 3.5 Framework SP1 antes de executar a Instalação do SQL Server.

    • Se você executar a Instalação em um computador com o sistema operacional Windows 7 SP1 ou Windows Server 2008 R2 SP1, deverá habilitar o .NET Framework SP1 3.5 SP1 antes de instalar o SQL Server Codinome "Denali".

  • O .NET Framework 4 é um requisito do SQL Server Codinome “Denali”. A Instalação do SQL Server instala o .NET Framework 4 durante a etapa de instalação de recurso. O SQL Server Express não instala o .NET Framework 4 ao instalar no sistema operacional Windows Server 2008 R2 SP1 Server Core. Você deve instalar o .NET Framework 4.0 antes de instalar o SQL Server Express em um sistema operacional Windows Server 2008 R2 SP1 Server Core.

  • Para assegurar que o componente Visual Studio seja instalado corretamente, o SQL Server exigirá que você instale uma atualização. O SQL Server Setup verifica a presença dessa atualização e requer o download e a instalação da atualização antes de continuar com a instalação do SQL Server. Para evitar a interrupção durante a Instalação do SQL Server, você pode baixar e instalar a atualização conforme descrito abaixo, antes de executar a Instalação do SQL Server (ou pode instalar todas as atualizações para o .NET Framework 3.5 SP1 disponíveis no Windows Update):

    • Se você instalar o SQL Server Codinome “Denali” em um computador com o sistema operacional Windows Vista SP2 ou Windows Server 2008 SP2, poderá obter a atualização necessária aqui.

    • Se você instalar o SQL Server Codinome “Denali” em um computador com o sistema operacional Windows 7 SP1 ou Windows Server 2008 R2 SP1, essa atualização já estará inclusa no computador.

  • O Windows PowerShell 2.0 é um pré-requisito para a instalação de componentes do Mecanismo de Banco de Dados do SQL Server Codinome “Denali” e do SQL Server Management Studio, mas o Windows PowerShell não é mais instalado pela Instalação do SQL Server. Se a instalação relatar que o PowerShell 2.0 não está presente no seu computador, você poderá habilitá-lo seguindo as instruções da página Estrutura de gerenciamento do Windows.

1.2 Sistemas operacionais com suporte para o SQL Server Codinome “Denali” Evaluation Edition

Há suporte para o SQL Server Codinome “Denali” Evaluation Edition nos sistemas operacionais Windows Vista SP2, Windows Server 2008 SP2, Windows 2008 R2 SP1 e Windows 7 SP1.

1.3 Instalando o SQL Server Codinome “Denali” no Windows Server 2008 R2 Server Core Service Pack 1

Desde o SQL Server Codinome “Denali” CTP3, você pode instalar o SQL Server no Windows Server 2008 R2 Server Core SP1, com as seguintes limitações:

  • O Microsoft SQL Server Codinome “Denali”, CTP 3 (Community Technology Preview 3) não dá suporte à Instalação por meio do assistente de instalação no sistema operacional Server Core. Quando você instala no Server Core, a Instalação do SQL Server dá suporte ao modo silencioso completo usando o parâmetro /Q ou o modo Silencioso Simples usando o parâmetro /QS.
  • Não há suporte para a atualização de uma versão anterior do SQL Server para o Microsoft SQL Server Codinome “Denali”, CTP 3 (Community Technology Preview 3) em um computador executando o Windows Server 2008 R2 Server Core SP1.
  • Não há suporte para a instalação de uma versão de 32 bits do Microsoft SQL Server Codinome “Denali”, CTP 3 (Community Technology Preview 3) em um computador executando o Windows Server 2008 R2 Server Core SP1.
  • Não é possível instalar o Microsoft SQL Server Codinome “Denali”, CTP 3 (Community Technology Preview 3) lado a lado com versões anteriores do SQL Server em um computador executando o Windows Server 2008 R2 Server Core SP1.
  • Quando tentar iniciar a Instalação do SQL Server executando “setup.exe /QS” no Server Core, sem especificar /Action, a Instalação abrirá o Centro de Instalação do SQL Server e não poderá continuar com a instalação. A solução alternativa é especificar uma ação usando o parâmetro de linha de comando /Action.
  • O Microsoft Sync Framework tem suporte no Windows Server 2008 R2 Server Core SP1. Você pode baixar a versão apropriada do Sync Framework desta página do Centro de Download da Microsoft (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=221788) e instalá-lo em um computador executando o Windows Server 2008 R2 Server Core SP1.

1.4 “Testar” a atualização disponível para experimentar o novo recurso Atualização de Produto

Nesta versão do SQL Server, você pode testar o novo recurso Atualização de Produto. Esse recurso integra as últimas atualizações de produto com a instalação principal, para que ela e as atualizações aplicáveis sejam instaladas ao mesmo tempo. A Atualização de Produto pode procurar as atualizações aplicáveis no Microsoft Update, no WSUS (Windows Server Update Services), em uma pasta local ou em um compartilhamento de rede.

Para essa versão do CTP, a atualização de teste não será distribuída para o WSUS. Quando o SQL Server 2011 for lançado, serão disponibilizadas atualizações para o WSUS no produto “Atualizações de produto do SQL Server 2011 para a instalação”. Após a aprovação de um administrador do WSUS, qualquer cliente que aponte para o serviço WSUS visualizará essas atualizações. Para essa versão do CTP, você ainda pode verificar a funcionalidade do WSUS importando do Catálogo do Microsoft Update. Para fazer isso, siga estas etapas:

  1. Clique com o botão direito do mouse no nó Atualizações no servidor WSUS e clique em Importar Atualizações.
  2. Na caixa Pesquisar, procure Atualização de Teste do SQL Server "Denali" CTP3.
  3. Selecione a atualização a ser adicionada e clique em Exibir Cesta.
  4. Selecione Importar diretamente para o Windows Server Update Services.
  5. Aprove a atualização importada.

Para obter mais informações sobre o recurso Atualizações de Produto no SQL Server Codinome “Denali”, consulte "Atualizações de produto" no tópico de instalação SQL Server "Denali".

1.5 Erro de instalação no Windows Vista e no Windows Server 2008

O SQL Server Codinome “Denali” requer o Windows PowerShell 2.0 como pré-requisito. Atualmente, o PowerShell 2.0 não poderá ser instalado no Windows Vista, nem no Windows Server 2008 se o idioma do sistema operacional for um destes 11 idiomas: Búlgaro (Bulgária), Estoniano (Estônia), Croata (Croácia), Lituano (Lituânia), Letão (Letônia), Eslovaco (Eslováquia), Esloveno (Eslovênia), Sérvio (Sérvia, latino), Romeno (Romênia), Tailandês (Tailândia) ou Ucraniano (Ucrânia). Talvez você veja o seguinte erro:

"Este pacote não é aplicável".

1.6 Não há suporte para a renomeação do recurso de nome de rede do SQL no SQL Server Codinome "Denali"

O SQL Server Codinome “Denali” não tem suporte para a renomeação do recurso de Nome de Rede do SQL. Se você renomear um recurso existente de Nome de Rede do SQL usando o Administrador de Cluster do Windows, a Atualização do SQL Server e outras operações de instalação da instância de cluster renomeado poderão falhar.

1.7 O nome de instância terminado com '$' falha na validação durante a instalação no ambiente clusterizado

A Instalação do SQL Server requer que o usuário defina o Nome da Instância para novas instalações. Se você definir um nome de instância terminado com "$", na página Configuração do Servidor em que as contas de serviços são identificadas, a Instalação não validará as contas padrão derivadas de nomes de instâncias. Você verá o seguinte erro de validação na interface de usuário da Instalação ou no log de instalação Detail.txt se a instalação for executada na linha de comando:

“O nome fornecido não é um nome de conta corretamente formado”.

Solução alternativa: altere o nome da instância e assegure que a instância não termine com "$". Ou você pode alterar as contas de serviço que terminam com "$" e usar outra conta, por exemplo, uma conta de serviço que seja apropriada para essa finalidade.

1.8 A pesquisa semântica requer que você instale uma dependência adicional

A Pesquisa Semântica Estatística tem um pré-requisito adicional, o banco de dados de estatísticas semânticas de idiomas, que não é instalado pelo programa de Instalação do SQL Server.

Solução alternativa: Para configurar o banco de dados de estatísticas semânticas de idioma como um pré-requisito para a indexação semântica, siga estas etapas:

  1. Localize e execute o pacote do Windows Installer denominado SemanticLanguageDatabase.msi na mídia de instalação do SQL Server para extrair o banco de dados. Para o SQL Server codinome “Denali” Express, baixe o banco de dados de estatísticas semânticas de idioma do Centro de Download da Microsoft (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=221787) e execute o pacote do Windows Installer.
  2. Mova o banco de dados para uma pasta de dados apropriada. Se você deixar o banco de dados no local padrão, deverá alterar as permissões antes de anexá-lo com êxito.
  3. Anexe o banco de dados extraído.
  4. Para registrar o banco de dados, chame o procedimento armazenado sp_fulltext_semantic_register_language_statistics_db e forneça o nome que você atribuiu ao banco de dados quando o anexou.

Se essas tarefas não forem executadas, você verá a seguinte mensagem de erro ao tentar criar um índice semântico:

Msg 41209, Nível 16, Estado 3, Linha 1

Um banco de dados de estatísticas semânticas de idioma não é registrado. Índices de texto completo que usam 'STATISTICAL_SEMANTICS' não podem ser criados, nem populados.

1.9 O Sync Framework não está incluído no pacote de instalação

O Sync Framework não está incluído no pacote de instalação do SQL Server Codinome "Denali" CTP3. Você pode baixar a versão apropriada do Sync Framework

desta página do Centro de Download da Microsoft.

1.10 O uso dos recursos SharePoint do Denali requer o SharePoint Server 2010 SP1

Se você pretende usar os recursos do SQL Server Code-Named "Denali" em um ambiente do SharePoint, o SharePoint Server 2010 Service Pack 1 (SP1) será necessário.

Solução alternativa: você deve instalar o SP1 e corrigir completamente o farm de servidores antes de adicionar os recursos do SQL Server ao farm. Esse requisito se aplica aos seguintes recursos do Denali: uso de uma instância do Mecanismo de banco de dados como o servidor de banco de dados do farm, configuração do PowerPivot para SharePoint ou implantação do Reporting Services no modo do SharePoint.

[Início]

2.0 Analysis Services

2.1 Não é possível criar ou abrir projetos tabulares quando o nome de grupo BUILTIN\Administrators não pode ser resolvido

Você deve ser um administrador em um servidor de banco de dados do local de trabalho antes de poder criar ou abrir projetos tabulares. Um usuário pode ser adicionado ao grupo de administradores de servidor por meio da adição do nome de usuário ou nome do grupo. Se você for membro do grupo BUILTIN\Administrator, não poderá criar ou editar arquivos BIM files, a menos que o servidor de banco de dados do local de trabalho tenha sido unido ao domínio do qual foi originalmente provisionado. Se você abrir ou criar o arquivo BIM, ele falhará com a seguinte mensagem de erro:

"Não é possível abrir o arquivo BIM. O servidor ao qual está conectado é inválido. Motivo: você não é um administrador do servidor [nome do servidor]."

Soluções alternativas:

  • Una o servidor de banco de dados do local de trabalho e o computador BDIS (Business Intelligence Development Studio) no domínio.
  • Se o servidor de banco de dados do local de trabalho e/ou os computadores BIDS não forem ser unidos no domínio o tempo todo, adicione nomes de usuários individuais, em vez do grupo BUILTIN\Administrators como administradores no servidor de banco de dados do local de trabalho.

2.2 As assinaturas voltadas para dados RS talvez não funcionem em uma fonte de dados AS

O Provedor OLE DB do SQL Server 2008 Analysis Services (AS) substitui incondicionalmente o Registro para apontar para si mesmo como o último provedor, quer um provedor mais novo seja ou não instalado. As Assinaturas Voltadas para Dados no RS (Reporting Services) requerem o provedor SQL Server Codinome "Denali" para funcionar.

O Office 2010 instala o provedor SQL Server 2008. Caso o Office seja instalado após o Denali, o provedor SQL Server 2008 se declarará como o mais recente, mesmo que não seja. Se você tentar criar ou editar uma Assinatura Voltada para Dados com uma Consulta de Entrega que obtenha dados do Analysis Services usando MDX, receberá o seguinte erro:

"Não é possível gerar o conjunto de dados. Ocorreu um erro durante a conexão com a fonte de dados ou a consulta não é válida para a fonte de dados.

Solução alternativa: Repare a versão Denali CTP3 do Provedor OLE DB do Microsoft Analysis Services para Microsoft SQL Server.

2.3 A instalação do SQL Server 2008 R2 após a instalação do SQL Server Denali causa falhas de análise no Designer de Consulta do Reporting Services

Crie um novo projeto de relatório no SQL Server Denali. Adicione um novo conjunto de dados a esse relatório. Abra o Designer de Consulta e adicione uma consulta. Talvez você receba a seguinte mensagem de erro:

"Falha na preparação da consulta. Falha ao analisar a consulta para detectar se ela é MDX ou DMX. (MDXQueryGenerator)"

Solução alternativa: essa mensagem de erro somente ocorrerá se você instalar o SQL Server 2008 R2 depois de instalar o SQL Server Denali. Para corrigir o problema, reinstale o provedor MSOLAP usando o provedor Denali. Baixe o SQL Server Codinome “Denali” CTP3 da página do Centro de Download.

2.4 Não é possível restaurar bancos de dados usando SSMS quando um servidor só tem modelos no modo DirectQuery

Você não pode restaurar um banco de dados usando o SSMS (SQL Server Management Studio) quando o servidor só tem modelos no Modo DirectQuery.

Se você instalar uma instância do Analysis Services em execução no modo VertiPaq, implante apenas modelos DirectQuery nessa instância, clique com o botão direito do mouse em qualquer banco de dados, clique em Restaurar ou em Restaurar do PowerPivot e clique em Procurar para localizar o seguinte e esta mensagem de erro será exibida:

"Erro de DirectQuery: Não há suporte para as operações MDX/SQL no modo DirectQuery."

Solução alternativa: você pode restaurar o banco de dados usando um script XMLA, PowerShell ou AMO. Você poderá usar o SSMS para restaurar modelos DirectQuery se houver pelo menos um modelo VertiPaq no servidor.

2.5 A criação de partições após a implantação poderá falhar na implantação seguinte

Talvez o processamento falhe após a reimplantação de um modelo com consultas de definição de partição modificadas.

Por exemplo, talvez você comece com um modelo que tenha uma partição (Partição 1), implante e processe esse modelo, deixe os dados inalterados e modifique sua definição de partição. Em seguida, você define uma segunda partição (Partição 2) que inclui um subconjunto do conjunto de dados anterior para a Partição 1 e implanta e processa o modelo. Quando o modelo é implantado e processado com o uso do comando da opção de processamento padrão, o mecanismo diz que não é necessário processar a Partição 1, pois ela já tem dados e, portanto, isso introduz dados duplicados no modelo quando a Partição 2 é processada.

Soluções alternativas:

  • Antes de reimplantar o modelo, vá para o SSMS (SQL Server Management Studio), clique com o botão direito do mouse no banco de dados e clique em Processar Banco de Dados. Selecione a opção Processar Limpeza na caixa de diálogo e clique em OK. Isso remove todos os dados do banco de dados e você pode implantar e processar a partir do BIDS (Business Intelligence Development Studio), conforme esperado.
  • Altere a configuração de implantação do modelo. Clique com o botão direito do mouse no arquivo .smproj e clique em Propriedades. Altere a propriedade Opção de Processamento de Padrão para Não Processar ou Completa.

2.6 O painel de metadados no SSMS está vazio quando você procura um banco de dados do AS

O painel de metadados está vazio quando você procura um banco de dados do AS (Analysis Services) no SSMS (SQL Server Management Studio).

Por exemplo, se você abrir o SSMS, se conectar a um servidor do AS, clicar com o botão direito do mouse em um banco de dados e clicar em Procurar, o painel de metadados no navegador do cubo estará vazio.

Solução alternativa: Arraste o painel de metadados para redimensioná-lo ou alternar do modo de Design para o modo de Texto. Isso mostrará os metadados do modelo e permitirá a você arrastar e soltar no navegador do cubo.

2.7 Talvez seja difícil navegar no trabalho com modelos grandes

Em um modelo tabular, quando você trabalha em um modelo com muitas tabelas, as guias das tabelas não permitem a rolagem como no Excel. A navegação nas tabelas é um desafio quando você tem cerca de 10 ou mais tabelas.

Soluções alternativas:

  • Você pode arrastar uma tabela da lista e posicionar a guia da maneira desejada, para que possa acessar guias específicas mais facilmente.
  • Você pode reorganizar a ordem e a posição das guias existentes.

2.8 Os componentes do SSIS para modelos tabulares do AS não funcionam como esperado

Os componentes do SSIS (SQL Server Integration Services) para o AS (Analysis Services) não funcionam como esperado para modelos tabulares.

Há alguns problemas conhecidos quando você tenta gravar um pacote do SSIS para funcionar com modelos tabulares:

  • O Gerenciador de Conexões do AS não pode usar um modelo tabular na mesma solução que uma fonte de dados. Você deve se conectar explicitamente ao servidor do AS antes de configurar a Tarefa de Processamento do AS ou a Tarefa Executar DDL do AS.
  • Há alguns problemas com a Tarefa de Processamento do AS quando você trabalha com modelos tabulares:
    • Em vez de bancos de dados, tabelas e partições, você verá cubos, grupos de medidas e dimensões. Essa é uma limitação da tarefa. Você ainda pode processar seu modelo tabular usando a estrutura de cubo/medida grupo/dimensão.
    • Algumas opções de processamento com suporte do AS em execução no modo VertiPaq não são expostas na Tarefa de Processamento do AS, como Processar Desfragmentação.

      Solução alternativa: use a tarefa Executar DDL do Analysis Services, em vez de executar um script XMLA que contenha o comando ProcessDefrag.

    • Algumas opções de configuração na ferramenta não são aplicáveis. Por exemplo, "Objetos relacionados ao processo" não devem ser usados durante o processamento de partições e a opção de configuração "Processamento Paralelo" contém uma mensagem de erro inválido dizendo que não há suporte para o processamento paralelo no SKU padrão.

2.9 Um modelo não poderá ser implantado se você tiver excluído antes o arquivo BIM do projeto do modelo tabular

Você não poderá implantar um modelo se tiver excluído antes o arquivo .bim do projeto do modelo tabular.

Por exemplo, você pode abrir um projeto de modelo tabular, exibir a janela Gerenciador de Soluções, assegurar que a opção Mostrar todos os arquivos esteja selecionada, clicar com o botão direito do mouse no arquivo .bim no Gerenciador de Soluções, clicar em Excluir do Projeto, clicar com o botão direito do mouse no arquivo .bim no Gerenciador de Soluções, clicar em Incluir no Projeto e implantar o projeto.

A compilação falhará e o seguinte erro aparecerá na Lista de Erros:

"Erro 1 Não é possível compilar projetos que contenham mais de um arquivo BIM C:\Program Files (x86)\MSBuild\Business Intelligence Semantic Model\1.0\Microsoft.AnalysisServices.VSHostBuilder.targets 71 8 TabularProject7

Solução alternativa: exclua o arquivo do projeto novamente. Para adicioná-lo novamente ao projeto, clique com o botão direito do mouse no arquivo de projeto no Gerenciador de Soluções, clique em Adicionar, clique em Item Existente e clique no arquivo .bim que foi excluído antes.

2.10 Não é possível alterar a conexão no SSMS de alguns tipos de conexão nos modelos tabulares

Na caixa de diálogo Propriedades de Conexão do SSMS (SQL Server Management Studio) para modelos tabulares, o Gerenciador de Conexões mostra o provedor incorreto para alguns tipos de conexões, como feeds de dados.

Solução alternativa: digite manualmente a cadeia de conexão na caixa de diálogo Propriedades de Conexão, em vez de usar o gerenciador de Conexões.

2.11 A filtragem de membros de níveis diferentes de uma hierarquia causa um erro

Com o SQL Server Analysis Services instalado no modo tabular, as consultas de linguagem DAX (Data Analysis Expressions) e de linguagem MDX (Multidimensional Expressions) em um modelo tabular que envolvem formas arbitrárias com granularidade mista apresentarão uma mensagem de erro indicando que tais consultas não têm suporte no modo VertiPaq. Você verá a seguinte mensagem de erro na Tabela Dinâmica:

“A consulta requer a geração de uma solicitação de dados que envolva uma fatia composta por um conjunto de formas arbitrárias com tuplas de diferentes níveis de hierarquia, condição para a qual não há suporte quando o Analysis Services é usado no modo VertiPaq.”

2.12 A instalação do BIDS não carrega o pacote VSTS

Se você instalar e abrir o BIDS (Business Intelligence Development Studio) e criar um novo projeto do Analysis Services, Reporting Services ou Integration Services, a seguinte mensagem de erro será exibida:

"'O VSTS para o Pacote de Aplicativos da Camada de Dados Database Professionals SQL Server não foi carregado corretamente"

Você poderá ignorar essa mensagem se quiser trabalhar com o Analysis Services, o Reporting Services ou o Integration Services.

Solução alternativa: para trabalhar com os aplicativos de dados, instale o Project Juneau depois de instalar o BIDS.

2.13 O BIDS para de responder quando você copia uma grande quantidade de dados para a Área de Transferência

Se você copiar uma grande quantidade de dados para a área de transferência ou selecionar muitas colunas e linhas em um projeto de modelo tabular, o BIDS (Business Intelligence Development Studio) parará de responder.

Solução alternativa: copie apenas pequenos conjuntos de dados do projeto tabular.

2.14 Não há suporte para a substituição de um banco de dados na restauração do PowerPivot

Na caixa de diálogo Restaurar do PowerPivot, você pode localizar uma caixa de seleção Substituir Banco de Dados. Não há suporte para a substituição de um banco de dados durante a restauração de uma pasta de trabalho PowerPivot para a versão do SQL Server Codinome "Denali" CTP3 do PowerPivot.

2.15 Você não pode usar uma coluna calculada para marcar uma tabela como tabela de data

No BIDS (Business Intelligence Development Studio), você não pode usar colunas calculadas para marcar uma tabela como tabela de Data. Por exemplo, se você adicionar uma coluna calculada, clique no botão Marcar como Tabela de Data e selecione a coluna calculada. Você receberá a seguinte mensagem de erro:

"A coluna calculada 'Table[CalculatedColumn1]' não pode ser usada como uma chave primária da tabela."

2.16 A caixa de diálogo Novo Item no BIDS não inclui o modelo de item BIM

No BIDS (Business Intelligence Development Studio), você pode mostrar o Gerenciador de Soluções, clicar com o botão direito do mouse em um projeto de modelo tabular vazio e clicar em Adicionar Novo Item. A caixa de diálogo Novo Item está vazia e você não pode adicionar um novo arquivo BIM.

Solução alternativa: crie um novo projeto. Use Adicionar Item Existente para adicionar o arquivo BIM recém-criado ao seu projeto tabular.

[Início]

3.0 Manuais Online

3.1 O Visualizador da Ajuda do SQL Server falha nos ambientes configurados para executar apenas IPv6

Se o seu ambiente estiver configurado para executar apenas IPv6, o Visualizador da Ajuda do SQL Server Codinome “Denali” falhará e você verá a seguinte mensagem de erro:

HelpLibAgent.exe parou de funcionar.

Solução alternativa: para evitar esse problema, habilite o IPv4 ou use as etapas a seguir para adicionar uma entrada ao Registro e crie uma ACL para habilitar o Visualizador da Ajuda para IPv6:

  1. Crie uma chave de Registro com o nome “IPv6” e um valor de “1 (DWORD(32 bit))” em HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Help\v1.0.

  2. Defina as ACLs de segurança da porta para IPv6, executando o seguinte de uma janela CMD do admin:

netsh http add urlacl url=http://[::1]:47873/help/ sddl=D:(A;;GX;;;WD).

Observação

Isso se aplica a todos os ambientes em execução somente com o IPv6 habilitado. Ambientes com IPv4 habilitado (e IPv4 com IPv6) não são afetados.

4.0 Data Quality Services

4.1 Para reinstalar o servidor DQS, exclua os objetos DQS depois de desinstalar o servidor DQS

Se você desinstalar o servidor Data Quality Services (DQS), os objetos DQS (bancos de dados DQS, logons DQS e um procedimento armazenado DQS) não serão excluídos da instância do SQL Server.

Solução alternativa: Para reinstalar o servidor DQS no mesmo computador e na mesma instância do SQL Server, você deverá excluir manualmente os objetos DQS da instância do SQL Server. Além disso, você também deve excluir os arquivos de bancos de dados DQS (DQS_MAIN e DQS_PROJECTS) da pasta C:\Program Files\Microsoft SQL Server\MSSQL11.<SQL_Server_Instance>\MSSQL\DATA no computador, antes de reinstalar o servidor DQS. Caso contrário, a instalação do servidor DQS falhará. Mova os arquivos de banco de dados, em vez de excluí-los, se você quiser preservar dados, como bases de dados de conhecimentos ou projetos de qualidade de dados. Para obter mais informações sobre como remover objetos DQS após a conclusão do processo de desinstalação, consulte

o tópico "Remover objetos Data Quality Services" no Guia de Instalação do DQS.

4.2 A indicação de uma descoberta de conhecimento terminada ou atividade de limpeza interativa está atrasada

Se um administrador terminar uma atividade na tela Monitoramento de Atividades, um usuário interativo que estiver executando a atividade de descoberta de conhecimento, gerenciamento de domínio ou limpeza interativa não receberá nenhuma indicação de que sua atividade terminou, até executar a operação seguinte.

4.3 Quando uma base de dados de conhecimento está bloqueada, não é possível abrir uma atividade de gerenciamento de conhecimento

Se uma base de dados de conhecimento estiver bloqueada, você deverá ser capaz de abrir uma atividade de descoberta de conhecimento ou de gerenciamento de domínio como somente leitura. No entanto, no CTP3 se uma base de dados de conhecimento estiver bloqueada, as atividades de descoberta de conhecimento e gerenciamento de domínio não estarão disponíveis.

4.4 O término de uma atividade quando uma conclusão está em andamento pode falhar

Se uma atividade de descoberta de conhecimento ou gerenciamento de domínio for terminada na tela Monitoramento de Atividades quando uma operação Concluir estiver em andamento para a atividade, uma exceção será gerada.

Solução alternativa: para evitar isso, não termine uma atividade de descoberta de conhecimento ou gerenciamento de domínio quando houver uma operação Concluir em andamento.

4.5 A conexão de dados falhará se ##MS_dqs_db_owner_login## e ##MS_dqs_service_login## não forem usuários do banco de dados ou se os dados não estiverem em um banco de dados DQS

Para que uma conexão com uma fonte de dados funcione, o usuário deverá definir os logons do SQL ##MS_dqs_db_owner_login## e ##MS_dqs_service_login## como um usuário do banco de dados e o banco de dados deverá estar na mesma instância do SQL Server que os bancos de dados DQS. Isso será verdadeiro mesmo que o usuário tenha total permissão para a fonte de dados.

Para obter mais informações, consulte o tópico "Conceder acesso aos dados para as operações do Data Quality Services" no Guia de Instalação do DQS.

4.6 Datas anteriores a 1753 podem causar falha do DQS

Se uma atividade de descoberta de conhecimento for executada em um valor em um campo de dados que contenha datas anteriores a 1-1-1753, o processo falhará.

Solução alternativa: para evitar isso, exclua essas datas ou use o tipo de dados datetime.

4.7 Valores com mais de 450 caracteres poderão causar a falha do DQS

Se a correção de dados for executada em uma tabela de origem que contenha valores com mais de 450 caracteres, o processo falhará. Isso ocorre com uma coluna do tipo nvarchar(MAX) ou varchar(MAX) na tabela de origem e quando o domínio da cadeia de caracteres é configurado para dividir valores de domínio em termos, em vez de analisar o texto como um único valor.

Solução alternativa: para evitar isso, exclua esses valores.

4.8 Uma operação de cancelamento pode descartar o trabalho de várias atividades

Se você clicar em Cancelar para uma atividade de descoberta de conhecimento ou gerenciamento de domínio em execução, e outras atividades tiverem sido concluídas antes sem que uma operação de publicação fosse realizada durante a execução da atividade, o trabalho de todas as atividades executadas desde a última publicação será descartado, não apenas o atual.

Solução alternativa: para evitar isso, publique o trabalho que deve persistir na base de dados de conhecimento antes de iniciar uma nova atividade.

4.9 O aplicativo cliente DQS para de responder com amostras grandes

Quando o processo de Descoberta de Conhecimento é executado com 15.000 ou mais registros, o aplicativo cliente para de responder. Isso é causado por um bug que resulta em um erro em alguns casos em que uma consulta é executada por meio do SQLCLR e um alto nível de paralelismo é necessário.

Solução alternativa: para evitar isso, execute o seguinte script no SSMS e reinicie o SQL Server:

sp_configure 'show advanced options', 1;

GO

RECONFIGURE WITH OVERRIDE;

GO

sp_configure 'max degree of parallelism', 1;

GO

RECONFIGURE WITH OVERRIDE;

GO

Quando você executar esse script, a instância usará apenas uma CPU para todas as consultas que executar.

4.10 Erro ao importar bases de dados de conhecimento, domínios ou valores de domínio

Durante a importação de uma base de dados de conhecimento, domínio ou valores de domínio, um erro poderá ocorrer quando você clicar em Procurar para selecionar o arquivo a ser importado. O local da última pasta pesquisada para a operação de importação será salvo no Registro (chave Diretório Inicial) e o DQS abrirá o mesmo local de pasta quando você clicar em Procurar. Esse erro ocorrerá se o local da última pasta salva não estiver disponível por causa da renomeação, movimentação ou exclusão da pasta de destino.

Solução alternativa: para corrigir esse problema, você deve excluir a chave de Diretório Inicial em HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Microsoft SQL Server\110\Tools\DQ\Studio\Configurations\Dialogs no Registro.

4.11 O DQSInstaller falhará se houver uma reinicialização pendente por causa das atualizações do .NET Framework 4

Se você tentar executar o DQSInstaller.exe em um computador em que uma reinicialização estiver pendente devido a uma atualização instalada para o .NET Framework 4, a operação de instalação falhará com a seguinte mensagem de erro:

“Falha ao criar AppDomain “DQS_MAIN.dbo[ddl].62”.”

Solução alternativa: para continuar, reinicie o computador e execute o DQSInstaller.exe novamente.

4.12 As alterações na configuração do DQS não requerem a reinicialização do SQL Server

Na versão atual do DQS, você não precisa mais reiniciar o SQL Server depois de alterar a configuração de registro em log do servidor DQS para as novas configurações de registro em log a serem aplicáveis. Em vez disso, depois de fazer alterações na configuração de registro em log do servidor DQS, você deverá executar as seguintes instruções Transact-SQL para as novas configurações de registro em log a serem aplicáveis:

USE [DQS_MAIN]

GO

DECLARE @return_value int

EXEC @return_value = [internal_core].[RefreshLogSettings]

SELECT 'Return Value' = @return_value

GO

Para obter mais informações sobre as configurações de log do DQS, consulte o tópico "Gerenciar arquivos de log do DQS" no Guia de Instalação do DQS.

4.13 Os bancos de dados pertencentes ao administrador de sistema do SQL Server não estão disponíveis para operações DQS

Se um banco de dados pertencer a um administrador de sistema do SQL Server, ele não estará acessível no DQS. Para corrigir esse problema, altere o proprietário do banco de dados para qualquer outro usuário e repita a operação. Para obter informações sobre como alterar o proprietário de um banco de dados, consulte Alterando o proprietário do banco de dados.

4.14 Os controles não são dimensionados corretamente para verificação de novo conhecimento

Se você alterar o tamanho do texto para “Maior – 150%” (no Windows Server 2008 ou Windows 7) ou alterar a configuração de PPP Personalizada para 200% (no Windows 7), os botões Cancelar e Criar na página Nova Base de Dados de Conhecimento não ficarão acessíveis.

4.15 Não há suporte para a resolução de tela de 800 x 600

O aplicativo cliente de DQS não será exibido corretamente se a resolução da tela estiver definida como 800 x 600.

Solução alternativa: para resolver o problema, defina a resolução da tela com um valor mais alto.

4.16 Resultados de limpeza incorretos para valores com relações baseadas em termos

Se você definir uma relação baseada em termo para um valor em um domínio e a fonte de dados a ser limpa já contiver o valor correto, conforme definido na relação baseada em termo para o valor, os resultados da limpeza (tanto dos dados de visualização quanto dos dados importados) serão afetados da seguinte forma:

  • O cliente do DQS contém dados incorretos na coluna Origem e um status incorreto na coluna Status.

  • O componente de correção de dados do SQL Server Integration Services contém um status incorreto na coluna Status.

Por exemplo, você pode definir uma relação baseada em termo para um domínio chamado Nome da Empresa e especificar se “Inc” deve ser corrigido para “Incorporated”. Se um dos nomes de empresa nos dados de origem já contiver o termo “Incorporated”, como “ABC Incorporated”, os resultados da limpeza serão afetados da seguinte forma:

  • O cliente do DQS exibe incorretamente “ABC Inc” na coluna Origem, em vez de “ABC Incorporated”, e exibe “Corrected” na coluna Status. A atividade de limpeza não deverá ter alterado os dados na coluna de origem porque já estava correta de acordo com a relação baseada em termo e “Correct” deverá ser exibido na coluna Status.

  • O componente de correção de dados do SQL Server Integration Services exibe incorretamente o termo “Corrected”, em vez de “Correct” na coluna Status. No entanto, a coluna de origem exibe corretamente os dados originais (“ABC Incorporated”).

A coluna Saída no resultado da limpeza no cliente do DQS e no SQL Server Integration Services exibe corretamente os dados originais (“ABC Incorporated”).

4.17 Mapear coluna Bigint na fonte de dados para um domínio decimal para evitar a perda de dados

Se uma coluna na sua fonte de dados for do tipo de dados bigint, você deverá mapear essa coluna para um domínio do tipo de dados decimal, em vez do tipo de dados integer no DQS. Isso ocorre porque o tipo de dados decimal representa um intervalo maior de valores, em vez do tipo de dados int e, portanto, pode conter valores maiores.

[Início]

5.0 Mecanismo de Banco de Dados

5.1 Abrir vários arquivos .SQL inicia várias instâncias do SSMS

Se você clicar duas vezes em vários arquivos .sql para abri-los, uma instância separada do SSMS (SQL Server Management Studio) será iniciada para cada arquivo.

Solução alternativa: para abrir vários arquivos .sql em uma única instância do SSMS, no SSMS, clique em Arquivo, Abrir e use o menu para procurar os arquivos.

5.2 O SQL Server "Denali" apresenta um novo layout para os planos de manutenção

Quando as ferramentas de gerenciamento do SQL Server Codinome "Denali" CTP3 são usadas para modificar um plano de manutenção existente criado em uma versão anterior das ferramentas de gerenciamento do SQL Server (SQL Server 2008 R2, SQL Server 2008 ou SQL Server 2005), o plano de manutenção é salvo em um novo formato. As versões anteriores das ferramentas de gerenciamento do SQL Server não dão suporte a esse formato novo.

5.3 Privilégios administrativos são necessários para depurar em uma consulta no SSMS

Quando o SQL Server “Denali” CTP3 Management Studio é executado no modo de usuário normal e você tenta depurar uma consulta utilizando o menu Depurar, Iniciar Depuração ou usando o atalho de teclado Alt+F5, uma caixa de diálogo de erro será exibida dizendo:

"Não é possível iniciar depuração Transact-SQL. Não foi possível conectar ao computador 'servername'. O Visual Studio tem privilégios insuficientes para depurar esse processo. Para depurar esse processo, o Visual Studio deve ser executado como um administrador."

Esse problema ocorre porque o SQL Server Management Studio tem privilégios insuficientes para depurar o processo.

Solução alternativa: para evitar esse problema, inicie o SQL Server Management Studio com a opção "Executar como administrador".

5.4 Reinstalar o Visual Studio depois de instalar o SSMS

Quando você instala o SQL Server Management Studio Codinome “Denali” CTP3 ou o SQL Server Management Studio Express Codinome “Denali” CTP3 em um computador executando o Visual Studio 2010 SP1, alguns componentes do Visual Studio 2010 são atualizados para o nível de versão do Visual Studio 2010 SP1, enquanto outros não são. Não há suporte para esse estado de “modo misto" do Visual Studio.

Solução alternativa: para resolver esse problema, reinstale o Visual Studio 2010 SP1, que está disponível para download nessa página do Centro de Download.

5.5 A caixa de diálogo Restaurar no SSMS trava quando os arquivos de backup necessários não são especificados

Quando um plano de restauração válido não pode ser criado com base em um conjunto de arquivos de backup, a caixa de diálogo Restaurar trava indefinidamente e para de responder. Isso ocorre quando os arquivos necessários para o plano de restauração não são especificados.

Solução alternativa: identifique os arquivos de backup ausentes e crie o plano de restauração novamente ou use Transact-SQL para restaurar o banco de dados diretamente.

5.6 A transferência SMO de bancos de dados requer que os agrupamentos de coluna e banco de dados sejam iguais

O SQL Server Codinome “Denali” CTP3 usa a API SQLBulkCopy para transferência SMO. Para evitar dados corrompidos, o SQL Server Codinome “Denali” CTP3 não dá suporte à transferência SMO de bancos de dados com tabelas que têm agrupamentos de colunas diferentes do agrupamento de banco de dados. Não há solução alternativa nessa versão.

5.7 O ponto de controle do utilitário CTP3 não funciona corretamente com o SQL Server 2008 SP2

O ponto de controle do utilitário SQL Server Codinome “Denali” CTP3 não funciona corretamente com instâncias do SQL Server 2008 PCU2 quando ambos os produtos são instalados no mesmo computador.

Soluções alternativas:

  • Instale o SQL Server 2008 SP2 e o SQL Server Codinome "Denali" CTP3 em computadores diferentes e inscreva a instância do SQL Server 2008 SP2 no ponto de controle do utilitário no SQL Server Codinome “Denali” CTP3.
  • Se ambos os produtos forem instalados no mesmo computador, baixe e instale o pacote redistribuível Objetos de Gerenciamento Compartilhado do Microsoft® SQL Server® 2008 R2 SP1.

5.8 Os sistemas operacionais x64 requerem o PowerShell 2.0

Não há suporte para instalações de 32 bits do Windows PowerShell Extensions para SQL Server para instâncias do SQL Server “Denali” CTP3 em sistemas operacionais de 64 bits.

Soluções alternativas:

  • Instale o SQL Server Codinome “Denali” CTP3 de 64 bits com as Ferramentas de Gerenciamento de 64 bits e o Windows PowerShell Extensions para SQL Server de 64 bits.
  • Ou importe o módulo SQLPS de um prompt do Windows PowerShell 2.0 de 32 bits.

5.9 Não é possível carregar o assembly de aplicativo da camada de dados no PowerShell

No SQL Server Codinome “Denali” CTP3, as operação de script PowerShell com DAC (aplicativos da camada de dados) falham com um erro, indicando que o assembly Microsoft.SqlServer.Management.Dac não pôde ser carregado. Os assemblies do SQL Server Codinome “Denali” CTP3 DAC são compilados com o uso do .Net Framework 4.0, e não há suporte para os assemblies do .Net Framework 4.0 em nenhuma versão disponível atualmente do PowerShell. Não há uma solução alternativa para esse problema; somente há suporte para operações de DAC no PowerShell para SQL Server Codinome “Denali” CTP3.

5.10 Transact-SQL IntelliSense para novas palavras-chave

O recurso Transact-SQL IntelliSense do Editor de Consulta do Mecanismo de Banco de Dados não foi atualizado para dar suporte a todas as novas sintaxes introduzidas no SQL Server Codinome "Denali" CTP3. As novas palavras-chave não são codificadas como palavras-chave e são sublinhadas como erros de sintaxe. No momento, estamos planejando adicionar o suporte ao IntelliSense para a nova sintaxe em uma versão futura do SQL Server Codinome "Denali".

Solução alternativa: ignore os erros de sintaxe. As instruções Transact-SQL serão executadas com êxito.

5.11 Grupos de disponibilidade AlwaysOn

Antes de tentar criar um grupo de disponibilidade, consulte Pré-requisitos, restrições e recomendações para grupos de disponibilidade AlwaysOn (SQL Server) nos Manuais Online. Para obter uma introdução aos Grupos de Disponibilidade AlwaysOn, consulte Grupos de Disponibilidade AlwaysOn (SQL Server) nos Manuais Online.

5.11.1 Não há suporte para algumas funções quando somente o sinalizador de rastreamento 9532 está habilitado

No CTP3, alguns recursos de Grupos de Disponibilidade AlwaysOn aparecem somente na qualidade de visualização e podem ter mais bugs do que outros recursos. Os recursos de qualidade de visualização estão sob o controle do sinalizador de rastreamento 9532. Nós o incentivamos a habilitar esse sinalizador de rastreamento para que você possa testar os recursos de visualização AlwaysOn e relatar qualquer comentário sobre eles, junto com o restante do conjunto de recursos AlwaysOn.

O Transact-SQL Somente há suporte para as opções listadas abaixo com o sinalizador de rastreamento 9532 habilitado. Se você tentar usar qualquer uma dessas opções sem o sinalizador de rastreamento 9532, o Mecanismo de Banco de Dados emitirá um erro "Recurso ainda sem suporte".

Qualidade de visualização Transact-SQL Opções do :

  • Opções Transact-SQL CREATE AVAILABILITY GROUP:
  • Usando mais de duas cláusulas REPLICA ON
  • FAILURE_CONDITION_LEVEL
  • HEALTH_CHECK_TIMEOUT
  • SESSION_TIMEOUT
  • Usando uma das seguintes opções Transact-SQL ALTER AVAILABILITY GROUP:
  • ADD REPLICA ON
  • REMOVE REPLICA ON
  • ADD DATABASE
  • REMOVE DATABASE
  • ENDPOINT_URL
  • FAILURE_CONDITION_LEVEL
  • HEALTH_CHECK_TIMEOUT
  • SESSION_TIMEOUT
  • PRIMARY_ROLE (ALLOW_CONNECTIONS, READ_ONLY_ROUTING_LIST)
  • SECONDARY_ROLE (ALLOW_CONNECTIONS, READ_ONLY_ROUTING_URL)

Além de ativar essas opções Transact-SQL, a habilitação do sinalizador de rastreamento 9532 também ativa as opções correspondentes do SQL Server Management Studio e os cmdlets PowerShell ou parâmetros de cmdlet.

Para testar os recursos de qualidade de visualização, habilite o sinalizador de rastreamento 9532 em cada instância de servidor que hospede uma réplica de disponibilidade para um determinado grupo de disponibilidade.

5.11.2 A exclusão e a recriação de um cluster WSFC requer a desabilitação e a reabilitação de grupos de disponibilidade AlwaysOn

Se você excluir e recriar o cluster WSFC em que implantou grupos de disponibilidade, será necessário desabilitar e reabilitar o recurso Grupos de Disponibilidade AlwaysOn em cada instância de servidor em que esse recurso foi habilitado no cluster WSFC original. Para obter informações, consulte "Habilitar e desabilitar AlwaysOn (SQL Server)" nos Manuais Online.

5.11.3 Conectividade de cliente para grupos de disponibilidade AlwaysOn no CTP3

Esta seção descreve i suporte de driver para Grupos de Disponibilidade AlwaysOn e soluções alternativas para o uso do ADO.NET com .NET Framework 4.0 ou SQL Native Client 11.0 OLEDB para failover de várias sub-redes.

Suporte de driver

A tabela a seguir resume o suporte de driver para Grupos de Disponibilidade AlwaysOn no CTP3.

Driver

Failover de várias sub-redes

ApplicationIntent

Roteamento somente leitura

SQL Native Client 11.0 ODBC

Sim

Sim

Sim

SQL Native Client 11.0 OLEDB

Não

Sim

Sim

ADO.NET com .NET Framework 4.0

Q4 CY2011*

Q4 CY2011

Q4 CY2011

Microsoft JDBC driver 4.0 para SQL Server

Sim

Sim

Q4 CY2011

* Q4 CY2011 indica o quarto trimestre do ano calendário 2011.

Não há suporte para MultiSubnetFailover=True pelo NET Framework ou OLEDB

No CTP3, somente o SQL Native Client 11.0 ODBC dá suporte para MultiSubnetFailover=True.

Se você tiver criado um grupo de disponibilidade com um nome de ouvinte (conhecido como o nome de rede ou o Ponto de Acesso para Cliente no Gerenciador de Cluster WSFC), e estiver usando o ADO.NET com .NET Framework 4.0 ou o SQL Native Client 11.0 OLEDB, possivelmente 50% das suas solicitações dede conexão de cliente para o ouvinte de grupo de disponibilidade atingirão um tempo limite de conexão.

Soluções alternativas: é recomendável que você execute uma das tarefas a seguir.

  • Se você não tiver a permissão para manipular recursos de cluster, altere o tempo limite da conexão para 30 segundos (esse valor resulta em um período de tempo limite TCP de 20 segundos mais um buffer de 10 segundos).
  • Prós: se ocorrer um failover de sub-rede cruzado, o tempo de recuperação do cliente será rápido.
  • Contras: metade das conexões de cliente demorarão mais de 20 segundos.
  • Se você tiver permissão para manipular os recursos de cluster, a abordagem mais recomendada é definir o nome de rede do ouvinte do grupo de disponibilidade como RegisterAllProvidersIP=0. Para obter mais informações, consulte "Exemplo de script PowerShell para desabilitar RegisterAllProvidersIP e reduzir o TTL", posteriormente nesta seção.
  • Prós: você não precisa aumentar o valor de tempo limite de conexão de cliente.
  • Contras: se um failover de sub-rede cruzado ocorrer, o tempo de recuperação do cliente poderá ser de 15 minutos ou mais, dependendo da configuração de HostRecordTTL e da configuração da agenda de replicação DNS/AD entre sites.

Exemplo de script PowerShell para desabilitar RegisterAllProvidersIP e reduzir o TTL

O exemplo a seguir de script PowerShell demonstra como desabilitar RegisterAllProvidersIP e reduzir o TTL. Substitua yourListenerName pelo nome do ouvinte que você está alterando.

Import-Module FailoverClusters

Set-ClusterResource yourListenerName|Set-ClusterParameter RegisterAllProvidersIP 0

Set-ClusterResource yourListenerName|Set-ClusterParameter HostRecordTTL 300

[Início]

6.0 Integration Services

6.1 Como passar para a próxima página em relatórios longos

Quando você exibir um relatório padrão no SQL Server Management Studio para solucionar problemas de pacotes do Integration Services e o relatório tiver várias páginas, pressione PAGE DOWN ou use a roda de rolagem para percorrer as páginas.

[Início]

7.0 Master Data Services

7.1 As APIs não devem ser usadas

As APIs a seguir dão suporte à infraestrutura do MDS e não se destinam a ser usadas diretamente no seu código. Para obter uma lista dessas APIs, consulte

Novidades no Master Data Services no Denali CTP3.

7.2 Os nomes não podem ser exibidos para os atributos base do domínio

No Suplemento MDS (Master Data Services) para Excel, somente o código é exibido para atributos baseados no domínio. Se você tentar exibir a coluna Nome clicando no botão Configurações e, na seção Dados, selecionar Mostrar a coluna Nome para atributos baseados no domínio, o Excel poderá parar de responder.

Solução alternativa: reinicie o Excel e desmarque a opção.

7.3 A atualização pode fazer com que o Excel pare de responder

No Suplemento

MDS (Master Data Services) para Excel, clicar no botão Atualizar na guia Dados Mestres pode fazer com que o Excel pare de responder. Esse problema ocorre quando foram feitas alterações na entidade desde a última vez em que a planilha foi atualizada.

Solução alternativa: exclua a planilha e carregue a entidade atualizada em uma nova planilha.

7.4 O suplemento está disponível somente para o usuário que o instalou

O Suplemento

MDS (Master Data Services) para Excel é instalado apenas para o usuário que fez logon. O suplemento não é exibido para outros usuários que abrem o Excel do mesmo computador.

Solução alternativa: cada usuário individual que é administrador deve instalar o suplemento.

[Início]

8.0 Reporting Services

8.1 Ocorre um erro quando você cria um novo aplicativo do serviço Reporting Services

No modo integrado do SharePoint, quando você tenta criar um novo aplicativo de Serviço do SQL Server Reporting Services, recebe uma mensagem de erro semelhante à que é mostrada a seguir.

Falha de logon para o usuário 'NT AUTHORITY\NETWORK SERVICE'

Solução alternativa: configure o banco de dados remoto para o acesso ao SharePoint usando um dos seguintes procedimentos:

  • Forneça um script de Banco de Dados de Serviço do SSRS para o DBA da instância remota do SQL.
    1. Execute o cmdlet do PowerShell para criar o script T-SQL:
      Get-SPRSCreateDatabaseScripts -Databasename -username
    2. O DBA da instância remota do SQL executa o script no computador remoto.
    3. Execute a página 'Criar aplicativo de serviço do SSRS' e especifique o Banco de Dados de Serviço do SSRS que recebeu direitos por meio do script.
  • Conceda acesso de DBO ao grupo Administradores de Farm do SharePoint à instância remota do SQL Server:
    1. Peça a um DBA do SQL DBA da instância remota do SQL Server para conceder acesso de DBO ao Grupo Administradores de Farm do SharePoint.
    2. Execute a página 'Criar aplicativo de serviço do SSRS'.

8.2 As Assinaturas Voltadas para Dados e o Designer de Consulta MDX não funcionam na fonte de dados do AS

A integração do SQL Server Codinome “Denali” Reporting Services com o AS (Analysis Services) depende de um módulo de código compartilhado por vários componentes do SQL Server. No Denali CTP3, os recursos Assinaturas Voltadas para Dados do Servidor de Relatório e Designer de Consulta MDX não podem carregar o módulo de código.

Se você tentar criar ou editar uma Assinatura Voltada para Dados com uma Consulta de Entrega que obtenha dados do Analysis Services usando MDX, receberá um erro. Se você tentar usar o Designer de Consulta MDX para criar ou editar uma instrução MDX que obtenha dados do Analysis Services, receberá um erro. Talvez você veja o seguinte erro:

"Não foi possível carregar o arquivo ou assembly 'msmgdsrv, Version=9.0.0.0, Culture=neutral, PublicKeyToken=89845dcd8080cc91' ou uma de suas dependências. Esse assembly foi criado por um tempo de execução mais novo do que o tempo de execução carregado atualmente e não pode ser carregado”.

Solução alternativa: use o seguinte procedimento:

  1. Para corrigir o problema do Designer de Consulta do MDX, instale o Provedor OLE DB do Microsoft® Analysis Services para Microsoft® SQL Server® 2008 R2 específico para sua arquitetura.
  2. Para corrigir o problema para as Assinaturas Voltadas para Dados do SSRS, siga este procedimento:
    1. Modifique o arquivo web.config do Reporting Services conforme descrito na documentação do .NET 3.5. A configuração é mostrada abaixo.
    2. Altere o arquivo de configuração para o seguinte:

<configuration>
<runtime>
& <assemblyBinding xmlns="urn:schemas-microsoft-com:asm.v1">
<dependentAssembly>
<assemblyIdentity name="msmgdsrv" publicKeyToken="89845dcd8080cc91" />
<codeBase version="9.0.0.0" href="[ProgramFiles_path]\Microsoft Analysis Services\AS OLEDB\10\msmgdsrv.dll"/>
</dependentAssembly>
</assemblyBinding>
</runtime>
</configuration>

Observação

Verifique se você definiu o valor em href para apontar para o assembly instalado com o Provedor OLE DB do Analysis Services.

8.3 O realce de sintaxe do MDX no SSMS não está disponível

Quando você escreve uma consulta ou instrução MDX na janela de consulta MDX do SSMS (SQL Server Denali SQL Server Management Studio), nenhuma sintaxe que realce as instruções incorretas é exibida. Atualmente, não há uma solução alternativa para isso por meio do SSMS para SQL Server Codinome "Denali". A funcionalidade está disponível no SQL Server 2008 R2.

8.4 Os arquivos PDW do SQL Server não funcionam no BIDS e no Construtor de Relatórios

Os arquivos com extensão de dados PDW do SQL Server não funcionam no BIDS (Business Intelligences Development Studio) e no Construtor de Relatórios no SQL Server Codinome "Denali" CTP3. A extensão de dados não pode ser carregada durante a execução da consulta. E o botão Editar está desabilitado na caixa de diálogo Propriedade da Fonte de Dados.

8.5 Texto em inglês encontrado nas versões em chinês do Projeto Crescent e em alertas do SSRS

Nestas versões do Projeto Crescent e nos alertas no SSRS (SQL Server Reporting Services) no Microsoft SQL Server Codinome "Denali" CTP3 (Community Technology Preview 3), o texto nas interfaces de usuário locais está em inglês:

  • Chinês simplificado (CHS)
  • Chinês tradicional (CHT)

Esse é o comportamento esperado para esse CTP. Planejamos localizar esse texto para a versão lançada do Microsoft SQL Server Codinome "Denali".

8.6 As alterações no arquivo de configuração personalizada não são preservadas

Se você estiver atualizando um computador de uma versão anterior do CTP do Microsoft SQL Server Codinome "Denali" e tiver feito alterações personalizadas nos arquivos de configuração, será necessário fazer as mesmas alterações nos arquivos de configuração depois da atualização para o SQL Server Codinome "Denali" CTP3 (Community Technology Preview 3).

Os seguintes arquivos são afetados:

  • web.config
  • client.config

Solução alternativa:

  1. Faça uma cópia backup dos arquivos de configuração antes de executar a instalação do SQL Server.
  2. Execute a instalação do SQL Server.
  3. Edite manualmente os arquivos de configuração e adicione em suas entradas personalizadas.

8.7 O texto localizado em chinês no projeto Crescent não está disponível atualmente

A localização em chinês simplificado e chinês tradicional não está disponível no Projeto Crescent no SQL Server Codinome "Denali" CTP3. Esse é um problema conhecido e estamos planejando abordá-lo antes do lançamento do Microsoft SQL Server Codinome "Denali".

8.8 Project Crescent com cliente árabe: não é possível adicionar campos de data a filtros no CTP3

No Microsoft SQL Server Codinome "Denali" CTP3, durante o uso do Project Crescent em um cliente árabe, se você arrastar um campo de data para a área de filtros, verá uma mensagem de erro System.ArgumentOutOfRangeException. Dessa forma, não é possível filtrar em um campo de data na Área Filtros na versão CTP3 do Project Crescent. Temos planos para corrigir esse problema em uma versão futura.

Solução alternativa: para a versão CTP3 do Project Crescent, você pode usar outros meios de filtragem, como segmentação de dados.

[Início]

9.0 StreamInsight

9.1 Baixar o StreamInsight

Esta versão do Microsoft SQL Server Codinome "Denali" inclui uma versão preliminar em inglês do Microsoft StreamInsight 1.2 na mídia de instalação. Para baixar a versão final do StreamInsight 1.2 em inglês ou outro idioma, vá para a página de download do StreamInsight no Centro de Download da Microsoft.

[Início]

10.0 Supervisor de Atualização

10.1 O link para instalação do Supervisor de Atualização não está habilitado nos sistemas operacionais em chinês (HK)

Quando você tentar instalar o Supervisor de Atualização em qualquer versão com suporte dos sistemas operacionais Windows em Chinês (Hong Kong), talvez descubra que o link para instalação desse item não está habilitado.

Solução alternativa: localize o arquivo SQLUA.msi na sua mídia do SQL Server "Denali" em \1028_CHT_LP\x64\redist\Upgrade Advisor ou em \1028_CHT_LP\x86\redist\Upgrade Advisor, dependendo da arquitetura do seu sistema operacional.

11.0 Como localizar mais problemas conhecidos

Você também pode participar da Comunidade do SQL Server para compartilhar suas experiências e aprender com outros usuários do SQL Server Codinome “Denali”. Para obter mais informações, consulte os Fóruns do SQL Server "Denali", o SQL Server Connect Feedback Center (para procurar e arquivar bugs ou sugestões) e o site da SQL Server Community.

© 2011 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.