Utilizando Snapshots em Máquinas Virtuais Hyper-V - Arquitetura.

Utilizando Snapshots em Máquinas Virtuais Hyper-V - Arquitetura.

Arquitetura do Hyper-V - Snapshots (instantâneos).

 

O que é um Snapshot no Hyper-V?

Snapshot é uma imagem do estado do sistema que é um arquivo de somente leitura, é uma foto tirada do estado do sistema operacional da máquina virtual, com isso é capturado a configuração e o estado do sistema da VM num determinado tempo, também pode ter mais que um Snapshot da mesma VM. Para que serve, serve para quando tivermos problemas no sistema, eu posso fazer aplicar o Snapshot para retornar o estado do sistema em um ponto anterior onde o sistema estava ok, mas temos algumas ressalvas para Snapshots (irei falar mais adiante), Múltiplos Snapshots podem ser criados, deletados e aplicados em máquinas virtuais.

Snapshots criam uma relação de pai e filho como uma hierarquia com um Disco Rígido Virtual (VHD), após criar um Snapshot o arquivo de hierarquia criado é um disco rígido virtual automático (AVHDs).

 

Quando um Snapshot é tirado, um novo disco automático AVHD é criado, o AVHD é um ponto de sistema entre a máquina virtual nesse disco virtual.

 

É importante notar que quando um AVHD é criado para um snapshot, contem apenas os dados relacionados para o snapshot criado.

 

Quando tiramos snapshots consecutivos, criamos uma hierarquia de Snapshots (assumindo que há snapshots anteriores aplicados).

 

Muitas pessoas se confundem, mas o que precisamos ter em mente, é a correta utilização do Snapshot, precisamos saber que Snapshot não é backup, e é recomendado sua utilização para um teste de uma nova instalação de função, recurso, aplicar Service Pack, atualizações de segurança ou solução, caso não de certo, retorna o snapshot, após esse procedimento, dando certo ou não, o importante é deletar esse snapshot.

 

Uma vez que um Snapshot é criado, todos os arquivos da máquina virtual, de sistema operacional, aplicativos, dados e alterações de dados feitas durante a execução da máquina virtual são armazenados no snapshot associado ao AVHD.

 

Podemos criar Snapshot com a máquina virtual ligada ou desligada.

 

Não é recomendado e não segue as boas práticas, aplicar Snapshot em Controladores de Domínio Windows Server 2008 R2, pois após uma alteração de objeto do AD, você retornar um Snapshot, terá sérios problemas com as alterações, pois o DC irá retornar a um estado anterior, sem as alterações, com isso os problemas serão de replicação e acesso a recursos e objetos. (em outro post explicarei detalhadamente o porquê de não tirar Snapshot de DC), em Banco de dados, Exchange Server, também segue o mesmo principio de não tirar Snapshot.

Quando utilizamos o SCVMM para gerenciar nosso Hypervisor, podemos tirar também Snapshot, mas detalhe, no SCVMM não é mais Snapshot e Sim CheckPoint.

 

Como é criado o Snapshot

Podemos criar Snapshot no Gerenciador do Hyper-V, clicando na máquina virtual com botão direito e Snapshot e também conectando na VM e depois em Ação \ Snapshot, a diferença é que conectando na VM e depois em Ação, podemos dar um nome a o Snapshot.

Quando criamos um Snapshot, alguns passos acontecem:

1 - A máquina virtual é pausada.

2 - Um AVHD associado à VM é criado como um Snapshot

3 - A VM é configurada.

4 - A VM agora está sendo apontada para o recém criado AVHD

5 - A VM está novamente Iniciada (o tempo decorrido pelo pause do Snapshot não é perceptível pelo usuário final)

6 - Enquanto a máquina virtual está executando, os conteúdos da memória de máquinas virtuais são salvos no disco.

Se um sistema de operação convidado tenta modificar a memória que ainda não foi copiado, a tentativa de gravação é interceptado e copiado para o conteúdo original da memória.

7 - Quando o Snapshot é completado, o arquivo de configuração da máquina virtual e o estado dos arquivos da VM são salvos, o AVHD é armazenado em uma pasta dentro do diretório das máquinas virtuais.

 

Quando temos mais que um snapshot, a hierarquia é formada, mas o processo de criação é o mesmo.

 

Para uma máquina virtual sem Snapshots, todas as alterações criadas nos sistemas operacionais filhos, arquivos de aplicações e os dados aplicados aos arquivos VHD associados com as máquinas virtuais, nesse caso não é feito o processo de criação do Snapshot e consequentemente não é criado um arquivo AVHD.

 

 

Como é Deletado um Snapshot.

Aprendemos a criar e também como é o processo de criação, então agora também temos a opção de deletar um snapshot, vamos intender como usamos e como é o processo de deleção.

Deletando Snapshots, deletamos também todos os arquivos que foram salvos como estado do sistema. (.bin e arquivos .vsv). O Hyper-V executa várias ações em AVHD, dependendo das localizações de Snapshots deletados em relação ao estado de funcionamento da máquina virtual.

Quando você deleta um snapshot o seguinte ocorre:

1 - A cópia das configurações da máquina virtual retirada durante um processo de Snapshot é removido.

2 - A cópia da memoria da máquina virtual retirada durante um processo de Snapshot é removido

3 - Quando a máquina virtual for desligada, os conteúdos de qualquer AVHD excluído são mesclados com seu pai (VHD).

 

Deletando um subdiretório de Snapshots, você estará deletando todos os outros snapshots pertencentes a um VHD, a hierarquia de Snapshots será excluída.

Deletando um snapshot entre o primeiro snapshot e o estado de execução da máquina virtual, preserva o AVHD, Quando a maquina virtual é desligada, os dados do AVHD são mesclados com o AVHD.

Se o Snapshot eliminado existe em um local diferente ou do mesmo local, mas em um ponto no tempo após o estado de execução da máquina virtual, então a AVHD é excluído imediatamente.


Publicado por:

Autor: Thiago Guirotto de Oliveira

MCT – MCSA – MCITP – MCTS – MCC  MCP

www.thiagoguirotto.com.br 

Classificar por: Data da Publicação | Mais Recente | Mais Úteis
Comentários
  • É prudente fazer rotina de snapshot da produção para testes de infra?

  • Guilherme,

    Em testes é prudente, desde que não faça em DC, Banco de dados. Use Snapshot em instalações ou atualizações, onde em um momento de erro, você pode reverter.

    Depois apague o Snapshot.

    Lembre-se que não é um backup.

    Abraços

  • Parabéns pelo artigo, e a forma de explicação. Abs

  • Alguem tem artigo sobre configuração e funcionamento do Shadow Copies em Cluster Shared Volumes no Hyper-V ?

Página 1 de 1 (4 itens)