Olá
Muitos se deparam com Windows Server Core e começam a se interessar. Mas as informações faltam na hora de optar por ele ou por Windows Full Hyper-V. E nesse post vou falar um pouco sobre a escolha de qual utilizar.

A primeira impressão é olhar para a tela do SCONFIG ou HVCONFIG e assustar por achar que vai ser muito complicado utilizar.

Ao instalar o Hyper-V Server Core, sendo o processo idêntico a instalação do Windows Server ou Seven, ele conclui com esta tela acima no qual te dá algumas opções.

São elas configurações do dia a dia como ingressar no AD, definir IP da máquina, alterar nome, entre outros.

Mas o principal dele para utilização é a opção 9 para controlar o Hyper-V core remotamente. Seguindo poucos passos você estará apto a controlar seu Hypervisor como em um Server 2008 ou 2012 Full, sem medo de não saber configurar. Também para os aventureiros de linha de comando, se for o caso você pode criar VMs e administrar as Vms pelo Powershell diretamente no Servidor.

Existe também um software chamado CoreConfig para o Hyper-V (também tem para Windows Server Core), que ajuda a fazer as configurações de modo mais interativo. Isso não significa que você está sendo preguiçoso em relação a usar este software. Ele ajuda a você fazer as configurações visualmente. Em um Server como há muitos recursos fica mais difícil mexer em modo Server Core, já que não é o correto você ficar habilitando e desabilitando a GUI do Server.

Também facilita para quem não é especialista em powershell e prefere não se aventurar e como é um sistema que é feito para haver mais segurança por ser CORE, o administrador encontra mais segurança ao optar por Server Core.

Agora vou citar alguns motivos para a escolha do Core ou Full.

1º – Indico você começar com Windows Full pois aí você verifica como funciona o compartilhamento da mesma placa Física para a VM e para a Máquina Física, aí você vai ver como fica o esquema das placas de redes nas Conexões de Rede. Aprimorando os conhecimentos e entendendo as funcionalidades você poderá optar pelo Server Core caso você dedique um servidor para Virtualização.

2º  O Hyper-V Core é versão gratuita que não necessita de licenciamento, e a Versão Full do Windows + Hyper-V seria você ter 2 licenças para Máquinas Virtuais. Porém se você licenciar 2 VMs com Windows Server 2008 ou 2012 você só tem direito a instalar o Hyper-V e no máximo um software de monitoramento para Hyper-V/VMs.  Você pode ter o cenário de ter 1 servidor com AD DNS DHCP FILE SERVER ou mais recursos instalados e direito a apenas 1 licença para VM.

Obs: ou você tem 2 VM licenciadas ou você tem 1 Física licenciada + 1 VM.

3º Linux/Server/Client irá instalar em qualquer versão, tanto Hyper-V core e Windows Full

4º Na questão desempenho são iguais, isso irá depender do Hardware mesmo. Claro que se você tiver Hyper-V core ele já fica dedicado para as VMs, sem necessitar usar mais memória Ram só para subir a GUI (interface Gráfica) e outros serviços do Windows.

5º Com certeza é uma ótima pedida colocar Hyper-V core e administrar remotamente ou pelo RSAT. Mas nesse caso é necessário licenciar cada Server que você colocar.

6º Com Windows Full você aproveita de instalar serviços na Física e ainda ter 1 VM licenciada.

7º Não dá pra passar do Hyper-V core para o Full, então pense bem no caso, pois caso for um dia migrar, vai ter que exportar todas as máquinas e depois subir Server Full e importar as VMs (vai causar parada programada). Ou pode fazer Cluster e fazer Quick ou Live Migration.

8º Para Hyper-V 2012 com SMB 3.0 fica muito mais fácil a implantação em storage compartilhado e Cluster.

9º Para subir o Hyper-V Core é mais rápido

10º Utiliza menos memória.

Antes de implantar de cara o Hyper-V Core faça ambientes de testes, verifique se está certo que você irá preferir, não vá apenas com vantagens para mostrar ao chefe ou equipe, precisa Planejar/Projetar/Desenhar/Desenvolver tudo que você precisará. Dimensione bem seu ambiente, principalmente em Memória Ram e para ótimo desempenho SSD sem dúvida.

Utilizo hoje um servidor montado em que tenho i7 2600k, 16gb de memória e SSD para as VMs, e Windows Server 2008 R2 Standard. Utilizo Pfsense para WebFilter, WSUS avaliação em Server 2012 R2 no qual está utilizando na implantação e download dos arquivos até 23% do processador (variável os picos) 2048 Ram para início, mas em uso 3,9gb e aplicado a VM 5.1gb. Está rodando mais rápido que meu servidor Físico que não tem SSD.

Em meu cenário não necessito ter máquina física só para VMs, então utilizaria sem problemas Hyper-V Server Core, pois também não utiliza-se de Cluster.

Neste post defendo o Hyper-V Server Core pois sempre utilizamos em modo Full, mas a escolha dependerá na maioria das porcentagens da escolha, se você irá utilizar recursos como AD DNS DHCP entre outros, no caso de ter apenas 1 servidor.

Espero que gostem do post para ajudar na escolha do Hyper-V.